CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Perdidas na tumulta noite escassa

Perdidas na tumulta noite escassa
Sobre o soalho de sangue manchado
Beijam-se duas sombras num triste fado
À luz da casta vela e da fumaça

Seus sonhos presos na água de uma taça
Seu futuro numa cruz amarrado
Resta apenas o encontro assolapado
Durante os seus sonos de desgraça

No inteligível foi-lhes restringido
No mundo visível ferozmente proibido
À sombra das chamas do amor ideal

Que terá esse amor de especial?
Se é só por ser somente descabido
Porquê viver de encontros sem sentido?

Submited by

segunda-feira, agosto 23, 2010 - 07:59

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

melissaposeidon

imagem de melissaposeidon
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 16 semanas
Membro desde: 07/12/2010
Conteúdos:
Pontos: 68

Comentários

imagem de Charles Antônio Marques Pereira

Que lindo!

É um lindo soneto e os demais não ficam atrás. Muito profunda a sua poesia.yes

imagem de danyfilipa

Re: Perdidas na tumulta noite escassa

todo o poema...é fantastico , mas tenho que frisar...

"Seus sonhos presos na água de uma taça
Seu futuro numa cruz amarrado
Resta apenas o encontro assolapado
Durante os seus sonos de desgraça" muito muito bom!!!

:-)

imagem de nunomarques

Re: Perdidas na tumulta noite escassa

Enquanto a luz de uma vela brilhar, o beijo das sombras é eterno e as noites encantadas. Belo Poema

imagem de apsferreira

Re: Perdidas na tumulta noite escassa

Um belo poema.
Gostei bastante de ler.
:-)

imagem de Almalusitana

Re: Perdidas na tumulta noite escassa

Lindo este teu poema. Gostei imenso. Parabéns. Abraço

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of melissaposeidon

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto Agerasia 1 651 05/09/2011 - 00:27 Português
Poesia/Gótico Perdidas na tumulta noite escassa 5 601 05/04/2011 - 01:22 Português
Poesia/Soneto À distância mórbida e desumana 1 547 05/03/2011 - 12:33 Português
Poesia/Gótico O amor, o amor é solidão somente! 4 694 04/27/2011 - 00:43 Português
Videos/Poesia Carmina Burana 0 770 11/20/2010 - 16:50 Português
Poesia/Soneto URL Email Imagens Enviar imagens Smiley Flash Youtube Codigo fonte Citar negrito Italico Sublinha Riscado Esquerdo Centro Direito Ser poeta, que complicada vida Dar luz a um mundo nas trevas da mente Mascar palavras num sonho indolente De uma alta mis 0 794 11/18/2010 - 16:35 Português
Poesia/Desilusão A solidão presa à minha saudade 3 530 09/10/2010 - 03:02 Português
Poesia/Desilusão Belo olhar, desleal pressentimento 1 555 09/01/2010 - 02:33 Português
Poesia/Desilusão Os sonhos negros se converteram 1 549 09/01/2010 - 00:43 Português
Prosas/Pensamentos Arrependimento 1 500 08/31/2010 - 10:28 Português
Poesia/Soneto Rainha da Saudade 3 554 08/29/2010 - 21:14 Português
Poesia/Gótico Lacrimando nos prados verdejantes 3 722 08/29/2010 - 02:11 Português
Poesia/Amor Num papelinho escrevi-te um poema 3 470 08/29/2010 - 01:48 Português
Poesia/Soneto Ser poeta 1 559 08/24/2010 - 07:58 Português