CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Eu sei que foi você - capítulo 3

Marcelo e Narciso jogavam no mesmo time de futebol, o primeiro como zagueiro e o segundo, como meia. As meninas costumavam assistir aos treinos e Narciso sempre aproveitava para se exibir, jogando beijos ou ficando sem camisa. Michele era a mais empolgada e se comentava que Narciso e ela estariam juntos.
As meninas realmente tinham uma queda por Narciso, por ser alto, de cabelos escuros e olhos azuis. Ele vivia sorrindo para elas e adorava se gabar de suas conquistas aos colegas, relatando como fazia:
-Ah, a Marília é um estouro. Eu a peguei no cinema e, juro a vocês, nunca vi menina com tanto fogo!
Os rapazes tinham inveja do sucesso de Narciso. Marcelo ouvia enfastiado, mas sem reclamar.
Não demorou a notarem que Cassandra era a única na sala que não prestava atenção em Narciso e isso não passou despercebido ao rapaz, que tentava lhe chamar a atenção dando sorrisos e lançando olhares à moça, que o olhava por um tempo, mas logo baixava a cabeça, desinteressada.
Além de Cassandra, havia outra menina que não olhava para Narciso: Virgínia, que estudava em uma outra turma. Talvez por isso ele a assediava com força, mas ela o repelia:
-Cai fora, idiota!
Os colegas riam e Narciso, para esconder a raiva, falava:
-A gatinha gosta de ser difícil.
Naquele dia, após o treino, Marcelo foi ao bebedouro, morto de sede. Viu Cassandra debruçada, tomando água. Como ela estava de costas, ficou a olhá-la em silêncio. Quando ela terminou e se virou, olhou um pouco para ele, que disse, desconcertado:
-O-oi, Cassandra.
-Oi, Marcelo.
-Você não quer ver o treino de futebol?
-Não, obrigada. É barulhento demais.
-Mas você se acostuma com o barulho. E pode achar divertido. De certa forma, é bom fazer uma coisa diferente. Viver na biblioteca deve ser meio...meio...
-Meio chato demais, não é?
Marcelo encarou Cassandra, um tanto surpreso. Ele pensara exatamente naquelas palavras e não sabia se divia dizer para não ser grosso, mas ela falara sem o menor sinal de chateação.
-Eu não queria dizer isso, Cassandra. Eu...
-Tudo bem, Marcelo. Temos o direito de pensar o que queremos. De qualquer forma, obrigada por me convidar.saiu.
Após tomar água, Marcelo pensou: "Cassandra, qual o seu segredo?"
-Eu não acredito nisso, Marcelo!
Dando um pulo, Marcelo viu quem falara: Michele.
-Ei, Michele! Quer me matar de susto?
-Você está apaixonado pela esquisitona da Cassandar, Marcelo?
-Não é isso, Michele. Eu...
-Por favor, Marcelo, não negue! Todo mundo vê que você não tira o olho dela! Por que será? Por ela ser magrela como uma tábua, de cabelo liso demais e ter olhos de cores diferentes?
-Não, Michele, você não está entendendo!
-A Cassandra é muito feia, Marcelo! Feia e desenxabida!
Michele foi a um canto do pátio retocar a maquiagem, sentando num banco. Ouviu alguém se aproximar e sentar ao seu lado e tirou os olhos do espelhinho. Gelou de medo. Era Cassandra, fitando-a como se estivesse vendo através dos seus olhos.
-Ca-Cassandra, que surpresa!
-Uma surpresa nada agradável para você, Michele.
-Ora, eu...
-Vamos, Michele. Não é agradável sentar ao lado de alguém como eu, não? Eu sou feia e desenxabida, não sou?
A moça deixou o batom cair no chão. Teria Cassandra ouvido o que ela dissera?
Imperturbável, Cassandra se levantou, andou um pouco e olhou para trás, encarando Michele:
-A gente ouve principalmente o que não quer, Michele.

Submited by

domingo, maio 18, 2014 - 14:19

Prosas :

No votes yet

Atenéia

imagem de Atenéia
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 10 semanas
Membro desde: 03/21/2011
Conteúdos:
Pontos: 2453

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Atenéia

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Don't call me anymore 1 1.846 03/14/2018 - 13:22 inglês
Poesia/Geral Now, we are together 1 2.170 03/13/2018 - 21:29 inglês
Poesia/Fantasia Give me wings 1 1.792 03/13/2018 - 21:29 inglês
Poesia/Amor How can I show you 1 2.131 03/13/2018 - 16:48 inglês
Poesia/Tristeza You'll never be forgotten 2 2.292 03/10/2018 - 13:37 inglês
Poesia/Geral Não haverá mais segredos 1 1.102 02/09/2018 - 10:39 Português
Poesia/Tristeza We're never ready to say goodbye 0 2.251 03/12/2017 - 11:42 inglês
Poesia/Amor Sentimentos 0 1.240 01/19/2017 - 23:46 Português
Poesia/Geral Irmão 0 1.302 01/07/2017 - 21:42 Português
Poesia/Desilusão I'll never see you again 0 2.061 01/03/2017 - 15:02 inglês
Poesia/Desilusão O seu melhor 0 2.040 01/03/2017 - 14:58 Português
Poesia/Desilusão O último adeus 0 1.313 12/28/2016 - 16:36 Português
Poesia/Meditação Aonde pensamos 0 1.419 12/28/2016 - 16:32 Português
Poesia/Gótico A velha do saco de ossos 0 1.999 11/23/2016 - 16:45 Português
Poesia/Gótico Presenças espectrais 0 1.504 11/23/2016 - 16:36 Português
Poesia/Desilusão Don't come back to me 0 1.826 11/17/2016 - 16:11 inglês
Poesia/Geral Teu grito 0 1.641 11/17/2016 - 16:08 Português
Poesia/Gótico Peso morto 0 1.956 11/16/2016 - 23:36 Português
Poesia/Desilusão Learn to live alone 0 3.411 11/12/2016 - 11:23 inglês
Poesia/Meditação Torta 0 1.520 11/10/2016 - 16:23 Português
Poesia/Gótico O coração dilacerado 0 2.065 11/07/2016 - 15:48 Português
Poesia/Fantasia O presente 0 1.652 11/07/2016 - 15:45 Português
Poesia/Amor Ready to love 0 2.441 10/27/2016 - 21:42 inglês
Poesia/Amor Laços 0 1.942 10/27/2016 - 21:38 Português
Poesia/Fantasia Esta loucura 0 2.812 10/26/2016 - 16:18 Português