CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

FILOSOFIA DE UM BÊBADO

Estou displicente na calçada à beira do mar,
semeando devaneios. Em algum momento
desacelero meu sonho e vou sem rumo, mais devagar.
E como as inúteis borboletas navegando o vento,
tento apressar minha fantasia, sempre a divagar.

Então escolho o meu mais vazio pensamento
e como um bêbado muito experiente no desvio,
eu vou caindo e levantando cem por cento,
mas somente nas lições do meu passado eu confio.

Saibam que o passado é mestre do futuro ausente...
Hoje eu estou sujo e rasgado, mas tenho muito zelo.
Não sou o que dizem de mim, toda essa gente
que impede “os de bem” de ouvirem o meu apelo.

Os lábios desta gente tentam santificar seus discursos,
porém são belas palavras em língua serpentina.
Eles se dizem meus amigos, mas são amigos-ursos,
pois de tudo que dizem, nada, nada mesmo me ensina.

Na verdade, o certo é cada um cuidar da própria vida,
porque enquanto as estrelas clareiam minha rua,
eu bebo e me hospedo nesta marquise da avenida
e contemplo feliz as formigas aladas dançando para a lua.

https://poesiaeprosaparavoce.blogspot.com/

J. Thamiel
Guarulhos, 17.12.19
09:59h

Submited by

terça-feira, dezembro 17, 2019 - 14:15

Poesia :

No votes yet

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 21 horas
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 3612

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação VIDA VELA 0 735 12/10/2021 - 14:55 Português
Poesia/Fantasia PARALELAMENTE OPOSTOS 2 381 11/16/2021 - 18:59 Português
Poesia/Desilusão O POETA TRISTE 3 813 11/13/2021 - 12:51 Português
Poesia/Intervenção IMPASSIBILIDADE 1 624 11/13/2021 - 12:49 Português
Poesia/Pensamentos A ESTRADA COMEÇA AQUI 2 679 09/20/2021 - 21:02 Português
Poesia/Geral DELÍRIO DO ÍNDIO PYATÃ 3 591 06/28/2021 - 15:40 Português
Poesia/Geral REFLEJO DE UNA GALINNA 0 757 05/05/2021 - 16:46 Português
Poesia/Geral O POETA FERIDO 3 843 04/22/2021 - 20:43 Português
Poesia/Desilusão AGORA É SAUDADE 0 800 04/21/2021 - 15:14 Português
Poesia/Fantasia H A R M O N I A 4 732 04/07/2021 - 15:39 Português
Poesia/Geral A CHUVA MOLHA AS ALMAS DISTRAÍDAS 0 586 04/03/2021 - 16:13 Português
Poesia/Geral REFLEJO DE UNA GALLINA 0 1.113 03/11/2021 - 18:39 Espanhol
Poesia/Geral R E F L E X Ã O DE U M A G A L I N H A 0 672 03/11/2021 - 17:38 Português
Poesia/Desilusão D E S T I N O 0 796 03/10/2021 - 13:24 Português
Poesia/Fantasia R E V E R Ê C I A 0 882 02/28/2021 - 19:01 Português
Poesia/Amor PERDIDOS NO TEMPO 0 898 02/25/2021 - 22:55 Português
Poesia/Poetrix GUARULHOS HOJE 0 1.096 02/23/2021 - 20:03 Português
Poesia/Amor O MAIS BELO POEMA FEITO PARA VOCÊ 0 696 02/18/2021 - 20:19 Português
Poesia/Amor TUA BELEZA 0 659 02/15/2021 - 13:49 Português
Poesia/Amor O ETERNAMENTE 0 777 02/15/2021 - 12:39 Português
Poesia/Amor UMA ILUSÃO LETAL 1 819 02/13/2021 - 20:20 Português
Poesia/Geral JOSÉ DE TAL 1 451 02/10/2021 - 22:42 Português
Poesia/Geral CORAL DE MARMANJOS 1 647 02/10/2021 - 22:27 Português
Poesia/Geral E, AS VACAS ? 1 694 02/10/2021 - 22:20 Português
Poesia/Geral PORQUE ME TORNEI POETA 4 759 02/10/2021 - 12:36 Português