CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Tão amável avó Maria...

Meu nome é Maria como tantas outras Marias
Antes só alegria; hoje só melancolia
Fiquei viúva muito cedo e com minha filha eu sempre morei
Então ela se casou e com ela na luta eu continuei

Lembro-me do nascimento do meu primeiro netinho
Emocionei-me muito quando coloquei
em meus braços aquele anjinho
Todo mundo sabe que pelos netos
as avós sentem o dobro de carinho
Eu só tive uma filha, feliz eu fiquei de ver nascer dela
aquele frágil homenzinho

Ele chorava de noite e logo diziam:
- Chamem a vovó Maria!
Eu chegava com meu amor de avó
e transformava o choro em calmaria
Enquanto a minha filha trabalhava,
todos os dias do meu neto eu cuidava
Fui a muitos passeios com eles
e sempre nos meus braços ele estava
Então o menino cresceu
e da vovó Maria ele já não mais precisava

Comecei a sentir uma estranha mudança,
antes eu era importante naquele lar
Já não me levavam aos passeios,
a razão era porque andava muito devagar
Na sala eu me sentia isolada,
ninguém do meu lado queria sentar
Até nas conversas não tinham paciência de ouvir
o que eu tinha para falar
Diziam: -Deixe a avô Maria maluca para lá,
já está caduca ou vai caducar!

Eles não entendiam que o que eu mais queria
era um pouco de atenção
Eu queria dar para eles o meu amor de avó
e de mãe que eu carregava no fundo meu coração!
Eu nunca deixei eles verem as minhas lágrimas,
eles nunca me viram chorar
Ingratidão de neto e de filha é muito triste,
não queiram imaginar

Num dia bem cedinho pegaram a minhas coisas
e levaram para um quartinho
Quarto que se guardam tranqueiras,
meu coração ficou triste e apertadinho
Não me deram se quer uma única explicação,
para eles a minha solidão seria a solução!
Foi á noite mais triste da minha vida,
doeu muito àquela separação!

Não tinha acesso mais a cozinha
e nem podia ir á sala ver televisão
Estava no quarto das tranqueiras,
das coisas velhas curtindo a minha aflição
Um dia criei coragem e do meu sofrer
para minha filha eu fui falar
Então no meu rosto ela deu um tapa,
vi naquela hora o meu mundo desabar

Depois deste dia era normal a minha filha me agredir
Muitas vezes sentindo muito medo eu pensei até em fugir
Mas seria loucura eu não tinha para onde ir!
O meu quarto sempre foi solitário e úmido,  tive  então como
resultado um reumatismo que passou a me consumir
Era só o começo do pesadelo que estava por vir

A doença me jogou numa cama,
então contrataram uma mulher para cuidar da avó Maria!
Agora sim ficou muito pior,
de dia eu apanho da mulher e a noite da minha filha!
Estou num desespero, esperando a morte me levar
Mataram em mim todos os sonhos
até o direito de existir e amar!

Sou tranqueira jogada num canto,
a minha vida hoje é tão triste e vazia
Mais durmo do que acordo,
eu me entreguei a este ambiente de melancolia...
Às vezes na minha insanidade
surgem imagens antigas,
me fazendo lembrar
que um dia
eu fui para eles...

a tão amável avó Maria

Dany

 

Retrato (Cecilia Meireles)

 

 

http://canto-cigano.blogspot.com/2011/11/tao-amavel-avo-mariaby-dany.html

http://2.bp.blogspot.com/-856l_fGVHqQ/TslizpB8wcI/AAAAAAAACoc/wv22bkkNzEw/s1600/4790754447_28c2bc592b.jpg

http://3.bp.blogspot.com/-WD51nT1CyEk/TsljWXwxO6I/AAAAAAAACok/o_CSXuQorn4/s1600/images.jpg

http://1.bp.blogspot.com/-0hyzE-4pUx4/TsljlJX7MpI/AAAAAAAACos/Uu6M1_stt4Q/s1600/bebe+menina+em+ponto+cruz.jpg

http://1.bp.blogspot.com/-bGvS4TBTg7c/TsllaV5poSI/AAAAAAAACpU/DkSXnRDSxcg/s1600/8197741_OmJj0.jpeg

http://3.bp.blogspot.com/-oS1vtRRWyLY/TslkJrmzKoI/AAAAAAAACo8/4Uaem5sRh60/s1600/idoso.jpg

http://4.bp.blogspot.com/-YJx8kMdkidA/TsllnWhCknI/AAAAAAAACpc/gXsOrGqunME/s1600/violancia-contra-idosos.jpg

http://1.bp.blogspot.com/-IN-PMFtSLBw/Tslk6BJaXYI/AAAAAAAACpM/Z3FJHTu5FxQ/s1600/Images-idoso.jpg

