CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

PUDESSE EU PARAR ESSE INSTANTE

Na
curva do tempo
encontrei pecados perdidos
em novelos de solidão.

Lembro-te
amor de sempre
na saudade esbatida
em telas de altos e baixos.

Num
soluço perdido
do beijo doce duma onda
que se enrola cheia de vida.

Pudesse eu parar esse instante.

Afagar teu rosto
na beleza do nosso beijo quente.

Ter-te no aflorar
duma paixão tão nossa.

Amo-te meu sol da meia-noite…

 

 

 

Submited by

quarta-feira, outubro 12, 2011 - 00:33

Poesia :

Your rating: None (8 votes)

mariamateus

imagem de mariamateus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 28 semanas 4 dias
Membro desde: 02/24/2009
Conteúdos:
Pontos: 2987

Comentários

imagem de KeilaPatricia

Intenso... Adorei Bjs na

Intenso...

Adorei

Bjs na alma....

imagem de Henrique

De sempre para sempre e mais sempre e sempre...

Palavras

que dentro de nós buscam

a fonte do amor como juventude eterna!!!

 

Bj

 

:-)

imagem de MariaButterfly

O tempo, esse...não o podemos

O tempo, esse...não o podemos parar...
Podemos apenas guarda-lo dentro de nós,
Como memória.
Também é uma forma de parar o tempo...

Gostei mesmo muito desta tua poesia.

Lembro-te
amor de sempre
na saudade esbatida
em telas de altos e baixos

Amo-te meu sol da meia-noite…

 

Bela mesmo!

Beijo
 

imagem de Clarisse

PUDESSE EU PARAR ESSE INSTANTE

Olá Maria,

 

O instante pode até não parar, mas esse sentimento pode permanecer eternamente dentro de nós.

Belo, sentido.

Beijo,

Clarisse Silva

imagem de RZorpa

Emotiva e autententica, pela

Emotiva e autententica, pela intensidade e emotividade que deixa prespassar e chegar até mim... 

Muitos parabéns pelo momento que nos oferece.

Rui

imagem de belarose

Boa noite! Maria Temos

Boa noite! Maria

Temos momentos tão belos e maravilhoso em nossas vidas que queríamos sim parar nestes momentos...mas precisamos seguir adiante.

Parabéns esta muito bela sua poesia!

smileyBeijos

 

 

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of mariamateus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza NADA, É O QUE ME CONFORTA ESTA SOLIDÃO 0 834 08/01/2011 - 17:05 Português
Poesia/Amor MIL MARÉS NUM MAR A DOIS 1 818 07/30/2011 - 14:19 Português
Poesia/Pensamentos TALVEZ 3 780 07/30/2011 - 13:53 Português
Poesia/Amor VERDE ESPERANÇA 0 912 07/28/2011 - 15:01 Português
Poesia/Dedicado MÃE 0 585 07/14/2011 - 14:07 Português
Poesia/Pensamentos LABAREDAS GÉLIDAS 0 551 07/14/2011 - 13:51 Português
Poesia/Meditação O AMOR É DOR E PARTILHA 0 1.299 07/14/2011 - 13:42 Português
Poesia/Pensamentos ORA ANGÉLICO ORA PERVERSO 0 671 07/14/2011 - 13:41 Português
Poesia/Tristeza SEM FIM À VISTA 0 576 07/14/2011 - 13:39 Português
Poesia/Tristeza A LÁGRIMAS E FOGO 0 869 07/14/2011 - 13:38 Português
Poesia/Pensamentos ONDE ESTOU? 0 1.512 07/14/2011 - 13:36 Português
Poesia/Pensamentos SOZINHA NO MEIO DA MULTIDÃO 1 959 07/09/2011 - 02:35 Português
Poesia/Tristeza VAZIO QUE OCUPA AS HORAS LENTAS 2 1.620 07/06/2011 - 20:15 Português
Poesia/Alegria A VIDA FAZ-ME BEM! 3 525 07/06/2011 - 20:10 Português
Poesia/Aniversários PARABÉNS NUNO RICARDO!!! 1 1.121 07/06/2011 - 01:12 Português
Poesia/Pensamentos QUANDO MEU ROSTO FOR OUTONO 0 784 06/29/2011 - 15:38 Português
Poesia/Tristeza NOITE 0 496 06/29/2011 - 15:23 Português
Poesia/Intervenção VAI-TE! 0 684 06/29/2011 - 15:12 Português
Poesia/Meditação FUI O ISCO PERFEITO 2 1.034 06/28/2011 - 19:55 Português
Poesia/Tristeza DILACERADA PELA PERDA 1 650 06/28/2011 - 19:50 Português
Poesia/Tristeza FLORIDA NO CARVÃO QUE PINCELA A VIDA 0 506 06/26/2011 - 20:08 Português
Poesia/Tristeza DEPOIS DE AMANHÃ TANTOS AMANHÃS 0 539 06/26/2011 - 19:49 Português
Poesia/Tristeza PRISIONEIRA DE MIM 0 803 06/26/2011 - 19:39 Português
Poesia/Pensamentos INSÓNIA 1 668 06/25/2011 - 17:35 Português
Poesia/Amor ENTREGAR-ME AO MELHOR QUE TIVE AO TER-TE 1 722 06/25/2011 - 17:31 Português