CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Fuga

Olhos fechados
Medo de ver o que acontece a sua volta.
Choras na escuridão da noite
E se entrega a uma revolta.
Na luta solitária que travas
Com seus próprios demônios
Não consegue visualizar uma saída
Para o desespero da alma.
Incompreendido pelas circunstâncias
Que o levam ao desespero
Não se conforma com os acontecimentos
Que tiram o seu sono.
É preciso haver uma fuga
Uma libertação das amarras que o prende
Fugir para longe
Do que o faz esquecer de que tens uma vida.
No despertar da fúria
Tenta encontrar uma força que o liberte dessa dor
Sem perceber que essa força existe em si mesmo
No mais profundo de seu ser.
Caminhaste com seus próprios pés a essa situação
E, com os mesmos pés deverá se libertar.
Não é vergonha dar passos de volta
E recomeçar de onde errou.

Odair José
Poeta e Escritor Cacerense

http://odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sábado, janeiro 23, 2010 - 15:05

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 dias 17 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 3327

Comentários

imagem de Claudia_Martins

Re: Fuga

Verdades!
Gostei msm!

xoxo

imagem de Henrique

Re: Fuga

Bela meditação,
um ponto de vista bem recheado de razão!!!

:-)

imagem de FlaviaAssaife

Re: Fuga

Odair,

Sem dúvida está em nós mesmos as respostas que buscamos e não há nenhum avergonha em retornar para recomeçar...

Bonita poesia.

imagem de MarneDulinski

Re: Fuga

LINDO POEMA, GOSTEI MUITO, LINDAS VERDADES E ÓTIMA SOLUÇÃO!
Meus parabéns,
Marne

imagem de Angelo

Re: Fuga

Caminhaste com seus próprios pés a essa situação
E, com os mesmos pés deverá se libertar.
Não é vergonha dar passos de volta
E recomeçar de onde errou.

quando erramos devemos voltar ao inicio e recomeçar tudo de novo.
Gostei bastante do teu poema, os meus parabéns ODAIR
Um abraço
mwelo

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Ao ver o sol do amanhecer 0 7 04/16/2019 - 19:48 Português
Poesia/Desilusão A causa da minha loucura 0 19 04/11/2019 - 21:23 Português
Poesia/Amor Uma paixão pior do que mil mortes 0 15 04/11/2019 - 21:02 Português
Poesia/Amor Debaixo da figueira 0 16 04/10/2019 - 19:47 Português
Poesia/Amor Uma deusa que habita entre os humanos 0 26 04/08/2019 - 23:03 Português
Poesia/Amor A intensidade desse amor 0 50 04/06/2019 - 00:15 Português
Poesia/Amor Tenho mais do que preciso 0 40 04/05/2019 - 01:35 Português
Poesia/Fantasia Deusa de ébano 0 36 04/01/2019 - 19:14 Português
Poesia/Tristeza Dias estranhos 0 67 03/30/2019 - 13:43 Português
Poesia/Tristeza Sou mesmo um idiota 0 32 03/28/2019 - 22:53 Português
Poesia/Amor Quero estar ao seu lado 0 44 03/28/2019 - 01:10 Português
Poesia/Amor O amor na noite do tempo 0 43 03/26/2019 - 20:04 Português
Poesia/Amor Meu coração diante de você 0 60 03/24/2019 - 15:39 Português
Poesia/Amor Busco o seu olhar na minha mente 0 47 03/22/2019 - 19:39 Português
Poesia/Desilusão Foi engano 0 50 03/19/2019 - 23:28 Português
Poesia/Amor Antes que tivesse fim 0 65 03/18/2019 - 18:33 Português
Poesia/Meditação Natureza 0 73 03/16/2019 - 00:03 Português
Poesia/Desilusão Longe dos seus olhos 0 58 03/14/2019 - 18:51 Português
Poesia/Tristeza O vento que flutua no silêncio 0 66 03/11/2019 - 22:16 Português
Poesia/Dedicado Mulher (Uma homenagem a elas!) 0 49 03/08/2019 - 03:40 Português
Poesia/Amor O que posso fazer, se amo você? 0 57 03/06/2019 - 21:44 Português
Poesia/Desilusão No silêncio do meu caminhar 0 61 03/03/2019 - 21:56 Português
Poesia/Desilusão Palavras paralíticas em minha boca 0 80 03/01/2019 - 03:09 Português
Poesia/Amor O louco e a sombra 0 73 02/28/2019 - 21:54 Português
Poesia/Amor Diga-me que isso não é um sonho 0 77 02/26/2019 - 01:14 Português