CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ana

Essa pequena parte do mundo definha,
essa que se chama coração.
Quando um amigo morre
a gente morre um tanto também,
morre amor também,
morre saudade também.
O que a gente faz então com essa roda
sem fortuna?
O que a gente faz pra parar de girar?
Por que a gente corre e não chega?
Por que a gente cresce e não aprende?
A gente ama e sofre.
A gente sofre e não merece.
A gente morde e não assopra.
A gente trabalha e não ganha.
A gente cultua o corpo
pra não ser mais a gente
e pra ser aceito por toda gente.
A gente não descansa.
A gente malha, a gente come alface,
a gente dorme com gente estranha
só pra se divertir.
A gente não cheira e nem fede,
a gente bebe pra pensar que é gente
pra fazer amigo de copo e cólera.
A gente vive, vive, vive...
E não se cansa de se cansar.

E quando um sonho morre
a gente nem percebe.
E quando anunciam:
“enfim descansou”,
o que a gente faz?

A gente senta e chora.
A gente chora só.
Sem jeito. Só.

Patricia Porto

Submited by

sábado, janeiro 16, 2010 - 18:33

Ministério da Poesia :

No votes yet

PatriciaPorto

imagem de PatriciaPorto
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 10 anos 34 semanas
Membro desde: 01/10/2010
Conteúdos:
Pontos: 103

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of PatriciaPorto

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/ - 2652 0 835 11/23/2010 - 23:51 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Memórias 0 781 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Ora, 0 843 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Olhos do Céu. 0 681 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Boa sorte 0 886 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Sê Livre 0 616 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Sobre Poetas 0 656 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Entre Borboletas. 0 799 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Canção Maria, onde você andou? 0 687 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Sim. És pássaro! 0 690 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Lilases 0 819 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Sobre Silêncios. 0 846 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Cartas ao Mar. 0 781 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Errata. 0 736 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amor O operário e a bailarina 0 783 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Rubia cor das tias. 0 915 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Revelia 0 882 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Poemeto 0 780 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Ana 0 776 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Escafandro 0 798 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção O encontro com o barqueiro 0 671 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção do mirante 0 846 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Amanhã 0 843 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Agre e Doce 0 1.019 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Meditação Prece para um dia novo. 0 691 11/19/2010 - 18:20 Português