CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

"Meias Palavras"

Tão cansado o corpo,a mente e o espirito.
Pensamentos que não cessam e me levam a lugar nenhum.
Tentar ser real,em um mundo cruel.
Fazer a vida ser engarçada numa lógica irreal.
Fugir dos preconceitos que nos rodeiam,nesse mundo que nos odeia.
Pensar as melhores besteiras e tentar ser feliz,tentando ter um pouco de sanidade.
Cálculos sem resolução,metas sem compreenção.
Ser louco num mundo tão certo,onde nem ele aguenta nossas anormalidades.
Ter juventude e num piscar d'olhos envelhecer.
Tento aos poucos voltar ao meu mundo.
Vejo meus medos me abordarem,me humilharem.
Me afogando na crueldade divina.
Procurando asas,voando sem penas.
Me maltratando,assustando-me com olhares obscuros.
No meio de uma multidão faminta de amor,onde o
ódio abrange todas as visões de lazer.
Nado em minhas lamentações com um sorriso brilhante escondendo de mim mesmo minha forma justa de viver.
Amar não é tão monotono quanto parece.
Sonhar não tem tantas emoções quanto descrevem.
Apenas tento ser normal,com minhas anormalidades secretas.
Então me escondo em minhas meias palavras de descanso.

Autor:Verton Brendino da Silva(14/04/2011)
São Paulo

Submited by

quinta-feira, abril 14, 2011 - 04:36

Poesia :

No votes yet

Verton Brandino da Silva

imagem de Verton Brandino da Silva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 semanas 3 dias
Membro desde: 04/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 976

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Verton Brandino da Silva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral "Poema da Madrugada!" 0 159 09/08/2021 - 14:13 Português
Poesia/Geral "Reflexão de uma certa quinta!" 0 128 06/09/2021 - 23:11 Português
Poesia/Geral "Amanhã pode ser tarde!" 0 255 05/19/2021 - 22:25 Português
Poesia/Fantasia "Incógnita na tempestade!" 0 210 05/17/2021 - 11:53 Português
Poesia/Dedicado "Quem sabe,formiga?" 0 165 05/17/2021 - 11:48 Português
Poesia/Dedicado "Regando a felicidade!" 0 189 05/01/2021 - 09:35 Português
Poesia/Fantasia "Ex-calada! 0 198 04/08/2021 - 10:18 Português
Poesia/Geral "Passa tempo!" 2 302 04/08/2021 - 10:17 Português
Poesia/Desilusão "Com você!" 0 220 04/04/2021 - 12:00 Português
Poesia/Geral "Versos em Papel!" 2 324 04/04/2021 - 11:27 Português
Poesia/Desilusão "Partida!" 0 259 03/13/2021 - 11:03 Português
Poesia/Geral "Foi sorte!" 0 314 03/02/2021 - 18:20 Português
Poesia/Geral "Ter!" 0 317 02/21/2021 - 10:23 Português
Poesia/Fantasia "O dia em que morri!" 0 319 02/19/2021 - 16:16 Português
Poesia/Fantasia "Além!" 2 502 02/13/2021 - 00:34 Português
Poesia/Pensamentos "Quem sabe!" 0 232 01/31/2021 - 00:52 Português
Poesia/Fantasia "Onde estão?" 2 404 01/31/2021 - 00:46 Português
Poesia/Geral "Indecisão!" 2 199 01/31/2021 - 00:43 Português
Poesia/Geral "Anjo bom!" 0 274 01/25/2021 - 09:57 Português
Poesia/Geral "Anjo sem asas!" 0 358 01/13/2021 - 18:37 Português
Poesia/Pensamentos "Vai entender!" 0 310 01/08/2021 - 17:54 Português
Poesia/Geral "MENSAGEM DE RÉVEILLON!" 0 255 12/31/2020 - 09:35 Português
Poesia/Dedicado "Doce rio!" 0 443 11/20/2020 - 00:40 Português
Poesia/Paixão "Tudo mudou!" 0 336 11/11/2020 - 15:00 Português
Poesia/Geral "Não conto contos!" 0 321 10/26/2020 - 10:00 Português