CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Catarse

Liberto-me do que me é estranho.
Por que sofrer com isso?
O que pode me perturbar?
Quero conservar em mim
O que há de melhor
E, por isso, descarto o pior.
Rejeito tudo que dilacera minh’alma.
Se a purgação é necessária
Eis-me aqui pronto a galgar
Os umbrais do mais temido purgatório.
Sacrifícios,
Absolvições,
Purificações...
Jogos aprazíveis para vivos e mortos.
Purifico-me dos ardis
De palavras tolas e sem sentidos.
Liberto-me dos prazeres
Da alma e do corpo.
Rasgo o coração
Faço-o sangrar até o fim.
A morte?
Eis que jaz a espreita
Mas, não me assusta.
Não agora!
A alma cheia de desejos
Os vermes a corroer o corpo
E os olhos impuros.
Como arrancá-los?
Como andar na escuridão?
A alma se recolhe
Tudo se tornou impassível
E choro tristemente no meu silêncio.
A purgação é necessária
Porque preciso encontrar a paz
Que só na poesia posso desfrutar
Discretamente e silenciosamente.
A tragédia é o caos, a solidão a rotina,
De uma vida que se vai
Na madrugada muda e gélida.
Esse terror não pode terminar
E os distúrbios embaçam minha visão.
As emoções estão abaladas
E impressionam minha alma.
Não há piedade, apenas o medo.
Preciso de serenidade
Equilíbrio nas emoções
E a pacificação que essa catarse
Pode me harmonizar.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

terça-feira, julho 23, 2019 - 01:37

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 dias 2 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 4171

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Não há outra razão 0 22 03/26/2020 - 19:23 Português
Poesia/Meditação O Mundo de Ponta Cabeça 0 20 03/24/2020 - 16:48 Português
Poesia/Meditação O Coronavírus e a esperança! 0 20 03/22/2020 - 15:40 Português
Poesia/Intervenção O silêncio das ruas 0 32 03/20/2020 - 13:45 Português
Poesia/Paixão Que sorriso lindo! 0 39 03/12/2020 - 01:53 Português
Poesia/Tristeza Refúgio oculto 0 73 03/09/2020 - 22:50 Português
Poesia/Pensamentos Coração apagado 0 50 03/03/2020 - 23:10 Português
Poesia/Desilusão Escuridão já vi pior 0 65 03/03/2020 - 00:10 Português
Poesia/Desilusão A Chave 0 60 02/28/2020 - 22:58 Português
Poesia/Amor Gostosa forma de te amar 0 52 02/26/2020 - 20:47 Português
Poesia/Desilusão Fuga 0 85 02/20/2020 - 22:35 Português
Poesia/Amor Perdido em pensamentos 0 42 02/17/2020 - 23:28 Português
Poesia/Amor Um coração que te ama 0 67 02/14/2020 - 20:54 Português
Poesia/Tristeza E por não poder chegar até você 0 141 02/13/2020 - 01:04 Português
Poesia/Meditação O silêncio oculto dos deuses 0 73 02/11/2020 - 00:06 Português
Poesia/Amor Antes de amar você 0 59 02/07/2020 - 22:13 Português
Poesia/Amor Seu olhar 0 134 02/06/2020 - 19:40 Português
Poesia/Tristeza Onde escondo a minha dor 0 75 02/03/2020 - 18:59 Português
Poesia/Amor Vi seus olhos e entendi 0 126 01/28/2020 - 23:52 Português
Poesia/Meditação Livrai-me dos laços armados contra mim! 0 124 01/27/2020 - 20:12 Português
Poesia/Intervenção A árvore está viva 0 199 01/23/2020 - 20:58 Português
Poesia/Tristeza As máscaras da melancolia 0 98 01/22/2020 - 23:23 Português
Poesia/Tristeza Perguntas sem respostas 0 157 01/21/2020 - 20:29 Português
Poesia/Amor Você é real em mim 0 103 01/20/2020 - 19:53 Português
Poesia/Desilusão Vou ver a sombra que você se tornou 0 98 01/17/2020 - 19:34 Português