CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Chuva

Esconde-se o sol no horizonte.
A lua cobre de prata o negro que se faz sentir na pele.
As nuvens cobrem os céus em tons de estanho.
Caiem gotas… na sua descida veloz apontam aos seres etéreos hipnotizados que se passeiam.
Molham-se os cabelos. Deslizam na pele, contornando os poros e beijando os pelos que se curvam em vénias, quebradas apenas pelo arrepio que se solta num despertar da alma.
As roupas húmidas e coladas ao corpo acentuam as formas, moldam-se aos mamilos erectos de desejo.
Ao bater a chuva no rosto, de olhos fechados, secam as lágrimas e sorve a língua o salgado que se abate nos lábios.
O cheira da terra molhada invade os sentidos.
Ouve-se em surdina o bater nos vidros das janelas, o choque da água no chão, as poças a vestirem a rua…
Os sons das roupas semi-vestidas num combate carnal penetram nos ouvidos, misturando-se com os sôfregos suspiros dos amantes à chuva.
Salpicos agressivos nas palmas das mãos e nas nucas nuas das cabeças que se balanceiam, escorrem pelas mãos encostadas às paredes ásperas de uma parede banal.
Encosta-se a parede molhada à face de lábios mordidos,
ecoam gemidos
e escorre a agua
e o sémen
pelos corpos sentidos.
No reflexo prateado do mar que se sobrepõem nos corpos molhados de chuva e prazer, sente-se o desejo que consome os amantes em ambíguos anseios de paixão.
Cessa a queda das gotas,
Albergam-se os amantes em orgasmos,
Mas a chuva … essa…não pára.

Submited by

segunda-feira, março 1, 2010 - 19:38

Ministério da Poesia :

No votes yet

Moon_T

imagem de Moon_T
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 42 semanas
Membro desde: 10/10/2009
Conteúdos:
Pontos: 320

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Moon_T

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Desaperta o colarinho 0 589 11/25/2011 - 21:20 Português
Fotos/ - 1925 0 1.306 11/23/2010 - 23:41 Português
Ministério da Poesia/Meditação morte 0 1.251 11/19/2010 - 18:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Eu 0 1.339 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Gótico réplicas 0 1.098 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Gótico Mimica 0 1.242 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Gótico Hoje não me apetece sorrir 0 976 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Gótico Insónia 0 782 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Geral vivo 0 1.415 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Erótico Vestir-te 0 1.247 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Erótico deitada 0 1.370 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Erótico Chuva 0 1.170 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Gótico Insano por mais um dia 0 937 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Gótico Crepusculo de pesadelo 0 648 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Paixão Sabes-me bem 0 877 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Amor Choro Amo-te 0 759 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Aforismo nao me reconheço 0 751 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Amor sinto a tua ausencia 0 969 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Geral solta as amarras 0 961 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Amor trago-te na sombra 0 937 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Amizade um dia, amigo 0 1.158 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Amor Fala-me 0 1.155 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Paixão Desespero 0 878 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Lembro-me 0 1.047 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Paixão Odores... 0 970 11/19/2010 - 18:25 Português