CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Fere como um punhal

No peito, um coração que chora e sente, 
A dor de uma ausência, um amor distante, 
Saudade que invade a alma e a mente, 
Transforma o presente em algo inconstante. 
 
Os dias passam lentos, quase dormentes, 
Na espera do toque, do beijo amante, 
Sonhando com momentos envolventes, 
Do amor que é forte e sempre constante. 
 
Oh, saudade, cruel e doce ilusão, 
Que traz de volta o que foi felicidade, 
E ao mesmo tempo fere como um punhal. 
 
Amor que vive em cada recordação, 
Eternizado em cada saudade, 
Faz doer, mas mantém o coração leal. 

 
Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

segunda-feira, julho 8, 2024 - 16:16

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 horas 34 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 16313

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Vivo da saudade que sinto 6 149 07/24/2024 - 22:41 Português
Poesia/Desilusão Querer estar longe 6 225 07/24/2024 - 00:56 Português
Poesia/Amor Hipnotizado 6 178 07/23/2024 - 11:55 Português
Poesia/Amor Não posso imaginar 6 162 07/22/2024 - 21:23 Português
Poesia/Amor Por onde ando agora 6 240 07/21/2024 - 14:08 Português
Poesia/Pensamentos Aqui deitarei o meu reinado 6 389 07/20/2024 - 23:15 Português
Poesia/Amor As tramas sutis do amor 6 276 07/20/2024 - 14:07 Português
Poesia/Amor Um mistério que seduz 6 147 07/19/2024 - 23:58 Português
Poesia/Desilusão Saudade que sufoca 6 259 07/19/2024 - 13:23 Português
Poesia/Paixão Linda morena 6 221 07/18/2024 - 14:14 Português
Poesia/Pensamentos Arautos da ignorância 7 486 07/17/2024 - 13:51 Português
Poesia/Intervenção A poesia para os tristes 6 327 07/16/2024 - 19:34 Português
Poesia/Amor A mensagem do amor em seus enredos 6 270 07/15/2024 - 23:35 Português
Poesia/Meditação A loucura da verdade 6 303 07/15/2024 - 13:45 Português
Poesia/Canção Tudo o que desejei 6 240 07/14/2024 - 17:02 Português
Poesia/Pensamentos Palavras escritas para os perdidos 6 920 07/13/2024 - 14:36 Português
Poesia/Amor Amanhã, quem sabe? 6 191 07/12/2024 - 13:50 Português
Poesia/Desilusão O tempo faz esquecer 6 324 07/11/2024 - 14:37 Português
Poesia/Pensamentos Esquecemos o que aconteceu ontem 6 777 07/10/2024 - 16:47 Português
Poesia/Desilusão Passados recompostos 6 532 07/09/2024 - 15:15 Português
Poesia/Desilusão Fere como um punhal 6 331 07/08/2024 - 16:19 Português
Poesia/Pensamentos Que mundo criamos? 6 690 07/07/2024 - 14:34 Português
Poesia/Intervenção Convoco os poetas 8 433 07/07/2024 - 14:28 Português
Poesia/Pensamentos Todas as canções possíveis 6 1.060 07/05/2024 - 14:21 Português
Poesia/Dedicado Canção ao Festival de Pesca 6 261 07/04/2024 - 14:55 Português