CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Não pude enxergar

Correndo em busca do prazer, num ritmo acelerado,
Meu coração ansioso, o passo apressado.
Acreditava encontrar alegria em cada esquina,
Mas tropeçava na dor, surpreendendo minha sina.

Com a euforia a me guiar, não pude enxergar,
Que o caminho escolhido poderia me machucar.
Atravessei florestas e espinhos, sem me importar,
Até que a dor me alcançou, sem nada avisar.

Tropecei na tristeza, num momento inesperado,
Ela se revelou diante de mim, um fardo pesado.
O prazer momentâneo desvaneceu no ar,
E a dor me envolveu, sem me deixar escapar.

Com humildade, ergui-me do chão caído,
Olhei para a dor de frente, um ser desvanecido.
Percebi que o prazer sem a dor é pura ilusão,
É na adversidade que encontramos o valor do coração.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Siga-nos @poetacacerense

Submited by

quinta-feira, maio 18, 2023 - 11:34

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 horas 50 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 15948

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Se alguém souber 6 113 06/25/2024 - 03:50 Português
Poesia/Amor Deusa em um jardim 6 165 06/23/2024 - 14:57 Português
Poesia/Pensamentos Um tolo por acreditar 6 306 06/22/2024 - 14:07 Português
Poesia/Pensamentos A noite dos gafanhotos 8 409 06/22/2024 - 14:05 Português
Poesia/Pensamentos Enigmas de uma vida intensa 6 468 06/20/2024 - 20:08 Português
Poesia/Desilusão Desejos que acabam de partir 6 317 06/18/2024 - 23:49 Português
Poesia/Amor Ao pôr do sol no cais 6 266 06/17/2024 - 23:47 Português
Poesia/Pensamentos As distâncias do mundo 6 886 06/16/2024 - 13:12 Português
Poesia/Desilusão Em cada despedida 6 323 06/15/2024 - 13:12 Português
Poesia/Desilusão O vento levou 6 235 06/14/2024 - 21:14 Português
Poesia/Meditação Dez pragas terríveis 6 193 06/13/2024 - 23:07 Português
Poesia/Amor Teu amor é jardim em flor 6 180 06/12/2024 - 22:31 Português
Poesia/Poetrix Saudades 6 446 06/12/2024 - 04:07 Português
Poesia/Desilusão Recordo-me da morena 6 363 06/11/2024 - 03:10 Português
Poesia/Desilusão Ruminando os pedaços 6 272 06/09/2024 - 13:07 Português
Poesia/Meditação Confusão mental 6 604 06/07/2024 - 13:46 Português
Poesia/Amor E a saudade se foi 6 383 06/06/2024 - 12:09 Português
Poesia/Pensamentos Um mistério em cada esquina 6 993 06/05/2024 - 22:18 Português
Poesia/Amor Você é a razão 6 244 06/04/2024 - 20:23 Português
Poesia/Amor No olhar dela 6 333 06/04/2024 - 12:04 Português
Poesia/Amor Se o amor não faz parte 6 245 06/04/2024 - 02:43 Português
Poesia/Pensamentos Caminhos desconhecidos 6 1.084 06/03/2024 - 20:38 Português
Poesia/Dedicado Ser poeta é... 6 255 06/02/2024 - 13:53 Português
Poesia/Amor Mil segredos temos nós 6 303 06/01/2024 - 13:42 Português
Poesia/Pensamentos Ecos distantes em nossa cabeça 6 1.106 05/31/2024 - 13:46 Português