CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

“Resplandeço de luz e vida”

Tempos são, como palavras
Perdidas no Universo
Viagens, vozes caladas
Ventos vorazes no deserto

Tempos que fossem o meio
Louvados pela saudade
Que em seus entes, peitos anseio
Desejos de mocidade

Fossem vozes, macabras, esquecidas
Primórdios de civilizações;
Viagens que em tempos sumidas
Marcassem novas gerações

Tempos foram e não voltaram
Nos tempos, povos cantarão
Que de viagens, muitas choraram
As marcas seguras no coração

Acho que encontrei a cicatriz rasgada
Por um pedaço de voz erguida
Que no tempo fez a palavra mais contada
Em mim, num adeus, cintilo de luz e vida.
 

***

Submited by

quinta-feira, outubro 27, 2011 - 22:50

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

antonioduarte

imagem de antonioduarte
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 24 semanas 4 dias
Membro desde: 01/09/2010
Conteúdos:
Pontos: 2570

Comentários

imagem de apsferreira

Muito bom, o seu poema. Muito

Muito bom, o seu poema.

Muito bem construído e muito

agradável de se ler.

:-)

imagem de antonioduarte

Olá amigo apsferreira, Muito

Olá amigo apsferreira,

Muito me alegra encontra-lo comentando minha poesia;

Agradeço o seu comentário, em  grande apreço, muito obrigado.

Grande abraço

imagem de SuzeteBrainer

Caro Poeta, Que belo

Caro Poeta,

Que belo título!

Ao contactar com o belo poema,o tempo nos conduz a cada significado,com belas construções poéticas e destaco a emocionante finalização:"Acho que encontrei a cicatriz rasgada/por pedaço de voz erguida/que no tempo fez a palavra mais contada/em mim,num adeus,cintilo de luz e vida."

Maravilhoso ler-te!!

Abraçosmiley

 

imagem de antonioduarte

Suas palavras me

Suas palavras me encantam,

Obrigado por tão encorajador comentário.

Sim, minha amiga, neste último verso encontra-se a tonalidade do poema; deixe-me dar-lhe os meus parabéns por tão bela dedução.

Muito obrigado.

Beijinho smiley

imagem de Odete Ferreira

Perfeita identificação

Perfeita identificação dos "tempos" com as circunstânias que nos moldaram, moldam e moldarão..

Os tempos são a vida e a vida são os tempos...

Gostei muito!

Abraço

 

imagem de antonioduarte

Olá amiga Odete, Agradeço o

Olá amiga Odete,

Agradeço o lindo comentário, como sempre encorajador; pois,não é em vão que os tempos elaboram a poesia.

O poema nasceu na voz parada, por um fervilhar de palavras, em rima, que, soltando-se assim, como se o caminho lançado esperasse a vontade da lágrima e na explosão do soluçar, vomitasse um morno sobre todas as mágoas derramadas na saudade.

É para mim, com grande força de vontade, um traço de icentivo que me eleva sobre as mais belas florescências renacidas no dia-a-dia pela amizade desta tão bela comunidade: "WAF"

Obrigado

Abraço amigo.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of antonioduarte

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto “Cheguei Tardio” 4 1.243 03/15/2018 - 10:17 Português
Poesia/Poetrix “Quadra a ti” Acto 7º 1 789 06/13/2014 - 22:54 Português
Poesia/Soneto “Delicado” 3 1.047 12/04/2013 - 21:15 Português
Prosas/Lembranças “Tornado Pedra” 0 1.369 11/07/2013 - 01:30 Português
Poesia/Soneto “Terra” 0 1.852 11/07/2013 - 01:02 Português
Poesia/Soneto “Milagre de Flores” 0 776 04/03/2013 - 02:00 Português
Poesia/Haikai Quadra a ti” Acto 5º 0 1.729 03/22/2013 - 04:17 Português
Poesia/Soneto “Ecos Distantes” 0 1.219 02/22/2013 - 00:16 Português
Poesia/Soneto “Tantos… Tantos” 0 916 01/10/2013 - 03:34 Português
Poesia/Haikai “Quadra a ti” - ( Ato 6º ) 0 837 10/24/2012 - 14:11 Português
Poesia/Haikai "Quadra a ti: ( Géneros Distraídos) 0 1.409 10/24/2012 - 13:56 Português
Poesia/Amor “Numa lembrança de ti” 2 947 10/23/2012 - 15:35 Português
Prosas/Pensamentos "Sobra de Mim" 0 1.337 10/22/2012 - 22:21 Português
Poesia/Soneto “De Mim, Fundo No Olhar” 0 1.095 10/18/2012 - 22:47 Português
Poesia/Soneto “Porte Belo” 0 755 10/07/2012 - 12:09 Português
Poesia/Soneto “Míopes” 0 751 10/04/2012 - 20:55 Português
Poesia/Soneto “Perto do Céu” 4 1.545 10/03/2012 - 22:52 Português
Poesia/Arquivo de textos “Quando estás longe de mim” 2 1.107 10/03/2012 - 22:35 Português
Poesia/Soneto Ao despertar 0 2.003 10/03/2012 - 22:22 Português
Poesia/Soneto “Na Praia” 0 976 09/30/2012 - 10:53 Português
Poesia/Soneto "Caminho de Parecer" 1 1.754 09/27/2012 - 15:37 Português
Poesia/Meditação “Do céu ao mar” 1 1.298 09/16/2012 - 17:06 Português
Poesia/Arquivo de textos Versão destrocida: "Numa Lembrança de ti" 0 1.776 09/12/2012 - 10:58 Português
Poesia/Arquivo de textos “Estrela Proibida” 0 930 09/09/2012 - 21:04 Português
Poesia/Pensamentos “Teu rosto foi o primeiro” 0 1.416 08/04/2012 - 01:02 Português