CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

AS RUÍNAS DA CAPELINHA

Beirando a cerca, ali na invernada
feito roupa branca quarando no varal,
corre uma seriema garbosa e assustada,
porque a noite logo vai jogar as trevas no umbral

da velha capelinha branca em ruinas. E, perto dela
lá na curva do caminho foi que mataram o peão,
que dedilhava na viola caipira, em sua sela,
para seu único amor, uma nova canção.

A seriema, com certeza, sabe da estória
da menina apaixonada, que morreu de tanto amor.
Ela ainda mora na capela, numa obsessão alucinatória,
e jura que vai segui-lo em outra vida por onde ele for.

As pessoas contam causos e evitam por ali passar.
O riacho transparente, que de dia corre melodioso e sereno,
ao cair da noite se turva. Parece rouco e tristonho a soluçar.
Eu já passei ali, e quem se arrepia eu não condeno.

J. Thamiel
Guarulhos, 20.03.2020
20:03h

Submited by

sexta-feira, março 20, 2020 - 17:54

Poesia :

No votes yet

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 horas 18 minutos
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 3313

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral FIAT LUX 2 49 01/16/2021 - 13:54 Português
Poesia/Fantasia OS NEFLINS 0 78 01/16/2021 - 05:01 Português
Poesia/Geral SOMOS POSSÍVEIS E PASSÍVEIS DE ERROS 1 74 01/15/2021 - 15:24 Português
Poesia/Pensamentos SEGUIMOS O VENTO 0 137 01/14/2021 - 14:42 Português
Poesia/Fantasia NÃO ESTOU SOZINHO 2 172 01/12/2021 - 11:25 Português
Poesia/Geral ORGULHOSO COMPLACENTE 0 124 01/10/2021 - 21:33 Português
Poesia/Fantasia MEUS VERSOS TALVEZ TE AGRADEM... 0 124 01/07/2021 - 14:13 Português
Poesia/Pensamentos PHILOSOPHANDO 0 91 01/02/2021 - 11:57 Português
Poesia/Amor TEU ADVENTO 0 160 12/29/2020 - 16:40 Português
Poesia/Geral BOCA DE TRAMELA 0 137 12/29/2020 - 14:24 Português
Poesia/Geral INFINITO 1 142 12/19/2020 - 00:17 Português
Poesia/Fantasia EL PÁJARO 0 124 12/18/2020 - 15:18 Português
Poesia/Fantasia ANJO DE 'SADE' 0 163 12/08/2020 - 12:08 Português
Poesia/Geral O TÚNEL 1 345 12/04/2020 - 11:26 Português
Poesia/Geral V Í R U S 0 173 11/24/2020 - 16:53 Português
Poesia/Geral A MORTE 0 211 11/17/2020 - 17:31 Português
Poesia/Intervenção SE VOCÊ TEM VONTADE DE ESCREVER, FAÇA COMO EU (Parte 2) 0 103 11/16/2020 - 22:00 Português
Poesia/Intervenção SE VOCÊ TEM VONTADE DE ESCREVER, FAÇA COMO EU (Parte 1) 0 200 11/14/2020 - 14:24 Português
Poesia/Soneto SONETO DA CLARIDADE 2 247 11/14/2020 - 10:51 Português
Poesia/Geral A NOIVA 0 181 11/08/2020 - 12:22 Português
Poesia/Geral O POETA NÃO PRECISA VIVER 0 211 11/05/2020 - 12:10 Português
Poesia/Geral ERUDIÇÃO 0 232 10/28/2020 - 22:47 Português
Poesia/Geral O SOL 1 280 10/22/2020 - 22:33 Português
Poesia/Geral SONHAR É BOM DEMAIS 0 177 10/16/2020 - 12:14 Português
Poesia/Desilusão EL PÁJARO 0 137 10/07/2020 - 20:38 Espanhol