CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ESTE COMBOIO NÃO VAI PARAR


Levo na bagagem, uma mala de mão,
Apenas e somente com aquilo que a mim pertence,
Mãos vazias, sorriso aberto e meu livre coração,
Decidida a partir para tão longe, que nem a vista me alcance...
----
Olho pela janela deste comboio, que tomei,
O que lá distante deixei...
---
Sem dar explicação, motivo ou até mesmo razão,
Sem querer saber o que pensavam, desta minha decisão.
---
Observo que lá fora, a vida corre feito um turbilhão,
Que as pessoas quase se atropelam, nas suas decisões,
Não mais sabem, que caminho devem tomar, e andam em contra-mão,
Não mais olham umas para as outras, nem muito menos para seus corações.
---
Fecho os olhos e choro lágrimas que haviam sido guardadas,
Para uma ocasião especial, como esta,
Para uma partida talvez...para uma destas despedidas,
Ou até mesmo, para uma especial, como o meu aniversário, uma festa.
---
Desta vez, o comboio não parará em nenhuma estação,
Tomei um rumo, quase sem retorno, só com bilhete de ida,
Não que esteja arrependida, mas...nunca lidei bem, com a solidão,
E agora, aqui estava ela, bem á minha frente, com a minha vida...
---
Os motores arrancam nesta locomotiva...
Dá-se o último aviso de partida,
Ao ver, amigos e família a despedirem-se, fico comovida.
---
Digo, adeus, num acenar de braço,
Enquanto a imagem desvanece no horizonte,
E, levo na memória, aquele último beijo sentido, lágrima, abraço...
---
Penso que talvez eu mesma, fosse como este comboio,
Expressa, apressada, cheia de gente, sempre diferente,
Não importava quem levava, apenas importava dar apoio,
Apenas queria ajudar, fosse quem fosse, indiferentemente.
---
Dando tanto de mim, sempre a alguém,
Cumprindo horários, agendas,
No trilho a rodar, sempre de apito na mão, comandando como ninguém,
Nunca me esquecendo de nada, sem precisar de anotações, adendas.
---
Parto, com destino a mim, ao meu intimo,
Queimando carvão e lenha, como uma caldeira,
Deixando-me levar, até ao meu limite, ao meu infimo,
Combustivel de mim mesma, sou como um toro de madeira.
---
Este comboio, não mais vai parar,
Entre túneis de solidão e vistas de amaragem,
Ele vai continuar a rodar,
E acabaremos juntos, nesta minha viagem.

---

 

Submited by

terça-feira, maio 22, 2012 - 12:38

Poesia :

Your rating: None (9 votes)

joanadarc

imagem de joanadarc
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 14 semanas
Membro desde: 07/17/2011
Conteúdos:
Pontos: 1574

Comentários

imagem de José Sereno da Silva

Comboio que não descarrila.

Só espero que o teu rodar,
Jamais seja como os carris,
Linhas brilhantes do pisar,
Que seguem paralelas,
Que nem no horizonte,
Essa grande ilusão,
Se chegam a tocar,
Porque são linhas paralelas.
Mas o teu comboio avança,
Sem queimar lenha ou carvão,
O seu combustível é a esperança,
Que passa rio, vale e monte,
Acabando no belo sorriso de uma criança.

Parabéns, é mesmo muito bonito.

imagem de joanadarc

E acaba mesmo...num belo

E acaba mesmo...num belo sorriso, como se voltasse a ser novamente uma alegre criança.

Obrigado pelo comentário em jeito de poema, adorei!

Beijo

Joana

imagem de KeilaPatricia

Ficou muito bom... Gostei

Ficou muito bom...

Gostei bastante.

Abraço, ...)...(@

:)

imagem de joanadarc

Obrigado cara

Obrigado cara Keila.

Beijo

Joana

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of joanadarc

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Paixão ESPERO-TE 6 3.633 03/15/2018 - 10:14 Português
Poesia/Dedicado OS HOMENS TAMBÉM CHORAM... 4 1.119 03/15/2018 - 10:13 Português
Poesia/Paixão O HOMEM COM MEDO 3 1.117 03/15/2018 - 10:12 Português
Poesia/Pensamentos DEMOCRACIA DA EXPRESSÃO 11 3.333 02/27/2018 - 11:13 Português
Poesia/Paixão FICA-TE A MATAR... 1 1.622 04/20/2013 - 00:07 Português
Poesia/Paixão FICA-TE A MATAR... 0 2.974 04/06/2013 - 00:55 Português
Poesia/Paixão FICA-TE A MATAR... 0 1.538 04/06/2013 - 00:50 Português
Poesia/Paixão DEBAIXO DA TUA PELE 1 2.623 03/28/2013 - 18:05 Português
Poesia/Dedicado A SOMBRA DA SOLIDÃO 1 1.946 03/04/2013 - 11:47 Português
Poesia/Paixão DEVIA TER-TE... 2 1.200 03/01/2013 - 17:25 Português
Poesia/Meditação DIZERES MUDOS 2 1.140 03/01/2013 - 17:15 Português
Poesia/Pensamentos DEIXAR O DESTINO TRABALHAR 3 1.187 03/01/2013 - 17:10 Português
Poesia/Erótico SODOMIZO-TE…O Diabo do Corpo 5 1.557 10/04/2012 - 22:55 Português
Poesia/Paixão MORRES 8 1.567 07/02/2012 - 23:57 Português
Videos/Pessoal Bruno Mars - It Will Rain 0 2.013 06/30/2012 - 23:12 Português
Videos/Música Lana Del Rey - Blue Jeans 0 1.891 06/30/2012 - 23:03 Português
Poesia/Paixão TARDO EM TI... 2 1.575 06/30/2012 - 22:59 Português
Poesia/Paixão A BELA E O MONSTRO 4 3.720 06/30/2012 - 22:38 Português
Videos/Música Alejandro Sanz - y solo se me ocorre amarte 0 2.179 06/30/2012 - 22:31 Português
Videos/Música Heartbeat City - The Cars 0 2.205 06/30/2012 - 22:11 Português
Poesia/Dedicado Já não tenho medo 12 2.320 06/25/2012 - 00:21 Português
Poesia/Dedicado ESTE COMBOIO NÃO VAI PARAR 4 1.206 06/24/2012 - 21:20 Português
Videos/Música Pedro Abrunhosa - Tenho o Diabo no Corpo 0 3.160 06/22/2012 - 22:30 Português
Videos/Música Susana Félix - Idade do Céu 0 2.484 06/16/2012 - 21:36 Português
Poesia/Paixão CAÍRAM AS PONTES ENTRE NÓS 0 1.357 06/10/2012 - 20:47 Português