CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Pecados na Noite Cacerense

Ando pela cidade nessa noite sombria. Uma cidade de várias faces. Pessoas circulam pelas ruas. Cada uma com seus pensamentos e incertezas. Os bares estão cheios de pessoas que afogam suas tristezas e desamores nos copos de cervejas.

Sons em fúria revelam um lado promiscuo de uma cidade em decadência moral e espiritual. Pessoas bêbadas. Mulheres mal-amadas (abandonadas a própria sorte). Lésbicas e homossexuais na árdua batalha noturna perambulam pelas calçadas como ave de rapina.

Policiais param uma viatura no meio da rua para fazer uma abordagem a alguns motoqueiros suspeitos (o que tem havido de roubos de motos não é brincadeira), mas os policiais se esquecem de que eles não são donos da rua.

Voltando as mulheres. Dá dó ver a decadência delas a perambular nessa cidade. Creio que em todos os lugares tem essa situação, no entanto, aqui é patético. São inúmeras. Elas se acham. São horríveis e mesmo assim, pintadas e perfumadas, acham que estão arrasando. Quem gosta são as lésbicas. Cáceres tem demais. Como praga na lavoura elas atacam. As mulheres bonitas são poucas e com uma concorrência dessas é injusto. (Sem preconceito).

A cidade não dorme. São pessoas perambulando por ela a noite toda. Vermes rastejantes. Larápios e ursupadores que se aproveitam da escuridão para aplicar seus laços infernais. Se existe demônios, eles estão todos soltos nessa cidade.

Traficantes enchem suas mesas de mulherada, pagam cerveja a rodo e demostram o que manda na economia local. Trabalhadores rurais que passam a semana nas lavouras da região gastam o dinheiro suado com as sanguessugas e chupadoras de sangue e depois são abandonados por outros mais "bonitos".

O lambadão toca no doze! A cumbia no Rancho... e eu nem fui no Curral!

Vou dormir...Estou saturado de ver tanta mediocridade (e tem gente que chama isso de divertimento).

Submited by

domingo, fevereiro 28, 2010 - 06:46

Prosas :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 10 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 4307

Comentários

imagem de mariacarla

Re: Pecados na Noite Cacerense

Pois... triste vida, triste divertimento, triste forma de ganhar a vida...

Que seria de nós sem a poesia e estes contos em prosa de reflexão!!?

Boa noite de sono

Carla

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor A canção do crepúsculo 0 7 05/27/2020 - 20:06 Português
Poesia/Tristeza Lágrimas da realidade 0 9 05/25/2020 - 21:34 Português
Poesia/Amor Do fundo do coração 0 7 05/25/2020 - 20:49 Português
Poesia/Tristeza Será que ela vai perceber a dor deste meu coração? 1 115 05/23/2020 - 12:35 Português
Poesia/Paixão O sorriso que vem do coração 0 19 05/21/2020 - 20:26 Português
Poesia/Paixão O sorriso que vem do coração 0 21 05/21/2020 - 20:23 Português
Poesia/Pensamentos O silêncio da reflexão 0 39 05/19/2020 - 20:46 Português
Poesia/Pensamentos O dizer do silêncio 0 63 05/14/2020 - 00:05 Português
Poesia/Meditação O sol também se levanta 0 49 05/12/2020 - 21:01 Português
Poesia/Tristeza Se você pudesse me amar 0 49 05/11/2020 - 20:38 Português
Poesia/Paixão A flor do meu jardim 0 43 05/08/2020 - 16:54 Português
Poesia/Amor Madrugada 0 52 05/07/2020 - 21:54 Português
Poesia/Amor Você é incrível 0 89 05/04/2020 - 22:01 Português
Poesia/Canção Seja poesia 0 74 05/04/2020 - 21:16 Português
Poesia/Amor Inevitável sentimento 0 94 05/03/2020 - 15:37 Português
Poesia/Meditação A vitória através da fé 0 99 05/01/2020 - 20:04 Português
Poesia/Pensamentos A admiração na imaginação 0 46 04/30/2020 - 14:28 Português
Poesia/Tristeza No mesmo caminho 0 48 04/28/2020 - 16:24 Português
Poesia/Amor As palavras que jamais te falarei 0 47 04/27/2020 - 14:24 Português
Poesia/Meditação Não tenho medo do silêncio 0 552 04/21/2020 - 16:50 Português
Poesia/Amor Você é mais do que os olhos podem ver 1 103 04/19/2020 - 15:42 Português
Poesia/Paixão Quero ter os seus olhos junto a mim 0 312 04/14/2020 - 18:56 Português
Poesia/Meditação As razões de nossas doenças 0 153 04/10/2020 - 19:58 Português
Poesia/Tristeza Vício torturante do coração 0 139 04/07/2020 - 19:12 Português
Poesia/Meditação Tudo no mundo são sombras que passam 2 307 04/03/2020 - 19:50 Português