CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

"Eternidade Absoluta"

"Não consigo entender a vida,

Tão cruel e ao mesmo tempo gentil.

Não entendo porque ela é assim comigo.

Hoje como qualquer outro dia,procuro tudo que desejo.

Ainda não sei o que é.

Ontem procurei nada mais,que eu mesmo,

E nada encontrei.

Voltar ao começo é impossível,

Iniciar seria o correto,mais nem isso não sei se consigo.

As vezes penso que a morte seria a melhor maneira de se resolver as coisa,mais seria correto.

Muitas vezes,tenho vontade de me esconder mais também não sei onde.

Me escondo em uma realidade que nem eu posso explicar,

Outra noite sonhei,mais ao acorda não lembrava mais o sonho.

Outro dia estava acordado pensando que estava dormindo.

Seria muito sério se não fosse tão normal.

Estou chegando e terminando mais um ano,completarei 25 mes que vem.

Assim como muitos adultos,eu também tenho vontade de voltar aos 15.

Será que seria diferente?

Será nada disso aconteceria?

A vida é tão complicada de se entender.

Mais,nada melhor que um bom sono.

Tenho medo de dormir e não acordar mais.

Tenho medo de aguar as pessoas que tanto me ajudam.

Aprendi com meus 24 anos a ter medo da morte.

Morrer não é o problema,e sim deixar saudades.

Pois a morte não nos tira nada,apenas nos leva para eternidade absoluta."

 

Autor:Verton Brandino Da Silva

(28/09/2011)

Colatina ES

Submited by

quinta-feira, setembro 29, 2011 - 02:40

Poesia :

No votes yet

Verton Brandino da Silva

imagem de Verton Brandino da Silva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 17 horas 29 minutos
Membro desde: 04/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 919

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Verton Brandino da Silva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral "Ter!" 0 52 02/21/2021 - 10:23 Português
Poesia/Fantasia "O dia em que morri!" 0 28 02/19/2021 - 16:16 Português
Poesia/Fantasia "Além!" 2 178 02/13/2021 - 00:34 Português
Poesia/Pensamentos "Quem sabe!" 0 31 01/31/2021 - 00:52 Português
Poesia/Fantasia "Onde estão?" 2 168 01/31/2021 - 00:46 Português
Poesia/Geral "Indecisão!" 2 40 01/31/2021 - 00:43 Português
Poesia/Geral "Anjo bom!" 0 29 01/25/2021 - 09:57 Português
Poesia/Geral "Anjo sem asas!" 0 105 01/13/2021 - 18:37 Português
Poesia/Pensamentos "Vai entender!" 0 97 01/08/2021 - 17:54 Português
Poesia/Geral "MENSAGEM DE RÉVEILLON!" 0 51 12/31/2020 - 09:35 Português
Poesia/Dedicado "Doce rio!" 0 162 11/20/2020 - 00:40 Português
Poesia/Paixão "Tudo mudou!" 0 121 11/11/2020 - 15:00 Português
Poesia/Geral "Não conto contos!" 0 112 10/26/2020 - 10:00 Português
Poesia/Meditação "Em um domingo qualquer!" 0 201 10/16/2020 - 22:04 Português
Poesia/Geral "Imperfeito!" 0 107 09/26/2020 - 00:59 Português
Poesia/Meditação "Viva negritude!" 0 218 09/13/2020 - 13:56 Português
Poesia/Geral "Abortando a missão!" 0 164 09/12/2020 - 09:34 Português
Poesia/Desilusão "Ainda sim,chorei!" 0 229 09/05/2020 - 16:38 Português
Poesia/Geral "De repente!" 0 173 08/29/2020 - 09:32 Português
Poesia/Meditação "Tempestade!" 0 150 08/13/2020 - 18:21 Português
Poesia/Geral "Poeta da Vida Real! 0 191 07/31/2020 - 10:54 Português
Poesia/Pensamentos "Coisas de Preto!" 0 255 07/31/2020 - 05:58 Português
Poesia/Pensamentos "Em que mundo estamos vivendo?" 0 322 07/16/2020 - 15:53 Português
Poesia/Pensamentos "Medo do Futuro!" 0 422 05/31/2020 - 16:26 Português
Poesia/Geral "O pombo!" 0 3.690 05/02/2020 - 15:52 Português