CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

"Réu Confesso!"

Sou réu confesso desse mundo de merda onde fui lançado!
Apenas mais um na multidão desgovernado e sem rumo.
Fui tatuado nas entranhas da solidão e espraguejado pelo destino.
Sou movido por desilusões, dopado pelo meu sangue impuro que inutilmente circula em minhas veias.
Predeterminado a ser comum aos olhos do povo.
Não tentarei mineirar meus erros ou até mesmo lapida-los, deixarei-os bruto e sem valor.
Serei apenas mais um, apenas mais um.
Ferverei uma água e me banharei da cabeça aos pés para apagar a face do mundo que mora em mim.
Saltarei do mais alto arranha-céu para sentir-me livre e voarei ao encontro do chão.
Só assim e nada além encontararei meu descanso!
Não deixarei mensagens, cartas, poemas ou sinal.
Deixarei no suspense, pois sem surpresas não existe final.
Se eu fosse viajante do tempo, voltaria no exato momento da minha fecundação, dizendo os motivos e a razão.
Interrompendo aquele momento no qual nunca deveria ter ocorrido.

Autor:Verton Brandino da Silva
Colatina ES
28/03/2015

Submited by

quinta-feira, agosto 20, 2015 - 15:53

Poesia :

No votes yet

Verton Brandino da Silva

imagem de Verton Brandino da Silva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 13 semanas
Membro desde: 04/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 986

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Verton Brandino da Silva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos "Psicose!" 0 483 03/07/2022 - 21:44 Português
Poesia/Pensamentos "Corruptos de nós mesmos!" 0 621 02/28/2022 - 22:38 Português
Poesia/Geral "Poema da Madrugada!" 0 680 09/08/2021 - 14:13 Português
Poesia/Geral "Reflexão de uma certa quinta!" 0 592 06/09/2021 - 23:11 Português
Poesia/Geral "Amanhã pode ser tarde!" 0 822 05/19/2021 - 22:25 Português
Poesia/Fantasia "Incógnita na tempestade!" 0 865 05/17/2021 - 11:53 Português
Poesia/Dedicado "Quem sabe,formiga?" 0 787 05/17/2021 - 11:48 Português
Poesia/Dedicado "Regando a felicidade!" 0 731 05/01/2021 - 09:35 Português
Poesia/Fantasia "Ex-calada! 0 677 04/08/2021 - 10:18 Português
Poesia/Geral "Passa tempo!" 2 895 04/08/2021 - 10:17 Português
Poesia/Desilusão "Com você!" 0 681 04/04/2021 - 12:00 Português
Poesia/Geral "Versos em Papel!" 2 852 04/04/2021 - 11:27 Português
Poesia/Desilusão "Partida!" 0 730 03/13/2021 - 11:03 Português
Poesia/Geral "Foi sorte!" 0 763 03/02/2021 - 18:20 Português
Poesia/Geral "Ter!" 0 1.212 02/21/2021 - 10:23 Português
Poesia/Fantasia "O dia em que morri!" 0 1.198 02/19/2021 - 16:16 Português
Poesia/Fantasia "Além!" 2 1.336 02/13/2021 - 00:34 Português
Poesia/Pensamentos "Quem sabe!" 0 677 01/31/2021 - 00:52 Português
Poesia/Fantasia "Onde estão?" 2 904 01/31/2021 - 00:46 Português
Poesia/Geral "Indecisão!" 2 657 01/31/2021 - 00:43 Português
Poesia/Geral "Anjo bom!" 0 748 01/25/2021 - 09:57 Português
Poesia/Geral "Anjo sem asas!" 0 859 01/13/2021 - 18:37 Português
Poesia/Pensamentos "Vai entender!" 0 785 01/08/2021 - 17:54 Português
Poesia/Geral "MENSAGEM DE RÉVEILLON!" 0 751 12/31/2020 - 09:35 Português
Poesia/Dedicado "Doce rio!" 0 901 11/20/2020 - 00:40 Português