CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Mundo de Ponta Cabeça

De repente quase tudo parou
Há um silêncio nas ruas
Não ouço o barulho dos aviões, trens e ônibus
Agora só ouço os pássaros a cantar na minha janela.
Cidades desertas, bares fechados
Casas noturnas em silêncio
E as pessoas em suas casas
Algumas com medo do que está lá fora
A ameaça que ninguém pode ver
Mas que ceifa vidas
Sem escolher se é pobre ou rico,
Branco ou negro
Homem ou mulher…
A única diferença é que a morte
Prefere os mais velhos e doentes.
Ao notar o silêncio das ruas
Nos perguntamos se era mesmo preciso uma pausa…
Parece que sim.
A vida frenética do mundo moderno
Tinha que parar mesmo uma hora.
Para dar fôlego ao planeta.
A terra não suporta tanta exploração.
Durante esse período de confinamento
Haverá uma queda considerável na violência,
Nos acidentes de carros
Nas brigas de bares…
Uma pausa para as pessoas refletirem sobre suas vidas.
Em suas casas
Às pessoas terão mais tempo
Com suas famílias,
Seus filhos,
Seus pais…
Alguns em suas casas poderão ler um livro,
Ler a História
E saber que não é a primeira vez que isso acontece…
Pode ser que descubram
Que se pode viver sem o futebol,
Sem os shows
E sem as festas
Que envolvem bebidas, drogas e sexo desenfreado…
O mundo está de ponta cabeça
Se autodestruindo
E era preciso uma pausa.
Um minúsculo vírus
É capaz de colocar a terra em seu eixo natural.
Governos devem agir,
Tomar medidas
Fazer alguma coisa.
E a morte espreita lá fora.
Passando de um para outro
No toque das mãos, no abraço.
E de repente se percebe quem são os verdadeiros heróis
Os profissionais da saúde,
Da segurança,
Da ciência…
E não jogadores de futebol ou pilotos de Fórmula 1
Que ganham milhões de dólares.
É.
De repente percebemos algo diferente
O mundo irá sobreviver a mais essa pandemia.
Já sobreviveu a Peste Negra
A Gripe Espanhola e outras epidemias…
Mas, o mundo não será o mesmo.
Com a descoberta da cura para o Coronavírus
E das homenagens aos milhares de mortos
Que não puderam ter a sua despedida…
O mundo continuará a sua marcha
E tudo isso só será mais uma lembrança.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

terça-feira, março 24, 2020 - 15:48

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 22 horas 50 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 5183

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Escrevo-te para contar como estou 0 51 02/23/2021 - 18:23 Português
Poesia/Desilusão As mil partes do meu coração 0 71 02/22/2021 - 19:38 Português
Poesia/Paixão Diário de uma paixão 0 74 02/20/2021 - 21:06 Português
Poesia/Desilusão Por que tudo se acaba com o vento? 0 103 02/19/2021 - 18:13 Português
Poesia/Desilusão Será que não lembra? 0 138 02/18/2021 - 14:57 Português
Poesia/Meditação A Personagem 0 132 02/17/2021 - 18:42 Português
Poesia/Meditação Não ter medo de encarar os desafios da vida! 0 147 02/15/2021 - 18:51 Português
Poesia/Tristeza A dor escondeu-se no silêncio 0 154 02/15/2021 - 11:48 Português
Poesia/Intervenção As sobras da vida 0 149 02/13/2021 - 19:13 Português
Poesia/Intervenção Hipócritas 0 165 02/12/2021 - 18:49 Português
Poesia/Paixão No alvorecer do seu olhar 0 81 02/11/2021 - 18:13 Português
Poesia/Amor A deusa da minha poesia 0 161 02/11/2021 - 13:18 Português
Poesia/Intervenção Hiroshima 0 83 02/10/2021 - 17:53 Português
Poesia/Meditação Não tenha medo do silêncio 0 106 02/09/2021 - 18:42 Português
Poesia/Tristeza De tudo ficou um pouco 0 111 02/08/2021 - 22:41 Português
Poesia/Desilusão Essa religião 0 76 02/08/2021 - 17:31 Português
Poesia/Intervenção Mal acariciada pelo destino 0 144 02/06/2021 - 20:57 Português
Poesia/Desilusão Se eu soubesse que a dor fosse tão terrível assim 0 150 02/05/2021 - 21:51 Português
Poesia/Desilusão Os teus passos parecem que tem o som da solidão 0 136 02/05/2021 - 17:27 Português
Poesia/Intervenção Protestos de um morador de rua eloquente 0 116 02/04/2021 - 21:46 Português
Poesia/Paixão Porque certas pessoas são cegas em suas paixões 2 160 02/04/2021 - 21:45 Português
Poesia/Intervenção A incapacidade monstruosa de se levar algo assim tão a sério 0 143 02/03/2021 - 18:14 Português
Poesia/Tristeza O poema ainda não está pronto 2 145 02/03/2021 - 18:13 Português
Poesia/Tristeza Você pode andar livremente entre as flores 2 183 02/02/2021 - 19:30 Português
Poesia/Amor O sonho vê-se de teus olhos 0 183 02/01/2021 - 17:33 Português