CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Escrevinhar

Escrevinhar
Leonardo Valesi Valente

quis enxergar
a beleza
restinga dos olhos
tremeluzindo
no encontro
com o seu azul
mar é broto vazando calado

e dali eu mais quis
caber um entendimento
do acontecido
que não logrou sucessão
acabou-se torto
de riacho afundado
mão tenho de não saber pegar

cantei um versinho
quase triste
sem afeto arrumado
não pude nele
ter um encanto
de postulamento
quando me esqueço
desfaço de ser um enredo caído

demorei tarde
para me desvendar
de versos outros
agora amanhecidos
mais amargos
que o fim da navalha
saltando longe
do meu golpe
entalador

pude rever
que a crença me enganou
de que haveria
de tocar uma escrita atada
e me inscrevo isolado
desamarro o que sou
na espera de viver
ao lado onde me acho
e componho
um efeito de poetar

o vazio trago
na amarra volátil
de querer encontro
quase na mostra
da cor sem nome
meu poema sonha
com o dia de véspera
que não houve ainda

retrato um caso
antigo igual ao acre
defenestrado no verso
rasgando-me
é míngua de mim
que entala torpeza
e desconsola
tudo que falto na escrita
de vida em morte

Submited by

terça-feira, dezembro 15, 2009 - 20:52

Ministério da Poesia :

No votes yet

lioh

imagem de lioh
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 29 semanas
Membro desde: 12/13/2009
Conteúdos:
Pontos: 114

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of lioh

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Perfil 755 0 651 11/24/2010 - 22:02 Português
Fotos/ - 2699 0 718 11/23/2010 - 23:51 Português
Fotos/ - 2700 0 733 11/23/2010 - 23:51 Português
Fotos/ - 2701 0 707 11/23/2010 - 23:51 Português
Fotos/ - 2486 0 792 11/23/2010 - 23:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Ao Acordar 0 648 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Fidelidade 0 573 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Presságio 0 565 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Poção 0 635 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Estibordo 0 692 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral O Maquinista 0 593 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral O Adorno 0 680 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral O Retirante 0 632 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Escrevinhar 0 652 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Contemplador 0 554 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Sombreiro 0 678 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Valentia 0 715 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Nomeação 0 700 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Luz do Sol 0 598 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Vórtice 0 602 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Fático 0 587 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Germano 0 757 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Sobre Palidez 0 596 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Redox 0 672 11/19/2010 - 18:07 Português
Ministério da Poesia/Geral Teleologia 0 770 11/19/2010 - 18:07 Português