CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Querida dor...

Querida dor,

cá me tens. Era isso que querias, não era? Sempre me quiseste assim desprevenida para estar disponível para ti.

A tua presença inunda o meu ser de lágrimas. Abri-te as portas da minha alma depois de tanto insistires. Conseguiste entrar em mim. Vieste silenciosa, como a morte, entraste na minha vida e alojaste os teus mais queridos filhos - a mágoa e o sofrimento - no meu coração.

Já não consigo pensar em mais nada! Sinto o meu cérebro a explodir. Que semente, que erva daninha plantaste nele? Malvada querida dor! É como se a cada segundo o meu sangue passasse de vermelho a negro. NEGRO! NEGRO!

Não sinto os meus membros... não tenho vontade de sair deste meu mundo negro de dor! TRansformei-me naquilo que tu querias! Fizeste de mim a tua mais servil escrava! No mais intimo do meu ser sei que quero, mais do qualquer outra coisa, resistir ao teu encanto mas, tu não me deixas. És esgoista e queres que me dedique a ti. só a ti....

Sinto que se me deixa ficar assim dentro em breve morrerei... morrerei....porque consigo ver.-te chegar até mim...Consigo vsilumbrar as tuas mãos negras asfixiarem minha alma.

Mas porque é que tens que te apoderar assim de mim? Porque tem que ser desta maneira tão cruel? Nunca fiz nada para merecer este teu castigo cruel e letal.

Só porque eu fui feliz cmo tu não foste e por isso, morreste sozinha ficast solteira com os teus filhos....

Eu prometo-te que se me deixares te perdoo por todo o mal que estás a causar mas, deixa-me ir....

Eu não tenho nada para te dar em troca da minha liberdade mas, a saisfação de me veres ir é sufiente pois esse é o teu objectivo - deixar-me onde comecei...

Eu vou lutar até ao meu último suspiro, até ao fim mesmo estando já roxa e com frio vou lutar até ao fim de tudo... para te destruir... e mesmo que não sinta mais nada porque me domines completamente vou destruir-te inimiga sem rosto....

Já não sinto mais nada.... querida dor....

Submited by

quinta-feira, janeiro 27, 2011 - 13:19

Prosas :

No votes yet

andreia fernandes

imagem de andreia fernandes
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 16 semanas
Membro desde: 01/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 145

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of andreia fernandes

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Críticas/Filmes "Letter from Julliet" 3 698 03/09/2011 - 22:02 Português
Poesia/Tristeza Suplica 2 542 01/29/2011 - 20:41 Português
Prosas/Cartas Querida dor... 0 344 01/27/2011 - 13:19 Português
Prosas/Cartas Amiga 0 364 01/24/2011 - 10:50 Português
Críticas/Outros A pobreza envergonhada... pode estar ao nosso lado! 0 603 01/24/2011 - 10:25 Português
Poesia/Tristeza Alma de poeta 2 562 01/22/2011 - 15:52 Português
Prosas/Pensamentos O carrosel da vida 2 463 01/22/2011 - 15:38 Português
Críticas/Outros Dar a volta À crise! 1 500 01/21/2011 - 22:52 Português
Prosas/Pensamentos O segredo da juventude... interior... 0 435 01/21/2011 - 12:30 Português
Fotos/Pessoas Amor perfeito 0 499 01/20/2011 - 12:41 Português
Poesia/Soneto Florbela Espanca "Ser poeta" 0 445 01/20/2011 - 12:35 Português
Poesia/Dedicado Eternidade! 1 333 01/19/2011 - 21:20 Português
Poesia/Paixão Beija-me 1 422 01/19/2011 - 21:12 Português
Prosas/Pensamentos Somos fruto daquilo que querem que sejamos.... 1 875 01/18/2011 - 19:16 Português
Prosas/Lembranças céu imenso 3 439 01/18/2011 - 13:08 Português
Culinária/Peixes Polvo á Lagareiro 0 824 01/18/2011 - 01:09 Português
Poesia/Amor Poesia da saudade 4 529 01/17/2011 - 22:58 Português
Prosas/Contos História para adormecer 1 583 01/15/2011 - 23:19 Português
Fotos/Outros ... 0 518 01/15/2011 - 22:33 Português
Culinária/Dicas Diversas Batatas a murro 0 660 01/15/2011 - 22:22 Português
Culinária/Peixes Bacalhau com broa 0 616 01/15/2011 - 21:41 Português
Prosas/Pensamentos Uma questão de perspectivas 2 561 01/14/2011 - 14:19 Português
Prosas/Cartas Carta ingénua 2 675 01/13/2011 - 21:15 Português
Prosas/Outros A coragem de um pequeno ser...e a crueldade do mundo... 1 577 01/13/2011 - 20:51 Português
Fotos/Rostos just me... 0 530 01/13/2011 - 15:15 Português