CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Quando o dilúvio do açoite passar

Estarei muito distante 
Quando o dilúvio do açoite passar 
Muito além do que um dia imaginei 
E será por tudo que passei 
A distância que desejo estar. 

Nada permanece para sempre 
Quando não se sabe ao certo sonhar 
As incertezas da vida perturbam 
As dores causam sofrimentos 
Quando se perde a ilusão de amar. 

Pesadelos não são apenas noturnos 
Estão presentes na desilusão 
Quando já não há o brilho no olhar 
E tudo tornou-se apenas saudade 
É quando precisamos dar alento ao coração. 

Não sabemos qual será o olhar 
Que um dia tomará o coração 
Qual será o sorriso a encantar 
E dominar o sentimento a tal ponto 
Que não haverá fuga nem salvação. 

Assim é a vida que temos aqui 
Uma eterna busca pelo amor verdadeiro 
O desejo constante de viver 
De se entregar ao ente querido 
Que torna o nosso sonho por inteiro. 

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, janeiro 11, 2023 - 18:14

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Online
Título: Membro
Última vez online: há 1 hora 47 segundos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 15672

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Só não sei como te dizer 6 116 05/30/2024 - 20:17 Português
Poesia/Meditação Ignorância 6 166 05/29/2024 - 22:05 Português
Poesia/Amor Nunca tenho as palavras certas 6 286 05/28/2024 - 13:40 Português
Poesia/Desilusão Vejo que está feliz 6 151 05/27/2024 - 20:43 Português
Poesia/Pensamentos Porcos no poder 6 396 05/25/2024 - 13:45 Português
Poesia/Pensamentos Circo de horrores 6 505 05/24/2024 - 12:09 Português
Poesia/Pensamentos Trombetas que ecoam no vazio 6 372 05/23/2024 - 20:47 Português
Poesia/Pensamentos Isso é totalmente estupidez 6 247 05/23/2024 - 01:31 Português
Poesia/Pensamentos Soltos pelas ruas 6 416 05/21/2024 - 21:04 Português
Poesia/Pensamentos Espero a ressurreição nos campos humanos 6 339 05/20/2024 - 23:11 Português
Poesia/Pensamentos O vazio é o parasita 6 438 05/19/2024 - 14:19 Português
Poesia/Pensamentos A voz que ninguém quer ouvir 6 568 05/18/2024 - 23:41 Português
Poesia/Desilusão Tão triste e vazio 6 407 05/14/2024 - 12:16 Português
Poesia/Amor Sob o luar 6 233 05/12/2024 - 14:19 Português
Poesia/Pensamentos Um abismo chama outro 6 1.102 05/11/2024 - 13:22 Português
Poesia/Tristeza A dor de quem perde o que mais ama 6 706 05/09/2024 - 20:39 Português
Poesia/Meditação Almas quietas 6 515 05/08/2024 - 11:42 Português
Poesia/Desilusão No silêncio da noite 6 385 05/07/2024 - 20:36 Português
Poesia/Dedicado No coração do Pantanal 6 298 05/06/2024 - 23:01 Português
Poesia/Desilusão O horizonte faz lembrar 6 912 05/04/2024 - 14:29 Português
Poesia/Meditação Medeia 6 528 05/03/2024 - 20:12 Português
Poesia/Amor Quem dera eu tivesse o poder 6 527 05/02/2024 - 12:06 Português
Poesia/Pensamentos O último suspiro 6 1.058 05/01/2024 - 14:29 Português
Poesia/Amor A inquietude do amor 6 515 04/30/2024 - 11:54 Português
Poesia/Meditação Meu lado sombrio 6 485 04/29/2024 - 20:30 Português