CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Fugaz como as nuvens

O sentimento no profundo coração
Não poderia ser escondido
Todos os olhares voltava-se para ele
Como se fosse proibido amar-te tanto assim.
Eu bem que tentei de todas as formas
Esquecer tudo de bom que vivemos
Mas o coração insistia com as lembranças
Eternizadas na memória para sempre.
Esquecer os momentos compartilhados
Os sonhos tão silenciosamente construídos
Alguns sob a luz do luar
Nas noites inesquecíveis do outono.
E todos os amores do mundo
Não poderiam superar a chama viva
Que crepitava nos seus olhos
Nas noites eternas das recordações.
Todo amor que partilhava
Era fugaz como as nuvens
Que insistem em deixar ser levadas
Pelos ventos misteriosos do destino.
Nem tente apagar de minha mente
Tudo isso que expresso nestes versos
Que as lembranças sejam eternas
Como o amor profundo que sinto agora.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, dezembro 22, 2021 - 23:42

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 22 horas 14 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 7711

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão A maior de todas as mentiras 3 30 05/19/2022 - 18:55 Português
Poesia/Pensamentos De mãos dadas com a Morte 3 85 05/18/2022 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos Do pensamento 3 77 05/17/2022 - 18:36 Português
Poesia/Desilusão O teu olhar 3 51 05/16/2022 - 23:29 Português
Poesia/Intervenção Destruam essa arte 3 47 05/16/2022 - 18:38 Português
Poesia/Desilusão Silenciosa sombra de solidão 3 50 05/16/2022 - 12:38 Português
Poesia/Amor Saber entender, crescer e viver 3 79 05/13/2022 - 19:25 Português
Poesia/Meditação Cantem as canções que não escrevi 3 60 05/12/2022 - 22:56 Português
Poesia/Tristeza Alma em suplício 3 52 05/11/2022 - 23:12 Português
Poesia/Meditação Feliz com sua presença 3 78 05/11/2022 - 18:42 Português
Poesia/Desilusão Insensatez 3 69 05/10/2022 - 18:37 Português
Poesia/Pensamentos Eu navegarei 3 62 05/09/2022 - 23:13 Português
Poesia/Pensamentos Fantasmas de um tempo passado 3 108 05/09/2022 - 13:28 Português
Poesia/Dedicado Mãe, o maior amor que pode existir 3 79 05/08/2022 - 20:33 Português
Poesia/Dedicado Mãe - Eu canto a ti o amor! 3 71 05/06/2022 - 23:57 Português
Poesia/Meditação Dias melhores virão 3 128 05/06/2022 - 19:01 Português
Poesia/Meditação A impossibilidade física da morte na mente de alguém que está vivo 3 76 05/05/2022 - 19:11 Português
Poesia/Meditação O peso do mundo 3 66 05/04/2022 - 23:02 Português
Poesia/Meditação E se não estiver tudo bem? 3 80 05/04/2022 - 18:45 Português
Poesia/Amor Inimaginável 3 83 05/03/2022 - 18:34 Português
Poesia/Tristeza Querida solidão 3 83 05/02/2022 - 18:29 Português
Poesia/Intervenção Não lastimo o próximo perigo 3 124 05/02/2022 - 12:41 Português
Poesia/Pensamentos Palavras apenas não servem 3 68 04/30/2022 - 21:59 Português
Poesia/Fantasia Enquanto dormia 3 89 04/29/2022 - 23:56 Português
Poesia/Meditação Resta um poeta morto! 3 104 04/28/2022 - 20:45 Português