CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Um estranho encontro

A festa estava uma chatice e ele, bastante bêbado. Bebera para esquecer que  fora a uma festa de gente que detestava, que morria de inveja de todos os que ali andavam. Todos tinham conseguido algo, todos eram algém. E ele,o que ele era? Um fracassado, que não sabia administrar a própria vida.
-Deixe eu beber todo o uísque possível para esquecer que a minha vida é uma droga, que eu não me destaco em nada, sou um perdedor, um nada, um ninguém.
Foi ao jardim e sentou num banco. Que importava se afastar das pessoas?Quem daria por sua falta? Ele era o fracassado da festa. Herdara o negócio do pai e estava levando tudo à bancarrota, além de adquirir dívidas exorbitantes e que não sabia se seria capaz de pagar. 
De repente, vomitou, tendo a impressão que vomitaria todas as suas vísceras. Recostou-se no banco, desejando morrer.O  pai e a mãe lhe diriam:
-Sabíamos que você levaria à família à ruína, seu inútil! Por que Deus nos levou seu irmão e nos deixou um imprestável como você?
Naquela hora, sorriu amargamente ao lembrar dos pais. 
-Pai, mãe, vejam a bondade do grande Deus em quem vocês depositaram toda sua confiança! ELE me fez um inútil total e levou o filhinho bom!
O irmão morrera de acidente de helicóptero e ele, durante o enterro, vira que os pais diziam que haviam perdido a melhor parte da vida deles.
-O que  será de nossa empresa?
Amargamente, pensou: "Eu tentei, velhos desgraçados! Mas, que culpa tenho se não sou o que vocês queriam? Culpem a Deus por me ter feito incompetente, burro e fraco."
-O Deus de vocês, pai e mãe, deu a vocês um bom castigo, hein? Vocês viram o filho perfeito morrer antes de vocês e o filho incapaz vai acabar o nome da família!
-Por que Deus castigou seus pais? perguntou uma voz aveludada.
Virou-se e deu com uma bela mulher, elegantemente vestida. Usava um longo vestido negro, sensual mas não vulgar e seus olhos eram interrogadores e misteriosos.
-Por que, mulher?Que faz aqui, ouvindo o que não lhe diz respeito?
-Eu queria tomar ar puro.
Nunca a vira antes e perguntou:
-Conheço-a de algum lugar? 
-Não, mas eu conheço você.
-Então, sabe que estou prestes a falir e perder tudo. Sabe que sou um fracasso. Meu irmão é que tinha talento para os negócios, mas ele morreu.
-Eu sei disso.
-E meus pais morreram pouco depois. Meu pai morreu de...
-Câncer do estômago. Sua mãe morreu do coração quando velava seu pai.
-Isso mesmo. Você é bem-informada.
-E você diz que Deus castigou seus pais.
-Deus me fez incapaz de gerir os negócios da família.
A mulher o fitou com seus olhos profundos e de um negro incomum.
-Você está revoltado com Deus?
-E por que não estaria, mulher? Toda a minha vida tem sido uma porcaria!
-O que você faria para que sua vida mudasse?
Ela sorriu de modo convidativo, os lábios entreabertos.
-Eu sou casado, sabe? Amo a minha mulher.
-Eu sei que você é casado, que sua mulher está grávida.
-É, ela está grávida.
-E não veio porque a gravidez é de alto risco e ela precisa descansar.
-Olha, admito que você me tenta, mas não quero trair minha mulher.
-Tolo, não estou lhe dizendo para trair a sua mulher. 
-Então, o que está dizendo? Seja clara.
-Quero que faça um acordo.a mulher mostrou um papel.
-Um acordo? 
-Sim. Você me entrega  o que você tem de mais precioso em troca de se tornar um homem de sucesso. 
-Ah, cale a boca.Quem é você?
-Sou alguém que você acredita que não existe.
-Estou vendo você agora. Como você não existe? É louca? 
-Vai assinar o acordo?
-Está certo, vou. Sua conversa me intriga.
A mulher forçou algo contra seu dedo e ele reclamou:
-Maluca, está fazendo o quê?
Devagar, a mulher pegou seu dedo e ele viu que ela escrevia seu nome com sangue.
-Pronto.Bem, eu vou lhe dar um aviso: quando sua filha nascer...
-Como sabe que minha mulher está esperando uma filha? Nós não contamos a ninguém que o exame revelou que minha mulher espera uma menina.
-Não importa. Quando sua filha nascer, ela terá uma marca. Sua filha é o que você tem de mais precioso.Você a entregou a mim.
-Vai ver se estou na esquina, louca!
Sem ligar para a grosseria, a mulher disse a ele:
-A marca será aqui,.indicou  com o dedo.
Ela sumiu, andando devagar e ele ficou sozinho. Cansado, aceitou a carona de um amigo que o deixou em casa. A sua mulher dormia. Deitou ao lado dela, que acordou.
-Que cheiro, meu bem.
-Desculpe, bebi demais.
"Malucos, há malucos em todo canto.Quem diria que eu encontraria uma maluca?"
Nos dias seguintes, ele teve uma surpresa: estava conseguindo tomar as decisões certas quanto aos negócios. O que ocorrera? Sua mulher, que sempre fora a única a apoiá-lo, dizia-lhe:
-Oh, querido, eu sabia que você não era um incompetente.
Ele pensava no estranho  encontro e se perguntava se não fora delírio ou consequência da bebedeira. Perguntara a algumas pessoas sobre a mulher e todos responderam que nunca haviam visto ninguém parecido com ela.
-Devo estar ficando maluco. concluiu.
Meses depois, a sua mulher foi submetida a uma cesariana, por recomendação médica e ele se sentiu felicíssimo.Depois, levaram a menina para casa e ele foi ver sua esposa colocá-la no berço. 
-Querido, veja isso.
-O que, meu amor?
Ao ver, ele empalideceu. A menina tinha uma marca no peito. Ele lembrou que a mulher dissera que a criança teria uma marca junto ao coração.
"Meu Deus, o que eu fiz? A quem eu entreguei minha filha? "

