CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A tua imagem...

Aqui
Deste lado do vidro
Percebo que me falta
A nitidez de outrora
E os teus contornos
Não são mais traços contínuos
Mas pontos dispersos
Que como água
No tempo se evaporam
Dissolvidos pelo vento

Estico a mão
Como se impedir pudesse
Que te fosses…
E tudo o que sinto
É a frieza de um vidro
Que por meus dedos verte
E me absorve
Deixando-me assim
Sem memórias da luz
Que refletias em mim

Cerro os olhos
Rasos de vazio
Na esperança de reaver
A nitidez de tua imagem
Que teimo em reter
E enfim te encontro…
A Perfeição de ti
Tal luz que sempre vi
Que só eu vi…

E viverei uma vida inteira
De olhos bem cerrados
Para que o tempo e o vento
Não levem também
A imagem que guardo de ti
Fechada a sete chaves
No baú de minha memória…

Sandra Lopes

Submited by

quarta-feira, abril 18, 2012 - 12:25

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Mydeepsoul

imagem de Mydeepsoul
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 48 semanas
Membro desde: 10/27/2011
Conteúdos:
Pontos: 660

Comentários

imagem de Teresa Almeida

Pressinto, deste lado do

Pressinto, deste lado do vidro, sentires que projectas para lá dele; talvez no ensejo de uma vida em plenitude. Talvez a vida que o baú encerra.

Adorei amiga.

Abraço.

imagem de Mydeepsoul

Este foi, sem sombra de

Este foi, sem sombra de dúvida, o comentário mais "acutilante" que recebi... :)

Obrigada querida Teresa...

Um beijo

imagem de GIL60

Belíssimo poema, amiga Mydeepsoul

Belíssimo poema, amiga Mydeepsoul.

Na nossa retina, no nosso coração, ficam sempre gravadas imagens que nunca se apagam.

Parabéns!

Beijinhos

imagem de Mydeepsoul

Amigo Gil, agradeço muito o

Amigo Gil, agradeço muito o seu comentário... sempre tão valioso :)

Um beijo
Sandra

imagem de RICARDORODEIA

Poesia bela, visual... Poesia

Poesia bela, visual...

Poesia dentro da poesia,
Como o esquecimento a caír no esquecimento...

