CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Todos os dias nos roubam uma flor

Toda despedida é dolorida
Mas, nos conformamos quando a partida era prevista
E sabíamos que ela aconteceria.
Mas, a alma é dilacerada mortalmente
Quando não esperamos por isso.
Nossa sociedade perdeu a noção da vida
Todos os dias nos roubam uma flor.
Vidas que são ceifadas na inocência
Sonhos furtados de corações sinceros.
Uma angústia profunda abate sobre os olhos
Cansados de lágrimas derramar.
No caminho da escola
Na volta do trabalho
Quando menos se espera
Um estrondo se ouve a interromper mais uma vida.
Os pássaros voam em fuga,
As borboletas, espantadas, procuram refúgio
E o perfume das flores é destruído.
Acostumamos com o odor fétido da morte
E não mais lamentamos a violência
A ceifar vidas inocentes.
O clamor do sangue espargidos no asfalto quente
É levado pela fumaça
E chega até as nuvens.
Aves de rapina espreitam as vítimas
E esperam ansiosas para destruir.
Até quando roubarás nossas flores?
O sol escaldante do egoísmo humano
Cai violentamente sobre as poucas flores que ainda resistem
E logo as queimará sem piedade.
O consumismo exarcebado atropela as vítimas
Tanto os que querem quanto os que necessitam.
O capitalismo selvagem impõe regras
Que ninguém consegue evitar.
O valor da vida humana não é mais do que um tênis
E, se não posso comprar um celular de última geração,
É fato que terei que roubar
Para mostrar lá na comunidade.
Todos os dias nos roubam uma flor
E o jardim já está quase deserto.
Protestos contra a violência gera mais violência
E as pessoas já não se respeitam.
Uma sociedade sem escrúpulos
Que preferem a podridão fétida do caos
Em vez de uma busca sincera ao Criador.
À medida que envelhecemos
Vemos que o tempo bom já passou.
O tempo onde havia o respeito aos mais velhos
E aos mestres que ensinavam.
Do nada o jovem levanta sua voz
Dedos em riste, voz exaltada a gritar ofensas e ameaças
Ao velho mestre que está a lhe ensinar.
Onde está o respeito?
Não podemos duvidar de que ele é capaz de fazer o que promete
Afinal, sua vida já não está sob o seu controle.
Deixo minhas mãos pousar livremente
E antevejo a hora de partir.
Os sonhos de um mundo melhor
Onde possa reclinar minha cabeça vai ao chão
E a tristeza infinita adentra o coração.
O que me resta é deixar as lágrimas rolarem.
Hoje roubaram mais uma flor.

Poema: Odair

http://odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

terça-feira, junho 10, 2014 - 01:06

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 16 horas 47 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 4312

Comentários

imagem de deborabenvenuti

Todos os dias nos roubam uma flor

Descrevestes exatamente o ser humano dos dias de hoje e de não muito tempo atrás. A desvalorização dos direitos humanos e o desrespeito aquele que tem o dom de ensinar. Afinal,sem um professor,ninguém jamais será alguém.
Sempre será preciso alguém para ensinar e muitos para aprender.
Abraços

http://colchaderetalhos13.blogspot.com.br

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Poemas ao teu olhar 0 5 05/29/2020 - 22:23 Português
Poesia/Amor A canção do crepúsculo 0 8 05/27/2020 - 20:06 Português
Poesia/Tristeza Lágrimas da realidade 0 10 05/25/2020 - 21:34 Português
Poesia/Amor Do fundo do coração 0 9 05/25/2020 - 20:49 Português
Poesia/Tristeza Será que ela vai perceber a dor deste meu coração? 1 116 05/23/2020 - 12:35 Português
Poesia/Paixão O sorriso que vem do coração 0 19 05/21/2020 - 20:26 Português
Poesia/Paixão O sorriso que vem do coração 0 22 05/21/2020 - 20:23 Português
Poesia/Pensamentos O silêncio da reflexão 0 40 05/19/2020 - 20:46 Português
Poesia/Pensamentos O dizer do silêncio 0 64 05/14/2020 - 00:05 Português
Poesia/Meditação O sol também se levanta 0 49 05/12/2020 - 21:01 Português
Poesia/Tristeza Se você pudesse me amar 0 49 05/11/2020 - 20:38 Português
Poesia/Paixão A flor do meu jardim 0 44 05/08/2020 - 16:54 Português
Poesia/Amor Madrugada 0 52 05/07/2020 - 21:54 Português
Poesia/Amor Você é incrível 0 90 05/04/2020 - 22:01 Português
Poesia/Canção Seja poesia 0 74 05/04/2020 - 21:16 Português
Poesia/Amor Inevitável sentimento 0 95 05/03/2020 - 15:37 Português
Poesia/Meditação A vitória através da fé 0 102 05/01/2020 - 20:04 Português
Poesia/Pensamentos A admiração na imaginação 0 46 04/30/2020 - 14:28 Português
Poesia/Tristeza No mesmo caminho 0 49 04/28/2020 - 16:24 Português
Poesia/Amor As palavras que jamais te falarei 0 47 04/27/2020 - 14:24 Português
Poesia/Meditação Não tenho medo do silêncio 0 552 04/21/2020 - 16:50 Português
Poesia/Amor Você é mais do que os olhos podem ver 1 103 04/19/2020 - 15:42 Português
Poesia/Paixão Quero ter os seus olhos junto a mim 0 313 04/14/2020 - 18:56 Português
Poesia/Meditação As razões de nossas doenças 0 154 04/10/2020 - 19:58 Português
Poesia/Tristeza Vício torturante do coração 0 139 04/07/2020 - 19:12 Português