CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Sinais Escritos na Palma da Mão

As portas do novo céu abrem-se só com uma mão
Aqui na imensidão deste vale
Onde me sento e espero…
Aqui e aí…
Desfraldam-se bandeiras num único sinal

As flores silvestres afagam-me o peito solto
Não as vejo, nem as consigo cheirar
Os pólens diversos pintam-me o magro rosto
Um grito às armas, mudo e colossal
Recolhe-se nas minhas mãos

Prolifera a fome…escarpou os mais altos cumes
O vermelho pó, cresce até à exaustão
E eu desconheço este longo silêncio
Cresce em espiral
Dali posso lançar-me num voo celestial

Não sinto dor
Arregaço as mangas
Esvazio os bolsos
Trago no olhar a fome

Dolores Marques



Water - Four Circles Of Life - Oliver Shanti & Friends

Submited by

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 - 13:49

Poesia :

No votes yet

ÔNIX

imagem de ÔNIX
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 11 semanas
Membro desde: 03/26/2008
Conteúdos:
Pontos: 4027

Comentários

imagem de Henrique

Re: Sinais Escritos na Palma da Mão

As portas do novo céu abrem-se só com uma mão
Aqui na imensidão deste vale
Onde me sento e espero…
Aqui e aí…
Desfraldam-se bandeiras num único sinal...

Mais um excelente poema que encontro no WAF! :-)

imagem de Anonymous

Re: Sinais Escritos na Palma da Mão p/Dolores

Nas tuas mãos brotam poemas
no voo celestial das tuas palavras...

beijo

imagem de Conchinha

Re: Sinais Escritos na Palma da Mão

"Trago no olhar a fome
E nas mãos crescem-me nacos de pão"

Se todos dessem um pouco...
Gostei

bjs

imagem de Anonymous

Re: Sinais Escritos na Palma da Mão

"Privar um poeta de sua língua é roubar-lhe a metade da alma."
(Joaquim Nabuco)

...poesia como a sua sente-se nas encostas encarpadas das terras altas de granito...nas serras da vida. Abraços.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of ÔNIX

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Acordar da Manhã 2 1.469 03/22/2018 - 22:16 Português
Poesia/Amor Céu 2 1.468 03/14/2018 - 22:25 Português
Poesia/Meditação Vida lá fora 5 1.140 03/14/2018 - 22:24 Português
Poesia/Dedicado Saudações 2 1.764 03/01/2018 - 11:13 Português
Fotos/Corpos Rendas 1 2.815 03/27/2016 - 03:20 Português
Poesia/Meditação Selváticas Emoções 0 1.073 01/17/2012 - 23:36 Português
Poesia/Meditação Talvez 2 1.297 01/17/2012 - 21:35 Português
Poesia/Meditação Jardins Aquáticos 1 1.065 01/04/2012 - 23:07 Português
Poesia/Meditação Eram rosas os meus olhos 1 1.820 12/27/2011 - 23:48 Português
Poesia/Meditação Verdes lembranças 0 1.609 12/15/2011 - 15:50 Português
Poesia/Meditação Se eu fosse só eu 0 1.449 12/09/2011 - 11:19 Português
Poesia/Meditação Bruma Intemporal 1 1.499 12/07/2011 - 02:03 Português
Poesia/Meditação Eras 1 1.501 12/06/2011 - 21:49 Português
Poesia/Meditação Vão-se os Modos, Esvai-se o Tempo 0 986 12/01/2011 - 21:29 Português
Poesia/Meditação Pensamento invulgar 1 1.736 11/30/2011 - 00:21 Português
Poesia/Meditação Dor 0 3.947 11/24/2011 - 13:45 Português
Poesia/Meditação Extraviados 6 2.746 11/23/2011 - 12:12 Português
Poesia/Meditação Bom Dia 1 2.385 09/29/2011 - 22:16 Português
Poesia/Tristeza Um nada somente 1 1.488 09/14/2011 - 12:23 Português
Prosas/Outros Sol da Manhã 0 1.489 09/12/2011 - 10:24 Português
Poesia/Amor Nu 0 1.836 09/07/2011 - 11:07 Português
Poesia/Amor Tu 2 1.247 08/30/2011 - 01:57 Português
Poesia/Meditação Só Alma 1 1.241 08/26/2011 - 10:23 Português
Poesia/Meditação O Avesso de Mim 2 1.354 08/23/2011 - 22:26 Português
Poesia/Meditação Grãos D'Ouro 3 1.604 08/23/2011 - 22:22 Português