CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Nas garras da ambição

Não ambicioneis coisas altas, diz o mandamento
E o coração só almeja isso.
Como não desejar as coisas boas a minha volta?
E viver as paixões da minha alma?
O mundo é um lugar cruel
Cheio de sutilezas da qual não conseguimos escapar.
Tesouros escondidos no coração selvagem
Do desejo atroz da alma.
O deserto é traiçoeiro
E não encontro refúgio nas campinas
Nem árvores há na beira do caminho.
Traído pelo desejo oculto da alma
Preso nas garras da ambição
O ser humano é apenas uma folha seca
Conduzida pelo vento do outono.
Nada pode impedir a dor cruel de uma solidão
Nem dar alegrias depois da despedida.
Será possível desvendar os vultos na parede
Ou caminhar pelo leito do rio sem molhar os pés?
Triste a sina de um peregrino
Que palmilha as areias escaldantes no deserto
Das incertezas e desilusões.
Cavaleiro solitário a lutar com os moinhos de vento
Sem a esperança presa na caixa de Pandora
Carregando as pedras gigantes que rolam da montanha
E vendo a cera das asas derreterem próximo ao sol.
Não ambicioneis coisas altas
Aprenda a confiar e a viver a beleza da vida
Contemplando os lírios dos campos
E as aves do céu.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, setembro 25, 2020 - 18:16

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 10 horas 42 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 4752

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Divagação de um poeta na noite de sua vida 0 7 11/27/2020 - 01:04 Português
Poesia/Desilusão Encontrar é o início de perder 0 8 11/26/2020 - 19:40 Português
Poesia/Tristeza Era disso que tinha medo 0 12 11/25/2020 - 17:53 Português
Poesia/Amor Não existem palavras que possa descrever esse amor 1 29 11/24/2020 - 20:24 Português
Poesia/Dedicado Professora 0 37 11/20/2020 - 01:50 Português
Poesia/Amor Uma canção 0 18 11/19/2020 - 19:28 Português
Poesia/Desilusão Nada é como era antes 1 94 11/18/2020 - 20:38 Português
Poesia/Pensamentos Serei coração perdido 0 16 11/18/2020 - 20:20 Português
Poesia/Pensamentos Ladrão de almas 0 22 11/16/2020 - 22:20 Português
Poesia/Alegria 47 0 47 11/13/2020 - 18:29 Português
Poesia/Pensamentos Positividade 0 29 11/11/2020 - 21:41 Português
Poesia/Amor Ainda nos sonhos eu te encontro 0 20 11/09/2020 - 17:59 Português
Poesia/Fantasia Um dia pode ser melhor 0 36 11/06/2020 - 23:13 Português
Poesia/Desilusão Não negue o seu tempo a mim 0 23 11/05/2020 - 18:11 Português
Poesia/Amor Pra você 0 55 11/04/2020 - 18:17 Português
Poesia/Dedicado Se passares por Cáceres um dia 0 18 11/03/2020 - 18:13 Português
Poesia/Fantasia Não te conheço e te procuro 0 24 10/31/2020 - 20:10 Português
Poesia/Pensamentos Esta é a história de um homem marcado por uma imagem da infância 0 51 10/30/2020 - 13:37 Português
Poesia/Meditação O medo devora a alma 0 28 10/29/2020 - 18:22 Português
Poesia/Pensamentos O começo do fim 0 80 10/28/2020 - 22:35 Português
Poesia/Tristeza Castigo ou maldade? 0 27 10/27/2020 - 18:21 Português
Poesia/Amor Quero caminhar até o fim 0 30 10/26/2020 - 18:07 Português
Poesia/Tristeza Uma lágrima 0 84 10/22/2020 - 20:41 Português
Poesia/Pensamentos Terra dos pássaros 0 33 10/21/2020 - 18:26 Português
Poesia/Intervenção Por um punhado de dinheiro 0 36 10/20/2020 - 22:28 Português