CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Dormência...

Bloqueei os meus sentidos de uma vez

Não quero ser capaz de sentir o mundo

Travei o início de uma estranha lucidez

Que torna o meu raciocínio moribundo.

 

Mas que dormência será capaz de me apagar

Este fogo que arde no meu peito sem cessar

A culpa de um desejo estúpido de sair vencedora

Num jogo do qual nunca passei de uma amadora.

 

Queria que essa dormência inundasse o meu eu

Eliminasse esse desejo que alguém me cedeu

Queria que essa dormência me apaziguasse

Num breve instante todos os meus sonhos levasse.

 

Vou manter um bloqueio do meu ser sentimental

Uma voz muda que interrompe o meu eu racional

Não quero saber daquilo que arde dentro de mim

Tentarei esquecer a razão que me deixou assim.

 

Elsa Azevedo

 

Submited by

sexta-feira, fevereiro 3, 2012 - 18:20

Poesia :

Your rating: None (3 votes)

Elsa Azevedo

imagem de Elsa Azevedo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 14 semanas 3 horas
Membro desde: 01/25/2012
Conteúdos:
Pontos: 227

Comentários

imagem de Docarmo

DORMÊNCIA

Espero que a dormência não faça
qualquer efeito, pois que iríamos
perder uma poetisa, que de amadora
não tem nada. Precisas, sim de deitar
cá para fora todo esse potencial que
demonstras neste poema!

Gostei
Um abraço

imagem de Elsa Azevedo

Obrigada :)

Obrigada pelas palavras de apoio.

Um beijinho

imagem de Jorge Humberto

Olá, minha querida, amiga, Elsa,

Olá, minha querida, amiga, Elsa,

bom estar de volta a teu cantinho, descobrindo este soneto, com o qual me identifiquei,
nessa tua dormência, no negar-se até a qualquer razão aqui... mas quem se escreve nunca se perde, nem anula sua vontade de ser "Maior"... aliás todos os poetas o são, e se lhes rege a humildade em cada palavra, caminhos frondosos de sabedoria, se abrirão.

Beijinhos mil
Jorge Humberto

imagem de Elsa Azevedo

Sempre presente :)

Obrigada, Jorge, pela presença constante neste meu pequeno canto. Obrigada pela amabilidade em cada comentário :)

Um beijinho

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Elsa Azevedo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção O mundo que conheço... 0 122 04/29/2020 - 14:14 Português
Poesia/Pensamentos Voltei a sentir... 0 446 03/26/2016 - 22:59 Português
Poesia/Dedicado Sentir... 1 475 06/16/2014 - 00:57 Português
Poesia/Amizade Somos nós... 1 600 06/10/2014 - 19:50 Português
Poesia/Dedicado Ainda és tu... 0 431 03/10/2014 - 11:40 Português
Poesia/Dedicado És tu... 1 535 12/02/2013 - 16:43 Português
Prosas/Pensamentos Sentada... 1 614 07/14/2012 - 18:16 Português
Poesia/Dedicado Sou tua... 0 578 07/14/2012 - 17:02 Português
Poesia/Poetrix Keep on Dreaming... 4 874 06/14/2012 - 22:37 inglês
Poesia/Pensamentos Desilusão... 1 764 06/14/2012 - 22:23 Português
Poesia/Soneto Dormência... 4 906 05/07/2012 - 08:59 Português
Poesia/Pensamentos Entender... 1 806 04/01/2012 - 15:12 Português
Poesia/Dedicado Se... 3 766 03/28/2012 - 17:48 Português
Poesia/Soneto Sou... 2 716 03/24/2012 - 14:18 Português
Prosas/Pensamentos Eu e uma folha... 2 811 03/21/2012 - 18:44 Português
Poesia/Soneto O tempo estreita-se... 1 682 03/21/2012 - 17:05 Português
Poesia/Pensamentos Quem não pensa... 2 579 03/07/2012 - 22:18 Português
Poesia/Pensamentos Ninguém... 8 678 02/29/2012 - 14:36 Português
Poesia/Poetrix Last night I had a dream... 3 848 02/29/2012 - 09:20 Português
Prosas/Pensamentos O mundo... 4 910 02/24/2012 - 22:02 Português
Poesia/Soneto Águas Mansas... 5 796 02/19/2012 - 14:48 Português
Poesia/Dedicado Abraçados... 6 833 02/13/2012 - 21:07 Português
Prosas/Pensamentos Hoje, Ouvi... 4 641 02/06/2012 - 18:19 Português
Poesia/Soneto Conta-me... 2 695 02/06/2012 - 15:09 Português
Poesia/Soneto Águas Mansas... 2 869 02/03/2012 - 16:57 Português