CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Canção de Embalar-me

Quase o Outono...
Todos os Sóis se põem dentro de mim.

Quase o Outono...
Os dias, as horas, a vida:
avançam, como cães famintos,
para dentro de mim.

Rebobino-me.
Vejo-me da Janela:

Sou
como sempre fui
toda a família
que resta de mim.

Um dia aprendi a jogar:
dei cartas
e perdi-me da vida que me estava destinada...

De mim
de mim
de mim

De mim: Porque sou animal.
Aceito-me. Sou um ponto final.
Sou animal: (e sou menos anjo)sou mais animal .

E por isso desejo.
Desejo.
E é o que quero para mim:
O desejo.
É o que quero que o outro sinta por mim:
o que não tenho:
O Desejo.
O Desejo.
O caralho do desejo.
O Desejo de quem está esfomeado,
fome de mim, sede do que vejo.
O Desejo.
O Filha da Puta do Desejo.
O Desejo...
O Desejo!

Ser único. Mas não sou,
nunca fui...
A caminho da genialidade
escolhi mal a estrada...
Sou hoje mais lúcido. Sou hoje mais normal.

Da varanda o mundo olha-me e sorri-me.
E eu desejo...
E imagino-me se fosse a chuva do mundo.
Depois alguém me pergunta: "E o meu livro?"
E nem sabe que hoje não, nesta hora não...
e o revolver fica assim... um pouco mais perto do sonho...

Adormeço-me nesta noite:
Sonho com os amigos que não tive (e não tenho)...
E por isso falo mais com o Papel.
Absolvo-me, embalo-me,
...drogo-me no veneno
desta Canção de embalar-me.

Submited by

quinta-feira, agosto 27, 2009 - 21:15

Poesia :

No votes yet

Ex-Ricardo

imagem de Ex-Ricardo
Offline
Título: Administrador
Última vez online: há 22 semanas 2 dias
Membro desde: 02/15/2008
Conteúdos:
Pontos: 1124

Comentários

imagem de jopeman

Re: Canção de Embalar-me

Drogo-me nesta canção que me embala
Mto bom
Abraço

imagem de Conchinha

Re: Canção de Embalar-me

Sempre que nos propomos fazer contas à vida, dá nisto...

Felizmente, lê-se muito bem.
Felizmente, (se se tratar de uma crise pós-férias, deve durar umas 2 semanas - eu estou a recuperar).
Felizmente, és tu (ainda que te sintas normal).

Um bom poema, que sinto como reacção à pressão que, na volta de uns dias de descanso, é incompreensível.

Um abraço

deste amigo que também um dia (e outro) perguntou:
"E o meu livro?"
E não te esqueças que o Sol põe-se mais cedo, no Outono, para permitir que as folhagens se tinjam de cobre e docemente caiam, presenteando o poeta.

imagem de analyra

Re: Canção de Embalar-me

"Adormeço-me nesta noite:
Sonho com os amigos que não tive (e não tenho)...
E por isso falo mais com o Papel.
Absolvo-me, embalo-me,
...drogo-me no veneno
desta Canção de embalar-me."

Ricardo meu caro, tudo passa, pelo menos só te faltam amigos, tens amor, se te serve de consolo há tempos embalo-me o olho o mundo da janela sem sorrir, acabo por acostumar a dormir, sozinha, sento na varanda sinto o vento e vejo em um último momento as últimas estrelas dos meu olhos se apagarem, assim envelheço na vida, só embalando-me e torcendo que junto com a senilidade da idade venha a amnésia que me esqueça esta dor de viver só, sem amor e sem ser entendida, apena sendida, equivocada...e sem mais estrelas em meus olhos, apenas o negrume da insensatez povoando meu campo de visão.
Ixe, esse teu poema me calou fundo,
muito lindo, as vezes o amor produz coisas belas, mas a dor produz coisas estranhamente maravilhosas.

imagem de Tiger

Re: Canção de Embalar-me

Depois alguém me pergunta: "E o meu livro?"
E nem sabe que hoje não, nesta hora não...
e o revolver fica assim... um pouco mais perto do sonho...

Tens toda razão meu amigo, amizades permanecem, livros? Lidos e esquecidos, ou no mín adormecidos...
E quem tem alma de poeta não é apenas em um livro que dedica sua poesia... mas constantemente a cada momento da vida...

Um grande beijo e que teu coração fique em paz

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Ex-Ricardo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Música Ex-Ricardo "Lábio Posto" 3 3.964 02/27/2018 - 10:14 Português
Poesia/Dedicado Sonhei esta noite que te trazia a Primavera aos dias 29 4.048 01/22/2018 - 14:33 Português
Poesia/Tristeza -Erro- 10 3.729 08/13/2012 - 17:26 Português
Fotos/Eventos Exposição Colectiva 0 3.775 06/18/2012 - 16:16 Português
Poesia/Meditação Um café Sol 23 3.847 03/24/2012 - 17:39 Português
Poesia/Meditação My head blossoms 4 5.092 12/19/2011 - 14:55 inglês
Poesia/Intervenção O rapaz que tinha um cão pendurado na voz 14 2.948 08/15/2011 - 08:48 Português
Fotos/Eventos Marta Pinto e Patrícia Taz 2 4.871 07/18/2011 - 15:28 Português
Videos/Outros Luísa Vaz Tavares - Autora da Corpos no Jornal da Noite da SIC 0 6.351 07/10/2011 - 19:34 Português
Fotos/Pintura Ex-Ricardo Avatar 3 4.293 05/21/2011 - 20:42 Português
Poesia/Meditação Mi Cabeza en Flor 3 4.324 05/08/2011 - 11:26 Espanhol
Fotos/Eventos Entrevista de Ex-Ricardo ao programa de TV Travessa de Cedofeita 5 6.338 04/24/2011 - 10:57 Português
Fotos/Eventos Ex-Ricardo e Raquel Fontes ao vivo 2 4.515 04/13/2011 - 22:14 Português
Fotos/Eventos Pedro Romualdo 1 3.957 04/06/2011 - 01:25 Português
Fotos/Eventos Patrícia Taz 0 4.165 04/05/2011 - 23:25 Português
Fotos/Eventos Marta Pinto, Isabel Andrade, Joana Dias e Miguel Mancellos 0 5.574 04/05/2011 - 01:33 Português
Fotos/Eventos Ex-Ricardo ao vivo 0 4.137 04/05/2011 - 01:31 Português
Fotos/Eventos Declamação de Poesia 0 5.441 04/05/2011 - 01:28 Português
Fotos/Eventos Maria Beatriz 0 4.369 04/05/2011 - 01:26 Português
Fotos/Eventos A. Pedro Ribeiro 0 4.426 04/05/2011 - 01:24 Português
Fotos/Eventos Luís Carvalho 0 4.630 04/05/2011 - 01:23 Português
Fotos/Eventos Marta Boaventura Pinto 0 4.757 04/05/2011 - 01:21 Português
Fotos/Eventos Um grande Momento de Poesia e música 0 3.998 04/05/2011 - 01:20 Português
Fotos/Eventos Ironic Salazar ao Saxofone 0 4.254 04/05/2011 - 01:15 Português
Poesia/Desilusão Na Pele 11 2.907 03/28/2011 - 14:35 Português