CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O vento que flutua no silêncio

Chora a alma no silêncio da madrugada
Sem que ninguém possa ouvir
A desilusão que sufoca o coração
E o empurra para o abismo sem fim.
Uma tristeza sem limites
Como dinamites a explodir o sentimento
Derrubando-o pela escarpa do tempo
Que não passa...tortura!
Medo e sobressalto
Nas vozes que perturbam-me
Minha alma está destroçada
Misturada a ossos e poeiras.
Destruição que arromba os meus olhos
Num sentimento de angústia
Que culmina em ruínas de lágrimas.
Mágoas soterram o meu rosto
E vivo sob entulhos de escuridão
Meu coração vive em pulsação
Nas realidades de sonhos nos escombros.
Os ruídos perturbam a minha mente
E, no chão, desabo desconsolado
Onde meus passos são desmantelado
Por um caminho triste e inóspito.
A madrugada não termina
E minha dor arrasa-me a alma
Meus prantos não podem ser ouvidos
Pois o vento flutua no silêncio.
Os gritos são abafados na escuridão
Que dilacera o meu sentimento
Na solidão das minhas noites
Não há uma razão para a esperança.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

segunda-feira, março 11, 2019 - 22:16

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 3 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 4397

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção Levantar-me-ei 0 23 07/10/2020 - 20:37 Português
Poesia/Desilusão No fim 0 12 07/09/2020 - 16:11 Português
Poesia/Amor Eu só queria falar de amor 0 25 07/07/2020 - 19:20 Português
Poesia/Amor As três faces do amor 0 24 07/03/2020 - 19:05 Português
Poesia/Amor Imaginação 0 33 07/02/2020 - 18:09 Português
Poesia/Amor Sonhos ao luar 0 34 07/01/2020 - 14:27 Português
Poesia/Meditação A primeira vez que me mataram 0 56 06/19/2020 - 17:53 Português
Poesia/Tristeza Saudades 0 49 06/19/2020 - 17:51 Português
Poesia/Pensamentos Devaneios de um poeta 0 36 06/19/2020 - 17:44 Português
Poesia/Pensamentos O atroz encanto de ser idiota 0 94 06/17/2020 - 17:07 Português
Poesia/Amor Amar é 0 54 06/17/2020 - 17:05 Português
Poesia/Tristeza A cidade que te esconde 0 59 06/17/2020 - 17:04 Português
Poesia/Amor Deixa o sol nos levar amor 0 186 06/09/2020 - 22:36 Português
Poesia/Amor Por amor 0 57 06/09/2020 - 22:35 Português
Poesia/Meditação O Curioso Caso de Paulo Coelho 0 70 06/09/2020 - 22:34 Português
Poesia/Meditação O Misterioso Homem na Praça Barão 0 95 06/01/2020 - 20:21 Português
Poesia/Amor Som da alegria 0 133 06/01/2020 - 20:19 Português
Poesia/Amor Poemas ao teu olhar 0 61 05/29/2020 - 22:23 Português
Poesia/Amor A canção do crepúsculo 0 65 05/27/2020 - 20:06 Português
Poesia/Tristeza Lágrimas da realidade 0 67 05/25/2020 - 21:34 Português
Poesia/Amor Do fundo do coração 0 63 05/25/2020 - 20:49 Português
Poesia/Tristeza Será que ela vai perceber a dor deste meu coração? 1 174 05/23/2020 - 12:35 Português
Poesia/Paixão O sorriso que vem do coração 0 74 05/21/2020 - 20:26 Português
Poesia/Paixão O sorriso que vem do coração 0 56 05/21/2020 - 20:23 Português
Poesia/Pensamentos O silêncio da reflexão 0 77 05/19/2020 - 20:46 Português