CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ILLUMINATIS

Que não me estranhem
os arautos da moral.
Nosso amadurecimento
foi irreal, desconcertante.

O que era errado no passado,
agora é normal.
O que um dia foi necessário,
é hoje irrelevante.

Nem percebemos
o alvorecer da humanidade.
Nunca tivemos a certeza
de nos conhecermos.

Traçamos as normas,
e as leis para sociedade.
Agora tampouco nós sabemos
se, de fato, as queremos.

Na inocência, pensamos
que dirigimos nossas vidas
e que os caminhos que seguimos,
fomos nós os traçamos.

Mentira, as nossas causas
já estão ganhas ou vencidas
já decididas por poderosos
ou illuminatis, insanos.

Forças secretas e obscuras
são que governam a terra.
O planeta não percebe
a proximidade da era do horror.

Será silenciosa, contaminadora,
uma invisível guerra
que deixará um só rebanho,
perdido e sem pastor.

Indivíduos isolados, desolados,
num mundo perdido.
Apenas um poder,
uma só igreja e Deus sem pedestal.

O conceito de família
há muito perdeu o seu sentido.
Uma era mercantilista
nas mãos de um poder central.

A liberdade verdadeira, aos poucos
deixará de existir.
A palavra indivíduo
terá um significado banal.

Difícil será descrever
as dores, as lágrimas do porvir.
Será uma batalha muito longa
do bem contra o mal.

J. Thamiel

Submited by

segunda-feira, julho 8, 2024 - 20:23

Poesia :

No votes yet

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 horas 20 minutos
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 3948

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação AQUI, JAZ 0 125 07/24/2024 - 13:40 Português
Poesia/Amor CREIA, EU CHORO (Soneto) 0 248 07/23/2024 - 22:24 Português
Poesia/Alegria QUEM ME DERA 0 209 07/23/2024 - 13:37 Português
Poesia/Meditação SIMPLICIDADE 0 174 07/22/2024 - 21:41 Português
Poesia/Geral RIMAS AUTORAIS, ANORMAIS 0 514 07/21/2024 - 14:24 Português
Poesia/Geral O ANCIÃO DA VILA 0 313 07/20/2024 - 20:16 Português
Poesia/Geral SUPERAÇÃO - (Soneto) 0 299 07/19/2024 - 18:13 Português
Poesia/Geral AMADURECIMENTO 0 466 07/16/2024 - 23:39 Português
Poesia/Gótico ESTRANHA ESTÓRIA 0 315 07/16/2024 - 15:27 Português
Poesia/Geral QUANDO EU MORRER - WHEN I DIE 0 402 07/15/2024 - 00:09 Português
Poesia/Geral OS SERES CINZAS 0 560 07/11/2024 - 15:55 Português
Poesia/Geral PO R FALAR EM ETS 0 470 07/11/2024 - 02:48 Português
Poesia/Geral ILLUMINATIS 0 768 07/08/2024 - 20:23 Português
Poesia/Fantasia UMA ESTÓRIA DE AMOR 0 560 07/06/2024 - 15:37 Português
Poesia/Amor SEQUELA 1 567 07/02/2024 - 17:37 Português
Poesia/Geral O TEU RETORNO 1 918 07/01/2024 - 00:13 Português
Poesia/Geral BOCA DE TRAMELA 0 308 06/30/2024 - 16:45 Português
Poesia/Desilusão AGORA É SAUDADE 0 317 06/30/2024 - 16:36 Português
Poesia/Geral PARALELAMENTE OPOSTOS 0 694 06/28/2024 - 15:39 Português
Poesia/Meditação WHEN I DIE 0 302 06/27/2024 - 16:34 inglês
Poesia/Fantasia MAGICA MIRADA 0 289 06/26/2024 - 01:56 inglês
Poesia/Fantasia MÁGICA MIRADA 1 303 06/26/2024 - 01:52 Espanhol
Poesia/Fantasia Mágica mirada 0 480 06/24/2024 - 20:38 Português
Poesia/Geral IMPASSIBILIDADE 0 736 06/22/2024 - 16:30 Português
Poesia/Amor ¿QUIEN SOY YO? 1 1.990 06/22/2024 - 13:15 Português