CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Pelo Pão de Cada Dia

Poeta, tu que te apegas às palavras
E, que, com elas, a vida lavras
E estais consciente de que, isso, não é o suficiente … !
Então, dai a tua voz ao povo; à minha gente
A gente das posses magras
Pois, que é ela, que na vida se ressente
Pois, que é ela, que labuta a cada hora, intensamente
Pois, que é ela, que, sem ver tréguas, percorre léguas
Por sagas de todos os dias
Por uma vida, que lhe é tão parca, em alegrias…
Pois, que é ela, que percorre veredas e caminhos
Mil vezes, malfadados (!)
Atravessa desfiladeiros; mares de redemoinhos
Por ela, mil vezes, amaldiçoados (!)
Em busca de paz e de pão

É uma luta danada…
É uma luta, que ultrapassa os trâmites da razão!

Dai-lhes a tua voz, ó Poeta, porque essa gente está cansada…!

apsferreira

Submited by

terça-feira, agosto 10, 2010 - 17:47

Poesia :

No votes yet

apsferreira

imagem de apsferreira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 44 semanas
Membro desde: 09/21/2009
Conteúdos:
Pontos: 3457

Comentários

imagem de Worlords

Re: Pelo Pão de Cada Dia

Eu vou ser sincero:

Simplesmente e sinceramente te digo

Obrigado

Obrigado????? Sim obrigado, obrigado por fazeres poemas tão bons...

Continua assim...

Não te esqueças sou o Fã Nº1...

imagem de Librisscriptaest

Re: Pelo Pão de Cada Dia

"Então, dai a tua voz ao povo; à minha gente
A gente das posses magras
Pois, que é ela, que na vida se ressente
Pois, que é ela, que labuta, a cada hora, intensamente
Pois, que é ela, que, sem ver tréguas, percorre léguas
Por sagas de todos os dias
Por uma vida, que lhe é tão parca, em alegrias…"

A voz das letras, o poder de marcar a diferença pelo canto e pela alma!
O poeta é um guerreiro das palavras e tem na voz a espada!
Um beijinho em si, Aps
Inês

imagem de AnaCoelho

Re: Pelo Pão de Cada Dia

Um dos deveres do poeta é dar voz à dor do povo, escrever gritos no silêncio, para que o mundo neles reflita...

Beijos

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of apsferreira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral E eu escrevo... 6 2.215 02/25/2018 - 21:03 Português
Poesia/Amor Incúria 8 1.305 11/20/2013 - 17:49 Português
Poesia/Dedicado Saudade 2 1.206 01/30/2013 - 23:43 Português
Poesia/Aforismo As Pessoas, Que São Boas 0 1.099 01/28/2013 - 03:20 Português
Poesia/Aforismo Brumas, no Olhar 2 1.426 01/21/2013 - 02:54 Português
Poesia/Aforismo Ah, Catraia Tonta... 0 1.763 01/20/2013 - 20:54 Português
Poesia/Amor A Irracionalidade do Amor 2 1.231 01/20/2013 - 20:34 Português
Poesia/Amizade O Teu Sorriso 2 922 01/18/2013 - 23:29 Português
Poesia/Amor Pedido, à Minha Estrelinha 2 1.275 10/19/2012 - 13:41 Português
Poesia/Amor Será, Que Tu Já Te Apercebeste, Meu Amor? 0 1.139 10/18/2012 - 05:55 Português
Poesia/Dedicado A Cor da Vida 0 1.460 10/11/2012 - 22:19 Português
Poesia/Fantasia Eu Sonho O Teu Despertar 0 1.757 10/09/2012 - 12:14 Português
Poesia/Dedicado Quer Quer Viver Para Sempre? 0 1.067 10/05/2012 - 07:53 Português
Poesia/Amor Ouve, Meu Amor... 0 1.308 10/04/2012 - 08:01 Português
Poesia/Paixão Apenas, Imaginação... 0 1.184 09/30/2012 - 11:13 Português
Poesia/Amor Eu quero-te, porque te quero 0 1.525 09/26/2012 - 03:53 Português
Poesia/Dedicado Desejos de Amor 0 1.375 09/24/2012 - 05:38 Português
Poesia/Meditação Porquê? 0 977 09/22/2012 - 04:03 Português
Poesia/Meditação Senhor... 0 1.664 09/19/2012 - 04:28 Português
Poesia/Dedicado Eu Viajo com o Teu Sorriso 0 1.023 09/17/2012 - 11:49 Português
Poesia/Soneto Alma de Mulher 0 1.717 09/09/2012 - 20:48 Português
Poesia/Aforismo Quando Muda O Mês 0 1.138 09/01/2012 - 19:41 Português
Poesia/Meditação Por "Trinta Dinheiros" 2 1.950 08/28/2012 - 17:51 Português
Poesia/Amor Incursão 0 1.398 08/21/2012 - 19:55 Português
Poesia/Aforismo Este Meu Fado 1 1.799 08/08/2012 - 02:48 Português