CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Entre as sombras da noite

Nos recantos da minha alma
Ecoa um profundo lamento,
Uma sinfonia que triste ressoa
Pela perda de um grande amor.
Como as sombras que dançam na noite
Minha dor se entrelaça com a solidão
E uma outra vez
Me encontro perdido
Ao ver-te no aconchego de outros braços.

Cada batida do coração
É um eco de saudade,
Um murmúrio das lembranças que se agarram a mim
Como heras em uma antiga parede.
Recordo os momentos de felicidade
Que outrora compartilhamos,
As promessas sussurradas aos ouvidos
Agora são diluídas pelo vento
No ar gélido do desespero
Que insiste em invadir a minha alma.

Ver-te nos braços de outra pessoa
É como ter meu coração dilacerado a cada instante,
Uma carência que tortura minha alma
Provocando um silêncio profundo.
Sinto-me desorientado
Em um labirinto de emoções,
Onde a tristeza é minha única companhia,
E a solidão, a minha única confidente.

A noite se estende
Como um manto sombrio sobre minha existência,
E eu me afundo em meus pensamentos,
Buscando em vão
O alívio para esta dor alucinante.
Mas, entre as sombras da noite,
Tua presença persiste,
Um fantasma que me assombra
E percorre cada recanto da minha mente.
Oh, como anseio pelo suave toque dos teus dedos,
Pelo calor reconfortante do teu abraço!

Triste de mim agora,
Que sou um espectro solitário,
Vagando pelos escombros
Do que um dia foi o nosso grande amor.
O que me resta neste momento
É ter a solidão como testemunha,
Da saudade que me assola
Em seu congelante abraço.
Pois o mundo continua seu curso implacável,
E meu coração permanece cativo das memórias
Do tempo em que tive você por perto,
E da dor de ver você partir
Em busca de um outro amor.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sábado, março 23, 2024 - 14:28

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 11 horas 11 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 15562

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos O vazio é o parasita 6 118 05/19/2024 - 14:19 Português
Poesia/Pensamentos A voz que ninguém quer ouvir 6 142 05/18/2024 - 23:41 Português
Poesia/Desilusão Tão triste e vazio 6 220 05/14/2024 - 12:16 Português
Poesia/Amor Sob o luar 6 173 05/12/2024 - 14:19 Português
Poesia/Pensamentos Um abismo chama outro 6 643 05/11/2024 - 13:22 Português
Poesia/Tristeza A dor de quem perde o que mais ama 6 568 05/09/2024 - 20:39 Português
Poesia/Meditação Almas quietas 6 430 05/08/2024 - 11:42 Português
Poesia/Desilusão No silêncio da noite 6 318 05/07/2024 - 20:36 Português
Poesia/Dedicado No coração do Pantanal 6 279 05/06/2024 - 23:01 Português
Poesia/Desilusão O horizonte faz lembrar 6 676 05/04/2024 - 14:29 Português
Poesia/Meditação Medeia 6 493 05/03/2024 - 20:12 Português
Poesia/Amor Quem dera eu tivesse o poder 6 455 05/02/2024 - 12:06 Português
Poesia/Pensamentos O último suspiro 6 707 05/01/2024 - 14:29 Português
Poesia/Amor A inquietude do amor 6 485 04/30/2024 - 11:54 Português
Poesia/Meditação Meu lado sombrio 6 470 04/29/2024 - 20:30 Português
Poesia/Alegria A vida que se abre 6 500 04/28/2024 - 14:11 Português
Poesia/Pensamentos Condicionacérebros 6 542 04/27/2024 - 14:06 Português
Poesia/Paixão Tudo mudou outra vez 6 288 04/26/2024 - 20:54 Português
Poesia/Paixão Loucura que me faz sonhar 6 1.072 04/25/2024 - 21:40 Português
Poesia/Paixão Apenas um olhar e um sorriso 6 486 04/24/2024 - 20:13 Português
Poesia/Desilusão Essa saudade que me invade 6 213 04/22/2024 - 20:29 Português
Poesia/Dedicado Tiradentes 6 556 04/21/2024 - 13:48 Português
Poesia/Pensamentos Armadilhas ou ratoeiras 6 1.230 04/20/2024 - 20:08 Português
Poesia/Meditação Onde vão os velhos quando ficam velhos? 6 216 04/20/2024 - 13:53 Português
Poesia/Pensamentos Incoerência fantasiosa absurda 6 1.077 04/19/2024 - 20:29 Português