CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A pequena árvore

Lá estava ela com suas folhas verdes
Balançando pra lá e pra cá
De forma esplendorosa
Inspirando um rio de imaginação...

Ao lado de uma pequena mercearia
De frente ao morro com diversas árvores
Semelhantes a ela,
Mas, ela era diferente...

Logo com ar de ansiedade
Vinha a pequena Lucy e o pequeno Derick
Pretendiam dar máxima atenção
Aos seus queridos avós
Mas não se continham e logo corriam
A escalar seus longos galhos...

Lá em cima naquela linda paisagem
Vinham iniciar-se um mar de brincadeiras
De diversas maneiras...

Aquela pequena árvore logo se transformara
Em um imenso avião
Com muitos passageiros
Preparados para uma fantástica excursão...

De repente se viam em um pequeno submarino
Mergulhando sob o mar sem medo de serem vistos
Pelo tubarão
Que logo estava vindo...

Seus galhos começaram a tremer
Suas folhas a se espalhar
Já se via no imenso céu
Um tempo de chuva a formar...

A brincadeira teria que se acabar
Senão Lucy e Derick viria a se molhar
Lá estavam eles indo embora
Sem saber que seria a última vez
Que seus longos galhos escalariam com sensatez...

Cada vez mais as horas avançavam
Os minutos passavam
Dias, meses, enfim, anos
Mas aqueles olhares ansiosos
Não se viam mais na esplendorosa árvore a brincar...

Suas folhas verdes
Já não transmitiam um rio de imaginação
Somente folhas
A se espalhar pelo chão...

Mas, lá no fundo a esperança
De que algum dia eles voltariam
E seus galhos, já decompostos pelo tempo,
Escalariam...

Em um dia não tão bonito de sol
Se viam duas figuras
Com braços e pernas esticados
Sentados à sua sombra
Sem nem a ter olhado...

Com tipos eletrônicos nas mãos
Que por sinal lhes despertavam grande atenção
Ao reparar bem de perto
Sim! Eram Lucy e Derick bem dispersos...

Logo percebeu que infelizmente
Seus galhos eles não escalariam
Suas folhas eles não balançariam
E atrás de seu tronco não se esconderiam...

Mas, se encheu de grande esperança
De que alguém um dia faria
Reviver aquela linda magia
Que um dia ela já transmitia...

Ela teria que esperar
Talvez em anos se acabar
Porém, naquele momento
A esperança rodeava,
E mesmo que sozinha afinal
Ela terminara...

Poema: Isabella Godoi (13 anos)*
Orientador: Odair José, Poeta Cacerense

*Isabella Godoi é minha enteada, tem 13 anos e está começando a escrever suas fantasias em forma de poesia. Eu amei a escrita dela. Estou orgulhoso.

Leia mais: https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=355905 © Luso-Poemas

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, fevereiro 26, 2021 - 21:41

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 15 horas 7 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 5416

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Pedaços de emoção 0 43 04/10/2021 - 19:31 Português
Poesia/Pensamentos Vejo o Rio Paraguai que desliza 0 83 04/09/2021 - 16:40 Português
Poesia/Amor Só mais uma vez... 0 83 04/08/2021 - 14:19 Português
Poesia/Intervenção Terra do pecado 0 65 04/07/2021 - 19:17 Português
Poesia/Pensamentos As palavras no mundo 0 88 04/07/2021 - 15:24 Português
Poesia/Meditação Paleolítico 0 93 04/06/2021 - 17:03 Português
Poesia/Tristeza Não sei se vou me acostumar 0 64 04/05/2021 - 18:55 Português
Poesia/Amizade Uma breve canção à amizade 0 107 04/04/2021 - 22:08 Português
Poesia/Meditação Ao derramar poeira de luto na cabeça 0 74 04/03/2021 - 13:24 Português
Poesia/Fantasia A reflexão do último dia da existência não absoluta do mortal 0 84 04/02/2021 - 14:42 Português
Poesia/Fantasia Nos jardins secretos da alma 0 274 04/01/2021 - 14:25 Português
Poesia/Meditação Recria tua vida 0 81 03/31/2021 - 13:30 Português
Poesia/Amor Revelação 0 78 03/30/2021 - 21:50 Português
Poesia/Amor Quando se pensa neste amor 0 88 03/30/2021 - 19:37 Português
Poesia/Intervenção Necropsia 0 123 03/29/2021 - 21:11 Português
Poesia/Meditação Se eu for fiel 0 99 03/28/2021 - 15:15 Português
Poesia/Meditação Covas abertas quando se falta o ar 0 170 03/27/2021 - 20:16 Português
Poesia/Fantasia As pedras entre os espinhos 0 144 03/26/2021 - 19:32 Português
Poesia/Amor Nascem as borboletas nas danças dos anjos 0 154 03/25/2021 - 20:02 Português
Poesia/Amor No profundo de sua alma 0 179 03/25/2021 - 14:26 Português
Poesia/Intervenção O mundo é um lugar estranho agora 0 97 03/24/2021 - 19:38 Português
Poesia/Desilusão Pequenos ruídos de uma alma inquieta na manhã do tempo 0 116 03/23/2021 - 21:07 Português
Poesia/Intervenção Flagelos 0 125 03/22/2021 - 19:30 Português
Poesia/Meditação Será que estou no lugar certo? 0 157 03/19/2021 - 18:58 Português
Poesia/Tristeza Nas caladas do silêncio 0 190 03/18/2021 - 19:36 Português