CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Para Quê Amanhcer...?

Eu pergunto-te se vale a pena amanhecer
Na doce esperança de te ter/ de te ver
Quiçá, de ouvir o telefone tocar
E ficar aqui a te observar
A te esperar, e para aqui a me retorcer
Com a saudade a me torturar

Como poderei eu viver em paz
Viver na pretendida alegria
Se só a tua presença me apraz
Se, na vida, tu és o meu dia
Se por te ter eu tanto me esmero
Pois, na vida tu és tudo o que eu quero
E a tua ausência é uma verdadeira agonia

Eu vivo cada dia sem saber
O que mais hei de eu fazer
Qual o melhor modo de poder te mostrar
Que se este amor precisa de acontecer
Que as nossas vidas precisam de se realizar
Para que a tristeza que ambos estamos a viver
Possa, em definitivo, acabar

Não há nada que o possa compensar...

Diz-me tu, minha querida, afinal,
O porquê desta situação tão brutal
Que rouba a vida, à nossa própria vida
Se vivíamos nós de mão dada
Numa situação por nós abençoada
Uma situação que nos era tão querida

Eu não sei porque ela acabou
Pois, eu amanheci, e constatei, que tudo se evaporou
Eu só sei, que minha vida perdeu toda a alegria
E foi então que eu fiquei sem saber
O que deveria eu... o que poderia eu fazer
Para eu poder voltar a ter a tua doce companhia

Tu sabes que eu vivo na esperança de te ter, um dia...

Por favor, se tu puderes me diz
Pois, eu sei que tu também não vives feliz

apsferreira
 

www.albanosoaresferreira.blogspot.com

Submited by

quinta-feira, fevereiro 2, 2012 - 03:35

Poesia :

No votes yet

apsferreira

imagem de apsferreira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 51 semanas
Membro desde: 09/21/2009
Conteúdos:
Pontos: 3457

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of apsferreira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral E eu escrevo... 6 2.375 02/25/2018 - 21:03 Português
Poesia/Amor Incúria 8 1.452 11/20/2013 - 17:49 Português
Poesia/Dedicado Saudade 2 1.431 01/30/2013 - 23:43 Português
Poesia/Aforismo As Pessoas, Que São Boas 0 1.160 01/28/2013 - 03:20 Português
Poesia/Aforismo Brumas, no Olhar 2 1.571 01/21/2013 - 02:54 Português
Poesia/Aforismo Ah, Catraia Tonta... 0 1.904 01/20/2013 - 20:54 Português
Poesia/Amor A Irracionalidade do Amor 2 1.397 01/20/2013 - 20:34 Português
Poesia/Amizade O Teu Sorriso 2 970 01/18/2013 - 23:29 Português
Poesia/Amor Pedido, à Minha Estrelinha 2 1.432 10/19/2012 - 13:41 Português
Poesia/Amor Será, Que Tu Já Te Apercebeste, Meu Amor? 0 1.191 10/18/2012 - 05:55 Português
Poesia/Dedicado A Cor da Vida 0 1.540 10/11/2012 - 22:19 Português
Poesia/Fantasia Eu Sonho O Teu Despertar 0 1.890 10/09/2012 - 12:14 Português
Poesia/Dedicado Quer Quer Viver Para Sempre? 0 1.182 10/05/2012 - 07:53 Português
Poesia/Amor Ouve, Meu Amor... 0 1.376 10/04/2012 - 08:01 Português
Poesia/Paixão Apenas, Imaginação... 0 1.227 09/30/2012 - 11:13 Português
Poesia/Amor Eu quero-te, porque te quero 0 1.682 09/26/2012 - 03:53 Português
Poesia/Dedicado Desejos de Amor 0 1.523 09/24/2012 - 05:38 Português
Poesia/Meditação Porquê? 0 1.015 09/22/2012 - 04:03 Português
Poesia/Meditação Senhor... 0 1.704 09/19/2012 - 04:28 Português
Poesia/Dedicado Eu Viajo com o Teu Sorriso 0 1.083 09/17/2012 - 11:49 Português
Poesia/Soneto Alma de Mulher 0 1.873 09/09/2012 - 20:48 Português
Poesia/Aforismo Quando Muda O Mês 0 1.247 09/01/2012 - 19:41 Português
Poesia/Meditação Por "Trinta Dinheiros" 2 2.114 08/28/2012 - 17:51 Português
Poesia/Amor Incursão 0 1.527 08/21/2012 - 19:55 Português
Poesia/Aforismo Este Meu Fado 1 1.872 08/08/2012 - 02:48 Português