CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Beiços de homens

Beiços de homens

Existem carcarás de lamas com belos beiços de homens
com fuligens que escrevem nos impulsos, versos finitos
com rosas caídas no calcanhar das danças que somem
que chicoteiam os modos cheios de inspirações que fito.

Invadiram os comboios e os centenários que os retinem
denso nas trilhas, cavalgadas expressões  que as originas.
Elegem nas ocasiões árvore de animais, não se “animem”
eles põem as trevas dos ataúdes que arrancam nas minas.

Minha narrativa está no orbe e nas centúrias que convivo
com o firmamento no crepúsculo nas estrelas de tributos.
Silenciou e vê tudo, a recíproca, o tumultuo em que vivo.
Agravo pegando o inculto do diário na canoa do astuto.

Este é o caso que se diz um telegrama, mais um relâmpago.
Não tenho correria pra acordar, há prata na via láctea da noite.
Na cama estou com cota de dano, estamos quites com mago.
O sono se esvai no quarto... não tenho pressa com o acoite.

O NOVO POETA. (W.Marques).

Submited by

sexta-feira, janeiro 27, 2017 - 20:35

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

onovopoeta

imagem de onovopoeta
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 23 semanas 5 dias
Membro desde: 04/19/2009
Conteúdos:
Pontos: 1469

Comentários

imagem de Joel

não tenho pressa como o acoite

não tenho pressa como o acoite

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of onovopoeta

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Santo do pau oco 0 528 11/03/2018 - 21:51 Português
Poesia/Geral Gemas acabrunhadas 0 177 10/19/2018 - 14:06 Português
Poesia/Geral Receio do remate 1 1.108 10/15/2018 - 16:47 Português
Poesia/Meditação Talvez um anjo 1 629 10/15/2018 - 16:46 Português
Poesia/Meditação Oscilação 1 1.265 10/15/2018 - 16:45 Português
Poesia/Geral Dito-cujo 2 415 10/15/2018 - 16:43 Português
Poesia/Geral Abstrato 2 1.065 03/15/2018 - 09:42 Português
Poesia/Amor Sobejar de paixão 2 281 03/15/2018 - 09:41 Português
Poesia/Geral Beiços de homens 1 413 02/27/2018 - 11:37 Português
Poesia/Meditação Morte e vida 1 666 02/27/2018 - 11:36 Português
Poesia/Amor Pétalas do amor 1 392 01/22/2018 - 14:58 Português
Poesia/Meditação 10 graças 1 536 05/29/2016 - 13:03 Português
Poesia/Geral Sinfônica saúde 0 622 04/22/2016 - 15:02 Português
Poesia/Geral Santas descabidas 0 675 02/21/2016 - 20:22 Português
Poesia/Amor Vinho triste 0 830 02/21/2016 - 20:20 Português
Poesia/Amor Lucidez abstrusa 0 1.305 12/24/2015 - 12:19 Português
Poesia/Geral Oportunista 0 620 11/07/2015 - 22:42 Português
Poesia/Geral Fluidos mínimos 0 628 09/23/2015 - 11:55 Português
Poesia/Geral Mortos odoríferos 0 1.080 07/21/2015 - 11:30 Português
Poesia/Amor Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 941 06/13/2015 - 19:21 Português
Poesia/Meditação Dias encafifados 0 793 04/29/2015 - 12:07 Português
Poesia/Amor Amor de seis rimas 0 1.067 03/27/2015 - 12:29 Português
Poesia/Geral Mortos do vaso 0 922 02/15/2015 - 13:26 Português
Poesia/Amor Memórias de girasol 0 752 01/15/2015 - 11:12 Português
Poesia/Fantasia Luzes dos lampiros 0 903 12/23/2014 - 14:55 Português