CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

K., onze anos, apedrejada


Acautelem-se! É preciso!
Pois eis que de novo ruge
o Minotauro da Inquisição,
pelos labirintos da estupidez humana.

Acautelem-se! É preciso,
pois eis que de novo as harpias berram
maldições eternas e castigos celestes.

Acautelem-se! Pois eis que pseudos salvadores,
de mentes e almas sujas, pelo mais sujo cinza,
temem as cores do mundo e  as do Arco-Íris
e burlam, despudorados, os pobres de espírito.

Acautelem-se! Pois eis que a legião
dos falsos arautos da santa hipocrisia
(a quem nenhum dízimo sacia)
ladram e urram pela posse do sagrado,
como se apenas deles,
fosse o Verbo falado.

Acautelem-se, todos!

Pois eis que em breve,
das palavras às fogueiras passarão.
Como César, ao atravessar o Rubicão.

Homenagem pouca à menina K, 11 anos de idade, apedrejada no Rio de Janeiro, por evangélicos fundamentalistas, por estar vestida conforme a tradição de sua religião, o Candomblé.

Lettre la Art et la Culture
Enviado por Lettre la Art et la Culture em 20/06/2015
Lettre la Art et la Culture

Submited by

segunda-feira, junho 22, 2015 - 15:26

Poesia :

No votes yet

fabiovillela

imagem de fabiovillela
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 3 anos 26 semanas
Membro desde: 05/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 6158

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of fabiovillela

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza A Canção de Alepo 0 1.928 10/01/2016 - 22:17 Português
Poesia/Meditação Nada 0 1.465 07/07/2016 - 16:34 Português
Poesia/Amor As Manhãs 0 1.322 07/02/2016 - 14:49 Português
Poesia/Geral A Ave de Arribação 0 1.364 06/20/2016 - 18:10 Português
Poesia/Amor BETH e a REVOLUÇÃO DE VERDADE 0 1.423 06/06/2016 - 19:30 Português
Prosas/Outros A Dialética 0 1.636 04/19/2016 - 21:44 Português
Poesia/Desilusão OS FINS 0 1.723 04/17/2016 - 12:28 Português
Poesia/Dedicado O Camareiro 0 2.587 03/16/2016 - 22:28 Português
Poesia/Amor O Fim 1 1.420 03/04/2016 - 22:54 Português
Poesia/Amor Rio, de 451 Janeiros 1 1.421 03/04/2016 - 22:19 Português
Prosas/Outros Rostos e Livros 0 1.407 02/18/2016 - 20:14 Português
Poesia/Amor A Nova Enseada 0 1.737 02/17/2016 - 15:52 Português
Poesia/Amor O Voo de Papillon 0 1.187 02/02/2016 - 18:43 Português
Poesia/Meditação O Avião 0 1.075 01/24/2016 - 16:25 Português
Poesia/Amor Amores e Realejos 0 1.973 01/23/2016 - 16:38 Português
Poesia/Dedicado Os Lusos Poetas 0 1.352 01/17/2016 - 21:16 Português
Poesia/Amor O Voo 0 1.282 01/08/2016 - 18:53 Português
Prosas/Outros Schopenhauer e o Pessimismo Filosófico 0 2.133 01/07/2016 - 20:31 Português
Poesia/Amor Revellion em Copacabana 0 1.501 12/31/2015 - 15:19 Português
Poesia/Geral Porque é Natal, sejamos Quixotes 0 1.391 12/23/2015 - 18:07 Português
Poesia/Geral A Cena 0 1.575 12/21/2015 - 13:55 Português
Prosas/Outros Jihadismo: contra os Muçulmanos e contra o Ocidente. 0 1.363 12/20/2015 - 19:17 Português
Poesia/Amor Os Vazios 0 2.449 12/18/2015 - 20:59 Português
Prosas/Outros O impeachment e a Impopularidade Carta aberta ao Senhor Deputado Ivan Valente – Psol. 0 857 12/15/2015 - 14:59 Português
Poesia/Amor A Hora 0 2.053 12/12/2015 - 16:54 Português