CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Amor sente-se no verso da poesia

Escreveste amo-te
com a mais fina das areias
que envolvem o mar irrequieto,
sussurradas por lábios finos,
cheios de cálida ternura
e olhar emotivo.

Não duvidei, eras sincero
como são os momentos
dos seres enamorados
em comunhão de afeto.

A manhã fria
tornou-se radiosa.
O nevoeiro, envergonhado,
desapareceu por magia.
O sol ainda tímido
sorriu em ousadia
para lá da colina.
A lua já adormecida
doou a luz prateada
no beijo desejado.

Apaixonado, deixou-se ficar
nas bocas sequiosas
conjugando o verbo a-mar.

Não foi um poema de amor
mas um amor em poema.
Não tem tipologia definida!
Amor é. Acontece na vida
e sente-se no verso da poesia!

OF 14-02-12
Pintura – My sweet rose, John  Williams Waterhouse

Submited by

terça-feira, fevereiro 14, 2012 - 16:57

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

Odete Ferreira

imagem de Odete Ferreira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 10 semanas 5 dias
Membro desde: 01/11/2011
Conteúdos:
Pontos: 1918

Comentários

imagem de Jorge Humberto

Um amor em poema

Um amor em poema, exultante, ébrio de incontidos beijos, sequioso de lábios que se adivinham.
Amei este teu poema, querida Odete.

Beijinhos mil
Jorge Humberto

imagem de Odete Ferreira

P/ Jorge Humberto ( Amor sente-se...)

Grata pela tua leitura, amigo, Jorge Humberto, assim como pelo comentário...

Bjosmiley

imagem de Teresa Almeida

         Um sussurro cálido,

         Um sussurro cálido, sincero.

Amo-te, dizia.

A mais doce e desejada melodia

foi festejada.

 

Bjuzz Miguinha.
 

imagem de Odete Ferreira

P/Teresa Almeida (Amor sente-se...)

Concordo, amiga Teresa...

Obg pela tua (subtil) e gentil presençasmiley

Bjos, olhos doces

(Se passares no blogue, tem lá uma adenda...)

imagem de Nostalgia

Um momento delicioso, este,

Um momento delicioso, este, em que apenas um(a) poeta sente assim, deste modo intenso, tão intenso que o seu peito não consegue calar e o expressa deste modo MARAVILHOSO. Este tipo de poesia faz o meu género.

Parabéns Odete, está liiiiiiiiiiiiiiiiindoyes

imagem de Odete Ferreira

P/ Nostalgia (Amor sente-se no verso da poesia)

Querida amiga Nostalgia: conseguiste enviar-me esse estado de delícia até bem juntinho de mim, tal a veemência da tua fruição!

Sinto-me duplamente grata!

Beijo no teuheart

imagem de MarneDulinski

Amor sente-se no verso da poesia

Lindo poema, linda apresentação!

Gostei muito,

Marne

imagem de Odete Ferreira

P/ Marne(Amor sente-se no verso da poesia)

Amigo Marne, agradeço a sua presença e carinhosa apreciação!

Bjosmiley

imagem de Henrique

deixou-se ficar nas bocas

Apaixonado, deixou-se ficar
nas bocas sequiosas
conjugando o verbo a-mar...

 

Genial!

 

Tudo mais que diga será ruido nesta musicalidade interior que se ouve no poema...

 

:-)

imagem de Odete Ferreira

P/Henrique (Amor sente-se no verso da poesia)

Amigo Henrique, grata pela tua presença e generoso comentário.

Ah, musicalidade, dizes tu, devem ser uns sininhos que produzem uma música por inventar!

Beijosmiley

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odete Ferreira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção E a festa veste-se em cada madrugada 0 258 04/25/2016 - 02:29 Português
Prosas/Outros No sopé da montanha 0 275 12/30/2015 - 22:42 Português
Poesia/Meditação À míngua 0 372 12/30/2015 - 22:36 Português
Poesia/Fantasia Surrealidades 0 383 12/13/2015 - 19:07 Português
Poesia/Intervenção Não invoquem o meu nome em vão 0 504 11/25/2015 - 02:18 Português
Poesia/Fantasia Surreal XXVIII 2 322 09/05/2015 - 19:00 Português
Prosas/Outros Da alma 0 265 09/01/2015 - 19:58 Português
Poesia/Intervenção Da destemperança 0 539 08/26/2015 - 01:35 Português
Poesia/Meditação E no entre-Tanto faço caminho 0 337 07/02/2015 - 23:55 Português
Poesia/Meditação E continuamos pequeninos! 0 390 06/02/2015 - 20:15 Português
Poesia/Intervenção Nem te renego nem me nego 0 463 04/25/2015 - 02:08 Português
Poesia/Dedicado Laudatória 0 334 03/24/2015 - 19:03 Português
Poesia/Dedicado És...Mulher 0 566 03/08/2015 - 18:53 Português
Poesia/Amor Vida(s) 0 533 02/14/2015 - 18:07 Português
Poesia/Amor Moras nos meus sonhos 0 508 02/13/2015 - 16:30 Português
Poesia/Dedicado Olhares 0 696 01/22/2015 - 01:58 Português
Prosas/Outros Do exato momento da VIragem 0 609 12/30/2014 - 14:27 Português
Poesia/Geral Semeio-me de Natal 0 438 12/23/2014 - 00:14 Português
Poesia/Meditação Beleza horizontal 0 615 12/05/2014 - 20:07 Português
Poesia/Geral Tens o milagre na mão 0 499 11/17/2014 - 02:27 Português
Poesia/Dedicado E eu seguia-te 0 487 11/08/2014 - 17:06 Português
Poesia/Soneto Resgate 0 527 11/03/2014 - 01:47 Português
Poesia/Tristeza Vazios 0 658 10/21/2014 - 16:01 Português
Poesia/Geral Versos molhados 0 487 10/09/2014 - 00:52 Português
Poesia/Fantasia Da vida extraímos sinfonia 0 503 10/03/2014 - 00:57 Português