Resta a sensação... esse amor (que nunca se esquece)
Repousa inerte na memória...
~~~ flutua ~~~~

AMÉN (assim foi, assim é, assim será...)
- o que foi realidade, será sempre realidade... - (só depende do "canal", da "estação"!)

Parabéns!

Bj.

PS: Como se traduz "Creep" para português?

imagem de Mydeepsoul

Olá Ricardo, Feliz pela tua

Olá Ricardo,
Feliz pela tua presença “aqui”.
“o que foi realidade, será sempre realidade…” dependendo do canal… é verdade, cada um com a sua versão…

Quanto à tua questão… tenho duas respostas completamente distintas.

A 1ª, pelo meu EU profundamente imaturo, ingénuo e sentimental, traduzindo apenas o som para que a palavra em si me remete:

CREEP = MOMENTO: Único, mágico, perfeito.

A 2ª, mais rebuscada pelo meu EU fingindo maturidade e sabedoria :)

CREEP = INDIVIDUO COMPLICADO: pessoa que, confrontada com uma simples nota de amor, se protege em uma barreira intransponível, receando que a palavra AMOR ganhe vida própria e ataque, inconsequente, tal arma destruidora… :)

E a tua tradução de "Creep"... qual é?

imagem de RICARDORODEIA

Em resposta à tua pergunta

Em resposta à tua pergunta (devolvida): Não conseguiria dar melhor resposta. A minha tradução estará totalmente contemplada na tua. Exatamente o mesmo!
As duas respostas podem traduzir perfeitamente o termo "creep", embora seja obvio que uma tradução é mais livre e pessoal, lol!.

Bj.

imagem de Jorge Humberto

Exposto coração,

Exposto coração, que não se nega
nem no sofrimento... isso é dádiva
para mim, para quem te lê,
que assim caminha a teu lado.

Inteiramente Tu... alma grande assim nem todos alcançam.

Grato pela tua poesia.

Beijinhos mil
jorge Humberto

imagem de Mydeepsoul

Querido Humberto, sempre me

Querido Humberto, sempre me surpreende a forma como teces a tua interpretação sobre as minhas palavras, sempre tão assertivo... sempre tão lisonjeador.

"Inteiramente Tu... alma grande assim nem todos alcançam." fico muifo feliz que me penses dessa forma, afinal, quem nao gostaria de o ser? :)

Beijo enorme
Sandra

imagem de antonioduarte

Agora que os olhos se

Agora que os olhos se enevoam
Podes ver as diferenças,
mesmo sofrendo as lembranças nas angústias frias,
evasivas que se perdem no tempo por entre os dedos vertidas...
Das mãos, a tentativa, ao impecilho das memórias fugidias;
como um grito de dor que, não mais dá sinal de si,
Cerrando o olhar ao abandono dos quereres,
pela verdade que existe nos momentos da maior solidão...

Posso enebriar-me e sentir no peito um sufoco que se esvaia
E guardar em mim o que de bom deixaste

"para que o tempo e o vento
Não levem também
A imagem que guardo de ti
Fechada a sete chaves
No baú da minha memória..."

Vislumbro em teu texto a imagem de todas as ansiedades descritas,por ti, numa melodia de todos os teus sentires.
A "Tua imagem..." É realmente um tumor da paixão.
Muito bom.

Adoro o geito como exprime e alarga a comoção de cada sentimento.

Com carinho:
Grande abraço.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Mydeepsoul

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor SEMPRE VOLTAS... 0 682 01/08/2014 - 10:04 Português
Poesia/Pensamentos RASGUEI-TE DE MIM... 1 1.025 11/30/2013 - 22:31 Português
Poesia/Dedicado Mulher-Menina... Mãe-Vida 0 1.193 11/14/2013 - 13:13 Português
Poesia/Pensamentos Saudades tuas... 2 6.868 11/14/2013 - 10:09 Português
Poesia/Geral ... 0 708 10/01/2013 - 15:15 Português
Poesia/Amor Naquela Encosta Junto ao MAR... 0 619 06/06/2013 - 22:56 Português
Poesia/Dedicado Alma de Guerreiro... 0 918 06/05/2013 - 23:25 Português
Poesia/Paixão EMBRIAGA-ME... 0 661 04/02/2013 - 23:09 Português
Poesia/Pensamentos Prenúncio... 0 490 02/28/2013 - 22:30 Português
Poesia/Tristeza O Nada de Nós… 4 488 01/27/2013 - 21:51 Português
Poesia/Erótico Chão de Luxúria... 2 599 01/23/2013 - 22:08 Português
Poesia/Paixão Beijo Roubado... 2 1.468 01/04/2013 - 22:45 Português
Poesia/Amor Que de TI ME chegue... 2 1.038 01/04/2013 - 22:40 Português
Poesia/Tristeza Olhas-me... 6 1.013 01/04/2013 - 22:36 Português
Poesia/Amor Saudade... 0 746 11/18/2012 - 23:35 Português
Prosas/Contos Das minhas sementes, despontam agora as flores... 0 816 11/13/2012 - 22:01 Português
Poesia/Geral Sopros de Fogo Carmim... 2 961 10/21/2012 - 22:09 Português
Poesia/Pensamentos Dos fios das ilusões 2 624 10/18/2012 - 14:58 Português
Poesia/Amor Na espera se vive... 0 587 07/31/2012 - 00:00 Português
Poesia/Amor De branco, meu amor, te aguardo... 1 840 07/16/2012 - 23:42 Português
Poesia/Pensamentos ESPERA-SE... 2 740 07/10/2012 - 17:02 Português
Poesia/Pensamentos Que os meus olhos confessem... 6 703 07/03/2012 - 21:02 Português
Poesia/Amor Chove-me... 8 906 07/03/2012 - 20:45 Português
Poesia/Paixão De TI me fica... 6 857 06/28/2012 - 22:49 Português
Poesia/Tristeza Uma História de horror... 4 589 06/26/2012 - 21:34 Português