CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

TUDO DEPENDE DAS GAVETAS?

Que personagens nós vamos representar hoje.
Somos tão talentosos, tão eficientes que nem precisamos de ensaios.
caras e bocas sem o menor esforço. Somos muitos personagens ao longo da nossa vida.

Sem ofensa, somos todos, de certa forma, dissimulados. Desde pequenos somos conduzidos a este comportamento. Nos educam em um mundo de máscaras, de fábulas, de contos de fadas, alegorias e fantasias. Tudo o que nos mostram tem cor rosa ou azul. Os animais falam e representam sentimentos humanos e os humanos se vestem e se revestem de animais.

E, assim foram nos preparando para a vida de atores. E, com certeza, todos conseguimos. Conforme crescemos vamos deixando para trás este mundo de fantasias e vamos nos tornando atores com responsabilidades.
A representação é uma forma de vida. Mesmo quando inconscientes, as relações humanas estão estruturadas de forma teatral. Usamos o espaço, a linguagem do corpo, escolhemos as palavras e o tom da voz. Tudo que se faz no palco, nós fazemos em nossas vidas. Somos atores! Somos várias pessoas a cada dia.

Temos comportamentos diversos. Somos uma pessoa em casa, no seio da nossa família. Temos outra postura no trabalho. Somos fiéis quando na igreja. Somos amigos, somos torcedores, somos compradores, somos dóceis avós, somos chefes autoritários. Temos caras boas e ruins. Acreditamos e desconfiamos. Sorrimos e nos fazemos sisudos.

Tudo depende das gavetas.

É isso mesmo, das gavetas. Todos nós temos várias gavetas e nelas guardamos todas as facetas da nossa personalidade, todo nosso conhecimento teatral. Vamos abrindo estas gavetas de acordo com nossas necessidades. Temos gaveta da bondade, da maldade, do sorriso, do mau humor, do desprezo, da amizade, da intolerância, da honestidade, etc.

O problema é que estas gavetas estão todas muito juntas, num armário só. Então, nem sempre conseguimos abrir a gaveta certa no momento certo. Muitas vezes abrimos gavetas erradas e nas horas erradas. O pior é que depois do erro, nos esquecemos de abrir a gaveta da humildade ou a gaveta do perdão. Sempre há uma ou mais gavetas das quais você sabe que deve jogar a chave fora para nunca mais abri-las, mas você não consegue.

É forçoso nos desfazermos do que somos.
É difícil abandonar o que temos, mas está escrito:
“E se o teu olho direito te serve de escândalo, arranca-o e lança-o fora de ti; porque melhor te é que se perca um de teus membros, do que todo o teu corpo ser lançado no inferno. E se a tua mão direita te serve de escândalo, corta-a e lança-a fora de ti; porque melhor te é que se perca um dos teus membros, do que todo o teu corpo ir para o inferno”. (Mateus, V: 29-30).
Este ensinamento é duro, é direto e incisivo. Temos coragem de segui-lo? Quais gavetas você já abriu hoje? Que personagem você está representando agora?
 
(J.Thamiel) - Uma mensagem para você

Submited by

terça-feira, maio 17, 2016 - 17:34

Prosas :

No votes yet

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 horas 51 minutos
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 2952

Comentários

imagem de Hélio Sena

Um bela reflexão, sem dúvida!

Um bela reflexão, sem dúvida!

imagem de J. Thamiel

Obrigado

Obrigado

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Fantasia OS DRACONIANOS 0 96 02/15/2020 - 14:32 Português
Poesia/Amor ¿Quien soy yo? 0 260 01/25/2020 - 12:04 Português
Poesia/Amor ¿Quien soy yo? 0 270 01/25/2020 - 12:00 Espanhol
Poesia/Desilusão DIABÉTICOS 0 189 01/20/2020 - 17:27 Português
Poesia/Meditação INTROSPECTO 0 205 01/19/2020 - 13:48 Português
Poesia/Pensamentos VADE RETRO 0 151 01/17/2020 - 12:49 Português
Poesia/Meditação INTROSPECTO 0 470 01/09/2020 - 13:43 Espanhol
Poesia/Meditação INTROSPECTO 0 257 01/08/2020 - 21:57 Português
Poesia/Fantasia ANO NOVO, NOVA ERA? 0 385 01/03/2020 - 18:09 Português
Poesia/Dedicado ODE À NATUREZA (dedicado a todos os poetas do WAF) 1 368 12/24/2019 - 20:16 Português
Poesia/Geral ESCOLA DE POETAS 0 283 12/21/2019 - 12:39 Português
Poesia/Geral FILOSOFIA DE UM BÊBADO 0 546 12/17/2019 - 13:15 Português
Poesia/Geral UM DIA EU TAMBÉM ERREI 0 584 12/10/2019 - 11:59 Português
Poesia/Tristeza NOSSA LÍNGUA PORTUGUESA 0 553 12/04/2019 - 13:02 Português
Poesia/Geral A VIDA É APENAS UMA TARDE. 0 562 11/25/2019 - 16:42 Português
Poesia/Geral MÁ X I M A S 0 351 10/28/2019 - 12:31 Português
Poesia/Geral É A VIDA... 0 460 10/26/2019 - 15:49 Português
Poesia/Geral A MATA 0 557 10/23/2019 - 20:40 Português
Poesia/Geral A VOLTA 0 598 10/19/2019 - 17:10 Português
Poesia/Desilusão CRECIMIENTO 0 348 10/05/2019 - 14:44 Espanhol
Poesia/Meditação NTROSPECÇÃO 0 477 10/03/2019 - 15:50 Português
Poesia/Geral OH, URUBU 0 957 09/27/2019 - 12:26 Português
Poesia/Geral Passarinho, passarinho 0 366 09/17/2019 - 13:54 Português
Poesia/Geral ESCOLHAS 0 891 09/10/2019 - 15:08 Português
Poesia/Pensamentos SEJA UM MOSCA MORTA 0 436 08/31/2019 - 15:56 Português