CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Escravos Institucionalizados

As vidas dos órfãos são desprezadas
As crianças abandonadas pelo Estado;
Nas ruas estão os sem tetos
Cujo sonhos não são realizados;
O tormento da vida em sonhos alheios
Do tempo que são esmagados;
Pessoas podem até rir da situação
Mas não vemos nada disso engraçado.

A vida solitária da viúva
Segue a dança do velório do Estado;
O lixo é jogado nas ruas
Nas sarjetas estão os drogados;
Nada se faz na urgência desenfreada
Para ajudar os pobres abandonados;
Tudo que pensam é no lucro
Mesmo que para tê-lo faça errado.

O vírus da corrupção se espalha
Pelos corredores do poder do Estado;
Cada um busca o seu próprio interesse
Com os pobres ninguém está preocupado;
O que importa mesmo é ganhar dinheiro
Nem que seja nas costas dos desempregados;
Porque na sociedade capitalista
Tudo segue sendo sem escrúpulos manipulado.

Até quando haverá esse lamento
Onde o que se vê é o povo sendo explorado;
O povo pela mídia sendo ludibriado
Tendo que engolir inverdades porque é obrigado;
Enquanto nos gabinetes colarinhos brancos
Seguem tendo seus gados sendo engordados;
E as pessoas que deveriam ter uma vida justa
Estão sendo escravos institucionalizados.

Nada disso que vivemos na sociedade
É algo que soa engraçado;
Estamos fadados aos caprichos de gente
Que não liga a mínima para o Estado;
Só pensam em seus próprios interesses
E nem mesmo olham para o outro lado;
Porque a forma da conduta pública
É a atitude do pensamento programado.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, julho 27, 2022 - 13:32

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 horas 38 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 8592

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor O que está preso no coração 3 41 10/04/2022 - 23:02 Português
Poesia/Meditação Virtudes do sangue de Cristo 3 72 10/03/2022 - 12:56 Português
Poesia/Intervenção Praga daninha 3 103 10/02/2022 - 14:02 Português
Poesia/Meditação Nada termina para sempre 3 115 10/01/2022 - 14:38 Português
Poesia/Intervenção Hipocrisia 3 241 09/26/2022 - 12:45 Português
Poesia/Desilusão Desejos mal resolvidos 3 146 09/24/2022 - 13:52 Português
Poesia/Desilusão Tudo o que não sei 3 53 09/22/2022 - 20:21 Português
Poesia/Amor No olhar de quem ama 3 42 09/20/2022 - 20:00 Português
Poesia/Desilusão A canção do esquecimento 3 90 09/19/2022 - 13:59 Português
Poesia/Fantasia Perigo 3 70 09/16/2022 - 12:51 Português
Poesia/Pensamentos Memórias impertinentes em uma caverna 3 129 09/14/2022 - 14:08 Português
Poesia/Desilusão Na tarde quente de verão 3 59 09/13/2022 - 19:12 Português
Poesia/Amor Seus olhos na manhã do tempo 3 179 09/12/2022 - 13:28 Português
Poesia/Meditação O menino que não sonhava em ser poeta 3 227 09/10/2022 - 02:35 Português
Poesia/Meditação Aqui não é aqui 3 91 09/09/2022 - 15:54 Português
Poesia/Meditação A estrada a seguir 3 108 09/08/2022 - 20:35 Português
Poesia/Meditação Em uma estúpida curva fechada 3 110 09/07/2022 - 13:44 Português
Poesia/Intervenção Velhos conhecidos já estão mortos 3 189 09/05/2022 - 13:16 Português
Poesia/Amor Eu e esse meu coração 3 127 08/31/2022 - 19:51 Português
Poesia/Meditação Amnésia 3 117 08/30/2022 - 19:39 Português
Poesia/Amor O mar é grande 3 84 08/29/2022 - 20:12 Português
Poesia/Amor O voo das borboletas 3 163 08/19/2022 - 19:53 Português
Poesia/Meditação O Deus que espera 3 114 08/17/2022 - 21:12 Português
Poesia/Pensamentos A sentinela 3 113 08/16/2022 - 20:06 Português
Poesia/Amor Quase sem querer 3 243 08/15/2022 - 13:34 Português