CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Resistência

Não sinto minhas mãos
Estão paralisadas, atrofiadas, algemadas
E minha voz sufocada
Já não posso gritar a revolução.

Não há manifestações
Que possam romper a crueldade
A maldade, a infelicidade
De gente sem afeto nos corações.

Já não tem remédios com que venha curar
Tamanha ignorância social
De gente tão propensa ao mal
Que destroem os que procuram amar.

Eu quero abrir meu coração
Falar do grande desastre racional
De um mundo tão radical
Que fere na alma a emoção.

Sou um ser humano sonhador
Que um mundo melhor deseja
Para os meus filhos almeja
Um mundo repleto de amor.

Mas onde esse amor se pode encontrar?
Se a maioria não busca viver
Se a maioria não quer nem saber
E nem ao próximo deseja amar?

Não deixarei que destruam os sonhos meus
Nem que a minha voz se faça calar
Aos quatro cantos do mundo vou gritar
Que não acabem com os planos seus.

Vamos uma sociedade justa organizar
Com ousadia e resistência
Lutar com persistência
Para um mundo melhor ao futuro deixar.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

domingo, fevereiro 17, 2019 - 14:21

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 2 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 4392

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão No fim 0 8 07/09/2020 - 16:11 Português
Poesia/Amor Eu só queria falar de amor 0 8 07/07/2020 - 19:20 Português
Poesia/Amor As três faces do amor 0 20 07/03/2020 - 19:05 Português
Poesia/Amor Imaginação 0 29 07/02/2020 - 18:09 Português
Poesia/Amor Sonhos ao luar 0 30 07/01/2020 - 14:27 Português
Poesia/Meditação A primeira vez que me mataram 0 43 06/19/2020 - 17:53 Português
Poesia/Tristeza Saudades 0 48 06/19/2020 - 17:51 Português
Poesia/Pensamentos Devaneios de um poeta 0 34 06/19/2020 - 17:44 Português
Poesia/Pensamentos O atroz encanto de ser idiota 0 92 06/17/2020 - 17:07 Português
Poesia/Amor Amar é 0 53 06/17/2020 - 17:05 Português
Poesia/Tristeza A cidade que te esconde 0 58 06/17/2020 - 17:04 Português
Poesia/Amor Deixa o sol nos levar amor 0 115 06/09/2020 - 22:36 Português
Poesia/Amor Por amor 0 55 06/09/2020 - 22:35 Português
Poesia/Meditação O Curioso Caso de Paulo Coelho 0 67 06/09/2020 - 22:34 Português
Poesia/Meditação O Misterioso Homem na Praça Barão 0 77 06/01/2020 - 20:21 Português
Poesia/Amor Som da alegria 0 131 06/01/2020 - 20:19 Português
Poesia/Amor Poemas ao teu olhar 0 59 05/29/2020 - 22:23 Português
Poesia/Amor A canção do crepúsculo 0 62 05/27/2020 - 20:06 Português
Poesia/Tristeza Lágrimas da realidade 0 65 05/25/2020 - 21:34 Português
Poesia/Amor Do fundo do coração 0 58 05/25/2020 - 20:49 Português
Poesia/Tristeza Será que ela vai perceber a dor deste meu coração? 1 171 05/23/2020 - 12:35 Português
Poesia/Paixão O sorriso que vem do coração 0 72 05/21/2020 - 20:26 Português
Poesia/Paixão O sorriso que vem do coração 0 55 05/21/2020 - 20:23 Português
Poesia/Pensamentos O silêncio da reflexão 0 74 05/19/2020 - 20:46 Português
Poesia/Pensamentos O dizer do silêncio 0 136 05/14/2020 - 00:05 Português