CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Esta é a história de um homem marcado por uma imagem da infância

Um dia você vai ver 
A vida não é como os contos de fada. 
Quem sabe essa poderia ser a melhor definição 
Do que o coração não saberia explicar 
Quando vê que o tempo passou 
E os sonhos foram desfeitos no alvorecer 
Da vida adulta tão desejada.
 
Gosto de procurar coisas que ninguém pega 
Sonhos que nunca foram sonhados 
Mas, quais são os sonhos que nunca foram sonhados? 
Ser feliz não é tudo isso 
É acalentar a esperança que vi naquele olhar 
Que passou por mim uma única vez na vida.
 
Aquela imagem que ficou impregnada no meu coração 
O mistério que havia naqueles olhos 
E o perfume que sinto até hoje entrar em minhas narinas 
Quando eu brincava com as borboletas. 
Como poderia explicar tão singular emoção? 
Você a viu realmente? 
Ah! Eu a vi sim 
Como poderia não tê-la visto? 
Você não me conhece, mas eu conheço você 
E pode rir de mim se quiser 
Não importa. 
Apenas eu poderia dizer o que sinto 
Se fosse possível descrever o sentimento.
 
Sabe o que acontece com os intrometidos? 
Imagine você 
Um dia, e isso pode acontecer, 
Vou chamar você para voar até o horizonte 
Talvez iremos precisar de um barco maior 
Ou poderemos usar as asas da imaginação.
 
Algumas perguntas têm respostas e outras não 
E eu tenho quase certeza 
De que um dia vai chover de verdade 
Se não for assim 
Não haverá liberdade, nem lembranças 
O homem não morre nem enlouquece, ele sofre.
 
E do outro lado da memória 
O tempo parece insólito, imóvel e insensível 
E a noite dissolve os meus pensamentos 
Já não tenho lembranças de nada 
Mas deixo aqui o meu desejo de continuar a sonhar 
Chega um tempo em que é preciso voltar 
Por isso a minha poesia vem dizer 
Que eu também já fui poeta. 
 
Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, outubro 30, 2020 - 13:37

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Online
Título: Membro
Última vez online: há 44 minutos 7 segundos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 4967

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Jesus, Nosso Salvador 2 75 01/16/2021 - 13:45 Português
Prosas/Pensamentos Tirem esse preto de perto de mim 0 44 01/15/2021 - 13:42 Português
Poesia/Meditação A assolação do coronavírus 0 83 01/15/2021 - 13:39 Português
Poesia/Paixão Existe um amor em mim 0 762 01/14/2021 - 18:03 Português
Poesia/Paixão Singela poesia 0 108 01/13/2021 - 12:31 Português
Poesia/Desilusão O caminho do coração 0 64 01/12/2021 - 12:19 Português
Poesia/Amor Outra canção de amor 0 61 01/11/2021 - 11:31 Português
Poesia/Tristeza Silenciosa sombra da solidão 0 58 01/10/2021 - 13:27 Português
Poesia/Amor Num piscar de olhos 0 51 01/09/2021 - 17:58 Português
Poesia/Amor Eu e você! 0 57 01/08/2021 - 11:38 Português
Poesia/Amor É você! 0 137 01/07/2021 - 12:10 Português
Poesia/Amor A delicadeza das sombras 0 53 01/06/2021 - 12:12 Português
Poesia/Intervenção Visões em desarrumo 0 51 01/05/2021 - 12:35 Português
Poesia/Meditação Não sou 0 51 01/04/2021 - 18:25 Português
Poesia/Meditação Profecia 0 51 01/04/2021 - 11:27 Português
Poesia/Desilusão Não passa de ilusão 0 50 01/02/2021 - 12:25 Português
Poesia/Meditação Desejos de Ano Novo 0 66 01/01/2021 - 11:57 Português
Prosas/Contos Após a Volta de Jesus 0 102 12/30/2020 - 12:02 Português
Poesia/Desilusão O que pensavam os dois 0 64 12/30/2020 - 11:56 Português
Poesia/Amor Quando vejo você 0 126 12/29/2020 - 12:21 Português
Poesia/Amor A essência do amor 0 45 12/29/2020 - 12:09 Português
Poesia/Amor Nunca soube dizer 0 54 12/28/2020 - 17:54 Português
Poesia/Amor É com você! 0 71 12/28/2020 - 11:52 Português
Poesia/Dedicado A rua feita de cabeças 0 45 12/26/2020 - 13:30 Português
Poesia/Amor Toda forma possível do amor 0 143 12/25/2020 - 13:26 Português