CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Permite-me, os devaneios

Deixa-me, em meus devaneios,
Semear cearas, plantar canteiros
Percorrer veredas e lameiros
Erguer pilares, sobre areias, movediças
Erguer igrejas, mesmo, que não assista a missas...

Deixa-me, em meus devaneios,
Lavrar a rocha, e nela semear
Subir ao topo da árvore, para ver as estrelas
Mesmo, que do chão, eu consiga vê-las
Bastando, para cima, olhar

Deixa-me segurar a tua mão
Apertá-la, contra o meu coração
Beijar os teus lábios, com doçura
Amar-te, abraçar-te, com ternura
Acarinhar os teus seios
Mesmo, que, penses tu, serem, apenas, os meus devaneios

apsferreira

Mulher Bonita, eu não sei viver, sem ti.
www.albanosoaresferreira.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, julho 7, 2010 - 13:27

Poesia :

No votes yet

apsferreira

imagem de apsferreira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 44 semanas
Membro desde: 09/21/2009
Conteúdos:
Pontos: 3457

Comentários

imagem de Nanda

Re: Permite-me, os devaneios

Albano,
Todos temos direito aos nossos devaneios. Os teus estão perdoados porque nos deliciaram.
Beijo
Nanda

imagem de Lopez

Re: Permite-me, os devaneios

Aplausos por esse poema. E obrigada pela partilha. bj

imagem de Fatima-Rodrigues

Re: Premite-me, os devaneios

Uma sensualidade cheia de doçura Albano, que maravilha,adorei!

beijos

imagem de Susan

Re: Premite-me, os devaneios

Incrivelmente sensual e doce cheio de carinho !!!
Muito lindo e bom de se ler !!
Abraços
Susan

imagem de Lapis-Lazuli

Re: Premite-me, os devaneios

Premita-me o elogio...
Fantástico...subtilmente, fantástico!!!
Estar a lêr este seu poema foi um momento enorme, gostei muito.
Abraço

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of apsferreira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral E eu escrevo... 6 2.230 02/25/2018 - 21:03 Português
Poesia/Amor Incúria 8 1.318 11/20/2013 - 17:49 Português
Poesia/Dedicado Saudade 2 1.230 01/30/2013 - 23:43 Português
Poesia/Aforismo As Pessoas, Que São Boas 0 1.102 01/28/2013 - 03:20 Português
Poesia/Aforismo Brumas, no Olhar 2 1.443 01/21/2013 - 02:54 Português
Poesia/Aforismo Ah, Catraia Tonta... 0 1.779 01/20/2013 - 20:54 Português
Poesia/Amor A Irracionalidade do Amor 2 1.250 01/20/2013 - 20:34 Português
Poesia/Amizade O Teu Sorriso 2 926 01/18/2013 - 23:29 Português
Poesia/Amor Pedido, à Minha Estrelinha 2 1.295 10/19/2012 - 13:41 Português
Poesia/Amor Será, Que Tu Já Te Apercebeste, Meu Amor? 0 1.143 10/18/2012 - 05:55 Português
Poesia/Dedicado A Cor da Vida 0 1.465 10/11/2012 - 22:19 Português
Poesia/Fantasia Eu Sonho O Teu Despertar 0 1.773 10/09/2012 - 12:14 Português
Poesia/Dedicado Quer Quer Viver Para Sempre? 0 1.076 10/05/2012 - 07:53 Português
Poesia/Amor Ouve, Meu Amor... 0 1.315 10/04/2012 - 08:01 Português
Poesia/Paixão Apenas, Imaginação... 0 1.187 09/30/2012 - 11:13 Português
Poesia/Amor Eu quero-te, porque te quero 0 1.547 09/26/2012 - 03:53 Português
Poesia/Dedicado Desejos de Amor 0 1.394 09/24/2012 - 05:38 Português
Poesia/Meditação Porquê? 0 981 09/22/2012 - 04:03 Português
Poesia/Meditação Senhor... 0 1.665 09/19/2012 - 04:28 Português
Poesia/Dedicado Eu Viajo com o Teu Sorriso 0 1.029 09/17/2012 - 11:49 Português
Poesia/Soneto Alma de Mulher 0 1.733 09/09/2012 - 20:48 Português
Poesia/Aforismo Quando Muda O Mês 0 1.148 09/01/2012 - 19:41 Português
Poesia/Meditação Por "Trinta Dinheiros" 2 1.968 08/28/2012 - 17:51 Português
Poesia/Amor Incursão 0 1.409 08/21/2012 - 19:55 Português
Poesia/Aforismo Este Meu Fado 1 1.807 08/08/2012 - 02:48 Português