CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

EU SOU O PROBLEMA


(Coisas inanimadas
embora por nós amadas,
nunca deixarão de ser.

Pode esperar para ver,
se não há vida, por sorte,
não poderá haver morte).

Inanimada está a praça.
Não vejo ninguém passar.
Há um silencio de espera.

É um intervalo sem graça.
Eu não sinto pelo ar
os cheiros da primavera.

Aonde foi toda aquela gente,
que me  sorria, que era amiga,
que sempre dizia: bom dia?

Encontro gente indiferente,
que anda com o ‘rei na barriga’
e que nem vem todo dia.

O que foi que aconteceu?
O banco de cimento está vazio,
sem o velhinho e seu jornal.

O meu sabiá emudeceu.
Pardais não dão nem um pio.
Há um silêncio abissal.

Então, reparei com calma
que era o meu modo de ser,
que tudo continuava perfeito.

O silencio era o da minha alma
a solidão era do meu viver,
minha angústia era o defeito.

J. Thamiel
23.11.16
08:32h

Submited by

quarta-feira, novembro 23, 2016 - 12:27

Poesia :

No votes yet

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 22 horas 13 minutos
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 2745

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Dedicado A COMIDA DA MAMÃE 0 362 12/07/2017 - 13:57 Português
Poesia/Geral QUAL A RIMA? 0 483 12/05/2017 - 17:02 Português
Poesia/Meditação PERDIDO 0 288 12/02/2017 - 18:09 Português
Poesia/Geral VAIDADE VÃ 3 349 12/02/2017 - 17:33 Português
Poesia/Geral PARABÉNS 0 324 11/29/2017 - 11:05 Português
Poesia/Fantasia POETA UNIVERSAL 0 571 11/28/2017 - 15:15 Português
Poesia/Dedicado CASTRO ALVES e eu 3 577 11/26/2017 - 03:34 Português
Poesia/Desilusão HORAS VAZIAS 0 442 11/25/2017 - 11:34 Português
Poesia/Geral VIDA SIMPLES 1 511 11/23/2017 - 14:46 Português
Poesia/Geral MESA DE BAR 0 550 11/22/2017 - 23:01 Português
Poesia/Gótico CHEGA DE PROSA 1 607 11/21/2017 - 16:38 Português
Poesia/Meditação P E R D Ã O 2 815 11/19/2017 - 20:37 Português
Poesia/Meditação DECISÃO ACERTADA 0 401 11/19/2017 - 16:27 Português
Poesia/Meditação CAIXINHA DO TEMPO 0 760 11/17/2017 - 18:33 Português
Poesia/Amor LEVES E SOLTAS 0 510 11/14/2017 - 11:16 Português
Poesia/Geral RECORTES DE JORNAIS 0 471 11/12/2017 - 02:57 Português
Poesia/Geral N E F L I N S 0 477 10/29/2017 - 15:33 Português
Poesia/Geral A CHUVA 0 503 10/26/2017 - 15:53 Português
Prosas/Outros Troam Trovas Triviais 0 349 10/24/2017 - 22:44 Português
Poesia/Geral ANSIEDAD 0 509 10/22/2017 - 16:28 Espanhol
Poesia/Geral NUNCA HABRÁ SOMBRILLA 1 424 10/20/2017 - 23:23 Espanhol
Poesia/Geral TROAM TROVAS TRIVIAIS 2 583 10/19/2017 - 22:45 Português
Poesia/Meditação A MENINA DE NAZARÉ 0 367 10/19/2017 - 01:43 Português
Poesia/Amor SEU BEIJO 2 443 10/17/2017 - 18:32 Português
Poesia/Gótico ESTRANHA ESTÓRIA 0 432 10/14/2017 - 16:28 Português