 

 

Submited by

segunda-feira, novembro 21, 2011 - 01:56

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

Dany May

imagem de Dany May
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 44 semanas
Membro desde: 11/01/2011
Conteúdos:
Pontos: 1271

Comentários

imagem de apsferreira

A triste realidade de tantas

A triste realidade de tantas Almas.

tão bem retatada, aqui, neste teu texto.

Gosto de ler-te, Dany,

:-)

imagem de Dany May

Boa noite amigo

Albano isto acontece e muito!

Eu sempre respeitei os idosos desde a minha infância!

Sinto por eles um carinho muito grande!

E só de imaginar que alguém tem a coragem ,

de humilhar e espancar um idoso fico muito mal!

obrigado pela presença amigo!

Abraços

Dany

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Dany May

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos É DIFÍCIL SER INTEIRO! 3 1.900 02/27/2018 - 10:36 Português
Poesia/Amor Quero fazer amor 2 2.958 06/29/2014 - 13:18 Português
Poesia/Acrósticos Filhos do vento 2 1.574 06/22/2014 - 18:03 Português
Poesia/Alegria Para que serve a vida? 2 1.779 06/22/2014 - 18:00 Português
Poesia/Dedicado A liberdade de ser um cigano 0 2.474 03/17/2014 - 01:12 Português
Poesia/Meditação Oh minha Santa Sara, o meu olhar está fixo no teu altar 0 4.487 03/17/2014 - 01:03 Português
Poesia/Acrósticos Santa Sara Kali - Acróstico 0 3.940 03/17/2014 - 00:51 Português
Poesia/Desilusão Sonhadora 0 1.910 02/23/2014 - 12:30 Português
Poesia/Amor Sonho ser uma ventania e não sou 0 1.184 02/23/2014 - 12:16 Português
Poesia/Dedicado Eu fito as estrelas de perto! 0 2.259 10/07/2013 - 13:54 Português
Poesia/Dedicado Minha Mãe Meu Anjo 0 4.002 08/12/2013 - 10:23 Português
Poesia/Meditação ASAS DA IMAGINAÇÃO 2 1.326 08/12/2013 - 09:48 Português
Poesia/Dedicado O Povo Cigano merece o nosso respeito! By Janete Sales Dany 0 2.061 04/07/2013 - 18:20 Português
Poesia/Pensamentos A maioria das derrotas somos nós quem fabricamos... 0 1.233 03/16/2013 - 11:29 Português
Poesia/Fantasia Poesia, a Fusão do Princípio e do Fim! 2 1.603 02/20/2013 - 22:48 Português
Poesia/Amor Você é o melhor cobertor quando estou nua. 2 1.675 02/20/2013 - 22:45 Português
Poesia/Tristeza Poesia do adeus para sempre! 0 2.694 12/04/2012 - 14:17 Português
Poesia/Acrósticos O amor cura tudo! 0 2.705 12/04/2012 - 14:02 Português
Poesia/Acrósticos Respeito pelo irmão! 0 1.941 12/04/2012 - 13:36 Português
Poesia/Meditação Não morra no deserto! 2 1.820 12/04/2012 - 12:29 Português
Poesia/Acrósticos Minha vida sem amor! 4 1.690 12/04/2012 - 12:18 Português
Poesia/Amor Quem sabe você está lá? 2 1.424 11/30/2012 - 23:00 Português
Poesia/Tristeza Um conflito sem solução! - Gazal 0 1.668 11/20/2012 - 11:43 Português
Poesia/Meditação O homem triste sorriu! 0 3.463 11/08/2012 - 15:10 Português
Videos/Poesia O homem triste sorriu e um sorriso ao se abrir...By Janete Sales - Dany 0 2.882 11/08/2012 - 14:58 Português