CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Fica comigo até uma última vez

Custa-me ver morrer uma flor
Custa-me ver morrer um amor
Custa-me tanto…
Mas tanto, ver tanta coisa em meu redor
Que me refugio na morte lenta em meu corpo a amolecer
A adoecer…
A amolgar as penas que carrego

Custa-me tudo em todos os lugares
Custa-me tanto ter que pensar
Que me orientar
Que me hipnotizar
Que me incendiar...e por fim me calar de vez em quando

Custa-me saber que vou morrer
Mas o que me custa ainda mais, é saber que a morte é lenta
E leva tempo a se eternizar
Custa-me não saber que cor ela assume quando me levar
Deixa-me sempre nesta indefinição entre o ir e o ficar

É bom saber-me aqui, mas também noutro lugar
Que me leve então
Também eu estou pronta...

Mas custa-me não poder tocar-te
Não poder ouvir-te
Não poder sequer saber, como brilham os teus olhos
Quando as nossas palavras se tocam sem se tocarem

Gostava tanto de poder saber como reages ao mundo
Por detrás deste pequeno mundo

Por favor fica comigo, até uma última vez

Enfim gosto-te muito

(foto de minha autoria)

Uma resposta a um poema de Alcantra, aqui, e que eu agradeço:
http://www.worldartfriends.com/modules/publisher/article.php?storyid=263...

(...)
[i](Não leve flores para ossos e para carnes podres devoradas por vermes
Leve flores para sua amada, aquela que sempre esteve a te esperar
Ou para sua mãe que te olhou de longe)[/i](…)Alcantra

Nota: esta interacção trata-se e só, de usar as palaras e fazê-las levar a mensagem ao poeta assim como às suas também palavras, e fazê-las ressurgir num mundo, onde elas sintam o verdadeiro toque de vários mundos

Submited by

quinta-feira, abril 29, 2010 - 08:59

Poesia :

No votes yet

ÔNIX

imagem de ÔNIX
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 18 semanas
Membro desde: 03/26/2008
Conteúdos:
Pontos: 4027

Comentários

imagem de Conchinha

Re: Fica comigo até uma última vez

Bonito
Acho que me inspiraste
bjs

imagem de marialds

Re: Fica comigo até uma última vez

Lindo poema cantas a esperança da vida em resposta ao poeta que traça a morte do sentimentoe da vida vivida.
Parabens!!!

imagem de ÔNIX

Re: Fica comigo até uma última vez marialds

Ola maria

Sempre um prazer ter as suas palavras

Obrigada

imagem de Henrique

Re: Fica comigo até uma última vez

A amolgar as penas que carrego!!!

O peso da vida é a medida para que nos faça custar ver esses fins!!!

:-)

imagem de ÔNIX

Re: Fica comigo até uma última vez Para henrique

Henrique

Obrigada pelo teu carinho

beijos

imagem de vitor

Re: Fica comigo até uma última vez

Não me custou nada ler este belo poema,
quando se trata de andar na companhia
do amor por lugares mesmo distantes...
e a partida seja chegada no amar para sempre.

Abraço.
Vitor.

imagem de ÔNIX

Re: Fica comigo até uma última vez Para Vitor

Olá Meu caro POETA

Pois a mim nem sabe o quanto me custa andar por terras distantes sem nunca lá ter estado.

As sensações são assim um meio de comunicação virtual que que dá pra se sentir, sentindo; quer as do outro quer as nossas em confronto mais ou menos viloento com o outro. Sabe é que há poetas que não são verdadeiros poetas, assim como eu, escrevem sobre sensações e e/ou vivências sensoriais, que passam filtrando o que já não interessa, e assimilando o que de bom temos

Tenha um bom dia meu caro Vitor

imagem de PMPM

Re: Fica comigo até uma última vez

Por desejos e custas muitas, vive o poeta.
À custa de muitas custas, que belo poema fizeste.

Beijos e Afagos

imagem de ÔNIX

Re: Fica comigo até uma última vez Para PMPM

Por desejos e custas muitas, vive o poeta.
À custa de muitas custas, que belo poema fizeste.

Beijos e Afagos

É um prazer poder ter aqui tão ilustre Poeta nesta casa simples, onde só estão pessoas também simples que gostam de usar as palavras.

Há custas que parecem mais sensações e conjugações entrecruzadas e partilhadas, do que há custa de muitas custas se fazer um poema

Beijos e afagos também caro POETA

imagem de mariacarla

Re: Fica comigo até uma última vez

Palavras tocadas e tantas vezes sentidas no embalar entre a vida e a morte; em desistir e continuar a lutar por palavras e flores oferecidas aos que mais admiramos.

Simplesmente, encantador!

Beijinho grande

Carla

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of ÔNIX

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Acordar da Manhã 2 1.565 03/22/2018 - 22:16 Português
Poesia/Amor Céu 2 1.624 03/14/2018 - 22:25 Português
Poesia/Meditação Vida lá fora 5 1.251 03/14/2018 - 22:24 Português
Poesia/Dedicado Saudações 2 1.932 03/01/2018 - 11:13 Português
Fotos/Corpos Rendas 1 2.956 03/27/2016 - 03:20 Português
Poesia/Meditação Selváticas Emoções 0 1.165 01/17/2012 - 23:36 Português
Poesia/Meditação Talvez 2 1.361 01/17/2012 - 21:35 Português
Poesia/Meditação Jardins Aquáticos 1 1.257 01/04/2012 - 23:07 Português
Poesia/Meditação Eram rosas os meus olhos 1 1.935 12/27/2011 - 23:48 Português
Poesia/Meditação Verdes lembranças 0 1.771 12/15/2011 - 15:50 Português
Poesia/Meditação Se eu fosse só eu 0 1.537 12/09/2011 - 11:19 Português
Poesia/Meditação Bruma Intemporal 1 1.610 12/07/2011 - 02:03 Português
Poesia/Meditação Eras 1 1.688 12/06/2011 - 21:49 Português
Poesia/Meditação Vão-se os Modos, Esvai-se o Tempo 0 1.080 12/01/2011 - 21:29 Português
Poesia/Meditação Pensamento invulgar 1 1.874 11/30/2011 - 00:21 Português
Poesia/Meditação Dor 0 4.121 11/24/2011 - 13:45 Português
Poesia/Meditação Extraviados 6 2.882 11/23/2011 - 12:12 Português
Poesia/Meditação Bom Dia 1 2.461 09/29/2011 - 22:16 Português
Poesia/Tristeza Um nada somente 1 1.584 09/14/2011 - 12:23 Português
Prosas/Outros Sol da Manhã 0 1.544 09/12/2011 - 10:24 Português
Poesia/Amor Nu 0 1.860 09/07/2011 - 11:07 Português
Poesia/Amor Tu 2 1.383 08/30/2011 - 01:57 Português
Poesia/Meditação Só Alma 1 1.340 08/26/2011 - 10:23 Português
Poesia/Meditação O Avesso de Mim 2 1.392 08/23/2011 - 22:26 Português
Poesia/Meditação Grãos D'Ouro 3 1.686 08/23/2011 - 22:22 Português