Submited by

domingo, outubro 14, 2012 - 20:45

Prosas :

Average: 5 (1 vote)

Atenéia

imagem de Atenéia
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 9 semanas
Membro desde: 03/21/2011
Conteúdos:
Pontos: 2453

Comentários

imagem de deborabenvenuti

Um estranho encontro

Muito bom. Gostei. Parabéns!
Abraços

http://oacendedordecoracoes.blogspot.com.br

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Atenéia

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Don't call me anymore 1 1.839 03/14/2018 - 13:22 inglês
Poesia/Geral Now, we are together 1 2.161 03/13/2018 - 21:29 inglês
Poesia/Fantasia Give me wings 1 1.784 03/13/2018 - 21:29 inglês
Poesia/Amor How can I show you 1 2.114 03/13/2018 - 16:48 inglês
Poesia/Tristeza You'll never be forgotten 2 2.266 03/10/2018 - 13:37 inglês
Poesia/Geral Não haverá mais segredos 1 1.098 02/09/2018 - 10:39 Português
Poesia/Tristeza We're never ready to say goodbye 0 2.244 03/12/2017 - 11:42 inglês
Poesia/Amor Sentimentos 0 1.236 01/19/2017 - 23:46 Português
Poesia/Geral Irmão 0 1.290 01/07/2017 - 21:42 Português
Poesia/Desilusão I'll never see you again 0 2.054 01/03/2017 - 15:02 inglês
Poesia/Desilusão O seu melhor 0 2.036 01/03/2017 - 14:58 Português
Poesia/Desilusão O último adeus 0 1.307 12/28/2016 - 16:36 Português
Poesia/Meditação Aonde pensamos 0 1.403 12/28/2016 - 16:32 Português
Poesia/Gótico A velha do saco de ossos 0 1.991 11/23/2016 - 16:45 Português
Poesia/Gótico Presenças espectrais 0 1.497 11/23/2016 - 16:36 Português
Poesia/Desilusão Don't come back to me 0 1.819 11/17/2016 - 16:11 inglês
Poesia/Geral Teu grito 0 1.632 11/17/2016 - 16:08 Português
Poesia/Gótico Peso morto 0 1.933 11/16/2016 - 23:36 Português
Poesia/Desilusão Learn to live alone 0 3.403 11/12/2016 - 11:23 inglês
Poesia/Meditação Torta 0 1.516 11/10/2016 - 16:23 Português
Poesia/Gótico O coração dilacerado 0 2.057 11/07/2016 - 15:48 Português
Poesia/Fantasia O presente 0 1.647 11/07/2016 - 15:45 Português
Poesia/Amor Ready to love 0 2.437 10/27/2016 - 21:42 inglês
Poesia/Amor Laços 0 1.936 10/27/2016 - 21:38 Português
Poesia/Fantasia Esta loucura 0 2.807 10/26/2016 - 16:18 Português