CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Uma rosa sem espinho

Por algum tempo
Fiquei parado na esperança de que pudesse esquecer
Gostaria muito de acordar
E saber que tudo não passou de um sonho,
Mas a realidade foi muito diferente
Meu coração não podia mentir para mim mesmo
Eu amava você
Não tinha nenhum sonho
Apenas a realidade dolorida de uma amor sem resposta
Você sempre duvidava
Não acreditava que eu pudesse te amar
O amor era algo irreal no seu mundo tão sofrido
As rosas sempre tinham espinhos para você.

Mas eu estava ali
Diante de você expunha meu mundo
Abria-lhe meu coração
Oferecia-lhe uma rosa
E você procurava encontrar nela os espinhos
Mas meu coração mostrou para você
Que realmente te amava
Um amor sincero e sem restrição.

Parecia contos de fadas
E você não acreditava em contos desse tipo
Continuava procurando os espinhos
Sem saber como suportar a dor de não ter você
Eu me calei
Deixei que o silencio falasse por mim
Nas noites longas meu coração sofria sozinho
Por desejar sua felicidade deixei que se fosse.

No horizonte distante
Contemplo sua imagem linda e sedutora
Correndo pela planície distante
Seus cabelos são elevados pelo vento
E o sol bate em seu rosto
Procuras a felicidade
A rosa sem espinho que está no meu coração.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, novembro 5, 2021 - 22:08

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 horas 46 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 8360

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Poesia, melodia e fantasia 3 31 08/09/2022 - 23:48 Português
Poesia/Desilusão Vacilo 3 35 08/09/2022 - 19:55 Português
Poesia/Amor Onde está meu coração 3 66 08/08/2022 - 13:22 Português
Poesia/Meditação A Solidão e o Cativeiro 3 65 08/05/2022 - 19:59 Português
Poesia/Intervenção Realidade inquietante 3 63 08/04/2022 - 20:55 Português
Poesia/Desilusão Que essa ilusão morra enquanto ainda é esperança 3 84 08/03/2022 - 20:40 Português
Poesia/Amor Deixei a tarde para você 3 48 08/02/2022 - 19:04 Português
Poesia/Meditação Calmaria para o coração 3 125 08/01/2022 - 12:56 Português
Poesia/Desilusão A morte é só pedra do esquecimento 3 139 07/30/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Te amei sem que eu o soubesse 3 176 07/29/2022 - 13:56 Português
Poesia/Desilusão Tento voar 3 59 07/28/2022 - 15:15 Português
Poesia/Intervenção Escravos Institucionalizados 3 101 07/27/2022 - 13:34 Português
Poesia/Amor E se eu não conseguir ler 3 129 07/25/2022 - 19:17 Português
Fotos/Artes Dia Nacional do Escritor 0 42 07/25/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Quando aprendi a te amar 3 112 07/23/2022 - 13:58 Português
Poesia/Intervenção Em uma rua qualquer de algum lugar 3 94 07/22/2022 - 13:19 Português
Poesia/Intervenção Para onde caminha a humanidade? 3 272 07/21/2022 - 12:49 Português
Poesia/Meditação O melhor presente 3 86 07/20/2022 - 14:31 Português
Poesia/Intervenção A miséria que vira rotina 3 145 07/19/2022 - 22:09 Português
Poesia/Intervenção A metamorfose do futuro 3 310 07/19/2022 - 13:57 Português
Poesia/Amor No peito um coração que sorria 3 107 07/18/2022 - 22:33 Português
Poesia/Pensamentos Não tenho tempo a esperar 3 142 07/18/2022 - 12:46 Português
Videos/Poesia Tirado do fundo do poço - Vídeo 0 32 07/17/2022 - 15:41 Português
Videos/Poesia Onde estão todas as crianças perdidas? 0 48 07/16/2022 - 15:40 Português
Poesia/Intervenção Onde estão todas as crianças perdidas? 3 144 07/15/2022 - 18:56 Português