CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O mundo dos sonhos

Ideias pre-concebidas no mundo dos sonhos
Em dimensões equidistantes
Através da criação de um momento
Ou de vários momentos
Onde me encontro

Abismos criados a partir do inconsciente
Sempre que preciso recriar-me
E consentir-me no meu novo mundo
Uma ou várias imagens
Distanciando-me do plano terreno
Alcançando a altura dos sonhos impensáveis

Adormecer num ponto
E acordar num outro
Onde me quero presente
Morrer e renascer nas várias dimensões
Quando me procuro no limbo aquático adverso
Ao mundo real e factual

Um sonho dentro de um sonho
Um mundo dentro de um mundo
Vidas entre vidas
Desafiando as leis universais
De um Universo composto
Construído à imagem de uma figura abstracta
Mas composta por um único Deus
Paradigma do inconsciente colectivo

Há um indício de novas eras
Que me levam a coexistir
Com um corpo ou vários corpos
Há uma viagem por tempo indefinido
Directo à origem
E alterando o ponto de partida
Há um caminho que me mostra onde cheguei
Mas não como parti
Adormeci algures no tempo
Onde me encontro sempre num sonho

Mas que sonho é este que me leva e me traz
Sem me dizer da origem?
Mas que origem me fez um corpo
Controlado por um implante
Que nem ele próprio reconhece
A sua própria origem?

Inspirado no filme "A Origem"

Submited by

segunda-feira, agosto 23, 2010 - 00:53

Poesia :

No votes yet

ÔNIX

imagem de ÔNIX
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 18 semanas
Membro desde: 03/26/2008
Conteúdos:
Pontos: 4027

Comentários

imagem de PMPM

Re: O mundo dos sonhos

A nossa Crítica (digo: querida) "Waf-tisa" Ônix, criticada na WAFCRÍTICA.

Um castigo merecido, morder o próprio veneno! Um castigo merecido, pela pessoa e pelo trabalho.
E por este poema, bom de ler.

Um trabalho original num "equidistante" pensar.

E acordar num outro
Onde me quero presente
Morrer e renascer nas várias dimensões
Quando me procuro no limbo aquático adverso
Ao mundo real e factual

Um Abraço Respeitado!
Pedro

imagem de Nanda

Re: O mundo dos sonhos

Dolores,
Ler-te é transcender o cosmos e ver-mo-nos como cidadãos do universo.
Beijinhos
Nanda

imagem de Clarisse

Re: O mundo dos sonhos

Grandes versos,
Abismos criados a partir do inconsciente

Distanciando-me do plano terreno
Alcançando a altura dos sonhos impensáveis

Uma viagem para lá do sonho, à origem. A consciência da nossa inconsciência global. A exposição da nossa limitação:
Há um indício de novas eras
Que me levam a coexistir
Com um corpo ou vários corpos
Há uma viagem por tempo indefinido
Directo à origem
E alterando o ponto de partida
Há um caminho que me mostra onde cheguei
Mas não como parti
Adormeci algures no tempo
Onde me encontro sempre num sonho

Que grande... que grande poema Dolores. Absorvendo para estrofe, cada verso, cada palavra é lindo demais.
Segue um favorito.
Beijos,
Clarisse

imagem de nunomarques

Re: O mundo dos sonhos

Olá Ônix,

e como são sempre maravilhosos os seus poemas.

Há um caminho que me mostra onde cheguei
Mas não como parti
Adormeci algures no tempo
Onde me encontro sempre num sonho

...Fantástico

Beijo

imagem de apsferreira

Re: O mundo dos sonhos

Um belíssimo poema, onde se denota
a existência de om objectivo no inconsciente
do autor, de difícil interpretação,
"Um sonho, dentro de um sonho
Um mundo dentro de um mundo"
Gostei bastante de ler.
:-)

imagem de fredericosalvo

Re: O mundo dos sonhos

Olá, Ônix!
Que grande prazer encontrá-la por aqui.
Ainda mais com um lindo poema como esse.
Essas dúvidas que você coloca no final, também a mim perturbam e muitas vezes são razão para minha escrita.
Deixo o meu abraço e a certeza da minha satisfação por encontrá-la.
Fred.

imagem de Almalusitana

Re: O mundo dos sonhos

Adorei! Passo a citar: "Um sonho dentro de um sonho,
Um mundo dentro de um mundo" Muito lindo

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of ÔNIX

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Acordar da Manhã 2 1.567 03/22/2018 - 22:16 Português
Poesia/Amor Céu 2 1.624 03/14/2018 - 22:25 Português
Poesia/Meditação Vida lá fora 5 1.251 03/14/2018 - 22:24 Português
Poesia/Dedicado Saudações 2 1.936 03/01/2018 - 11:13 Português
Fotos/Corpos Rendas 1 2.957 03/27/2016 - 03:20 Português
Poesia/Meditação Selváticas Emoções 0 1.166 01/17/2012 - 23:36 Português
Poesia/Meditação Talvez 2 1.361 01/17/2012 - 21:35 Português
Poesia/Meditação Jardins Aquáticos 1 1.259 01/04/2012 - 23:07 Português
Poesia/Meditação Eram rosas os meus olhos 1 1.936 12/27/2011 - 23:48 Português
Poesia/Meditação Verdes lembranças 0 1.773 12/15/2011 - 15:50 Português
Poesia/Meditação Se eu fosse só eu 0 1.537 12/09/2011 - 11:19 Português
Poesia/Meditação Bruma Intemporal 1 1.610 12/07/2011 - 02:03 Português
Poesia/Meditação Eras 1 1.688 12/06/2011 - 21:49 Português
Poesia/Meditação Vão-se os Modos, Esvai-se o Tempo 0 1.083 12/01/2011 - 21:29 Português
Poesia/Meditação Pensamento invulgar 1 1.874 11/30/2011 - 00:21 Português
Poesia/Meditação Dor 0 4.121 11/24/2011 - 13:45 Português
Poesia/Meditação Extraviados 6 2.882 11/23/2011 - 12:12 Português
Poesia/Meditação Bom Dia 1 2.461 09/29/2011 - 22:16 Português
Poesia/Tristeza Um nada somente 1 1.584 09/14/2011 - 12:23 Português
Prosas/Outros Sol da Manhã 0 1.544 09/12/2011 - 10:24 Português
Poesia/Amor Nu 0 1.860 09/07/2011 - 11:07 Português
Poesia/Amor Tu 2 1.384 08/30/2011 - 01:57 Português
Poesia/Meditação Só Alma 1 1.340 08/26/2011 - 10:23 Português
Poesia/Meditação O Avesso de Mim 2 1.392 08/23/2011 - 22:26 Português
Poesia/Meditação Grãos D'Ouro 3 1.687 08/23/2011 - 22:22 Português