CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

“Delicado”


Desperta-se o silêncio da noite quebrada
Com tempestades, heróicas, heranças, saudades…
Ai, que de mim, cai folha abandonada,
Sob a fúnebre pedra, fria, da calçada…

Tu, que pertences aos beijos da madrugada;
Na magia adocicada, que o acordar entende…
Quando o gemido me sai da boca fechada
E os olhos se me cerram num desejo ardente

Se tu me visses entre o sonho e o acordar;
Na magia que do pecado se desprende
Talvez, inerte, soubesses encontrar

No meu pálido dizer, sonhos acordados
Debatendo-se no horizonte, enquanto aprende
Do meu corpo, erguer, poemas delicados.

Submited by

domingo, janeiro 13, 2013 - 02:53

Poesia :

Your rating: None (3 votes)

antonioduarte

imagem de antonioduarte
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 17 semanas 4 dias
Membro desde: 01/09/2010
Conteúdos:
Pontos: 2570

Comentários

imagem de Chico Costa

Se tu me visses entre o sonho e o acordar;

Belo poema

Uma maravilhosa pintura que descreve a solidão e a saudade de um amor distante e que já partiu!

imagem de Henrique

"Ai, que de mim, cai folha

"Ai, que de mim, cai folha abandonada,
Sob a fúnebre pedra, fria, da calçada…"

Delicadamente intenso!!!

:-)

imagem de antonioduarte

Obrigado amigo

Obrigado amigo Henrique,
Abraço.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of antonioduarte

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto “Cheguei Tardio” 4 2.043 03/15/2018 - 11:17 Português
Poesia/Poetrix “Quadra a ti” Acto 7º 1 1.449 06/13/2014 - 23:54 Português
Poesia/Soneto “Delicado” 3 1.960 12/04/2013 - 22:15 Português
Prosas/Lembranças “Tornado Pedra” 0 2.420 11/07/2013 - 02:30 Português
Poesia/Soneto “Terra” 0 2.993 11/07/2013 - 02:02 Português
Poesia/Soneto “Milagre de Flores” 0 1.419 04/03/2013 - 03:00 Português
Poesia/Haikai Quadra a ti” Acto 5º 0 2.789 03/22/2013 - 05:17 Português
Poesia/Soneto “Ecos Distantes” 0 2.021 02/22/2013 - 01:16 Português
Poesia/Soneto “Tantos… Tantos” 0 1.558 01/10/2013 - 04:34 Português
Poesia/Haikai “Quadra a ti” - ( Ato 6º ) 0 1.635 10/24/2012 - 15:11 Português
Poesia/Haikai "Quadra a ti: ( Géneros Distraídos) 0 1.952 10/24/2012 - 14:56 Português
Poesia/Amor “Numa lembrança de ti” 2 1.543 10/23/2012 - 16:35 Português
Prosas/Pensamentos "Sobra de Mim" 0 1.950 10/22/2012 - 23:21 Português
Poesia/Soneto “De Mim, Fundo No Olhar” 0 1.926 10/18/2012 - 23:47 Português
Poesia/Soneto “Porte Belo” 0 1.325 10/07/2012 - 13:09 Português
Poesia/Soneto “Míopes” 0 1.410 10/04/2012 - 21:55 Português
Poesia/Soneto “Perto do Céu” 4 2.560 10/03/2012 - 23:52 Português
Poesia/Arquivo de textos “Quando estás longe de mim” 2 1.593 10/03/2012 - 23:35 Português
Poesia/Soneto Ao despertar 0 2.482 10/03/2012 - 23:22 Português
Poesia/Soneto “Na Praia” 0 1.712 09/30/2012 - 11:53 Português
Poesia/Soneto "Caminho de Parecer" 1 2.694 09/27/2012 - 16:37 Português
Poesia/Meditação “Do céu ao mar” 1 2.487 09/16/2012 - 18:06 Português
Poesia/Arquivo de textos Versão destrocida: "Numa Lembrança de ti" 0 2.501 09/12/2012 - 11:58 Português
Poesia/Arquivo de textos “Estrela Proibida” 0 1.422 09/09/2012 - 22:04 Português
Poesia/Pensamentos “Teu rosto foi o primeiro” 0 2.111 08/04/2012 - 02:02 Português