CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Eu sei que foi você - capítulo 9

Narciso não demorou a começar a vigiar Cassandra, que, numa ocasião em que o professor de Matemática saíra e a professora de História ainda não chegara, foi até ele e falou:
-Não espere me amedrontar com isso, entendeu?
Surpresos, os colegas ficaram observando. Narciso se levantou da carteira, enraivecido:
-Do que está falando, maluca?
-Posso ser esquisita, mas não sou maluca e sei o que você quer! Pensa que não vejo você me espionando na sala de aula?
Imediatemente, os colegas começaram a cochichar, o que deixou Narciso furioso.
-E por que eu olharia para você, Cassandra? Você não tem o que olhar, sabia? É uma...
Michele riu, cutucando uma colega:
-Que ele diga o que todo mundo pensa dessa sonsa.
-Sou o que, Narciso?
-Uma coisa feia, sem graça, estranha...Quem quer ser seu amigo, Cassandra? Quem quer namorar você? Acho que nem aguenta se olhar no espelho, não é? Além dessa cara, ainda tem esses olhos diferentes! Ah, ah, ah! Você parece um extraterrestre!
Começaram a rir, mas Cassandra não se abalou e, olhando para todos, disse:
-Acham que não sei o que pensam de mim? E, Narciso - chegou junto dele, falando baixo - você é quem deveria ter raiva de ser um covarde que age às escondidas!
-Ora, sua bosta!gritou.
Desta vez, os colegas se assustaram, mas Cassandra não deu sinal de ter se intimidado e deu as costas a Narciso, que agarrou seu braço.
-Sua bosta, sua idiota!
-Narciso, o que é isso?
Viraram-se. Era Marcelo.
-O que você está fazendo, Narciso? Como pode agarrar o braço dela assim?
-Essa bosta da Cassandra está...
Cassandra puxou seu braço, olhou Narciso com desprezo e foi sentar. Marcelo e Narciso ficaram se estudando, tensos.
-Narciso, o que está havendo com você?
A professora entrou e, ao ver os dois trocando olhares hostis, mandou-os sentar.
-Aqui é uma sala de aula, não um octógono!
Marcelo foi sentar longe de Narciso, que se remoía de pura raiva.
"Ah, essa bostinha me humilha na frente dos outros, não é? Ela gosta de bancar a valente! Não sei como percebeu que eu quero amedrontá-la, mas vai pagar por ter me humilhado!"
Aparentemente, Cassandra não havia se abalado com o ocorrido e assistiu tranquilamente à aula.
Michele conversou com uma colega:
-Por que a Cassandra foi brigar com o Narciso?
-Sei lá, vai ver, ela está gamada nele.
-O Narciso nunca olharia para ela.
-Mas o Marcelo olha.
-E viu que o Narciso e ele quase saíram no tapa?
-Por uma merdinha como a Cassandra?Michele sufocou a vontade de gargalhar.
-Michele - a colega a cutucou - a Cassandra está olhando para voc~e!
Devagar, Michele se voltou. Cassandra lhe lançava um olhar penetrante, fixo e intimidador, como se pudesse ler sua alma.
-Meu Deus, esse olhar dela parece capaz de derreter chumbo!

Submited by

segunda-feira, junho 23, 2014 - 19:12

Prosas :

No votes yet

Atenéia

imagem de Atenéia
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 9 semanas
Membro desde: 03/21/2011
Conteúdos:
Pontos: 2453

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Atenéia

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Don't call me anymore 1 1.835 03/14/2018 - 13:22 inglês
Poesia/Geral Now, we are together 1 2.159 03/13/2018 - 21:29 inglês
Poesia/Fantasia Give me wings 1 1.779 03/13/2018 - 21:29 inglês
Poesia/Amor How can I show you 1 2.110 03/13/2018 - 16:48 inglês
Poesia/Tristeza You'll never be forgotten 2 2.264 03/10/2018 - 13:37 inglês
Poesia/Geral Não haverá mais segredos 1 1.094 02/09/2018 - 10:39 Português
Poesia/Tristeza We're never ready to say goodbye 0 2.226 03/12/2017 - 11:42 inglês
Poesia/Amor Sentimentos 0 1.235 01/19/2017 - 23:46 Português
Poesia/Geral Irmão 0 1.289 01/07/2017 - 21:42 Português
Poesia/Desilusão I'll never see you again 0 2.052 01/03/2017 - 15:02 inglês
Poesia/Desilusão O seu melhor 0 2.036 01/03/2017 - 14:58 Português
Poesia/Desilusão O último adeus 0 1.306 12/28/2016 - 16:36 Português
Poesia/Meditação Aonde pensamos 0 1.401 12/28/2016 - 16:32 Português
Poesia/Gótico A velha do saco de ossos 0 1.987 11/23/2016 - 16:45 Português
Poesia/Gótico Presenças espectrais 0 1.497 11/23/2016 - 16:36 Português
Poesia/Desilusão Don't come back to me 0 1.814 11/17/2016 - 16:11 inglês
Poesia/Geral Teu grito 0 1.631 11/17/2016 - 16:08 Português
Poesia/Gótico Peso morto 0 1.930 11/16/2016 - 23:36 Português
Poesia/Desilusão Learn to live alone 0 3.403 11/12/2016 - 11:23 inglês
Poesia/Meditação Torta 0 1.515 11/10/2016 - 16:23 Português
Poesia/Gótico O coração dilacerado 0 2.052 11/07/2016 - 15:48 Português
Poesia/Fantasia O presente 0 1.645 11/07/2016 - 15:45 Português
Poesia/Amor Ready to love 0 2.430 10/27/2016 - 21:42 inglês
Poesia/Amor Laços 0 1.921 10/27/2016 - 21:38 Português
Poesia/Fantasia Esta loucura 0 2.806 10/26/2016 - 16:18 Português